Sexta-feira, 20.10.17

Não se esperava outra coisa dum homem que nunca ficou calado. Segue com a devida vénia o artigo de Manuel Alegre. Um homem que escreve como um Deus e que sente a angústia dum Portugal ferido de morte. Que estão a fazer a Portugal???

 

Artigo de Manuel Alegre no DN
Não consigo ficar calado
18-10-2017 Manuel Alegre, DN

Sete séculos depois ardeu o pinhal de D. Dinis, o das "naus a haver", morreu o verde pinho do rei poeta. Dá vontade de chorar e não consigo ficar calado. É um símbolo triste da falência do Estado, fruto de décadas de desleixo, de incompetência, de amiguismos múltiplos, da submissão do interesse geral a interesses instalados e da capitulação perante lógicas que não são a dos fins superiores do Estado e do país.

Olho o rosto do camponês publicado na primeira página do Público e não consigo ficar calado. É o rosto de séculos de pobreza, o rosto do Portugal esquecido e abandonado pelo próprio Estado democrático, o rosto daquela parte do país que foi deixada para trás quando a agricultura foi vendida a Bruxelas a troco de fundos para auto-estradas que hoje levam a lado nenhum. Um Portugal que já só existe nas páginas de Aquilino e de Torga.

Vi as imagens televisivas, aldeias destruídas, casas a arder, homens e mulheres a defender com as próprias mãos os seus bens ou o pouco e quase nada que lhes resta. Vi outra vez automóveis calcinados, ouvi as notícias dos mortos e não consigo ficar calado. Por que passou a haver cada vez mais incêndios desde que foram extintas as quatro regiões militares e os governadores civis a quem cabia a respectiva prevenção e coordenação? Não sei. Só sei que se fizeram grandes reformas e que os meios de combate aos fogos foram saindo das mãos do Estado, entregues ou partilhados com empresas privadas. Não sou um especialista, mas é preciso corrigir o que não deu bons resultados. Vi o meu país a arder, sei que morreram cem pessoas em quatro meses e não consigo ficar calado.

Talvez a culpa seja minha, porque fui deputado e participei na construção de uma democracia que a páginas tantas se distraiu e não soube resolver problemas estruturais, como o reordenamento do território e das florestas, assim como o combate ao abandono e à desertificação do país. Não se ouviu como se devia ter ouvido o arquitecto Gonçalo Ribeiro Teles. É certo que por vezes protestei, mesmo contra o meu próprio partido. Mas não foi suficiente. Não consigo calar-me e sinto-me culpado. Já disse que não sou um especialista. Mas acho que os meios de combate aos incêndios devem passar para o Estado. Os meios aéreos para a Força Aérea Portuguesa. E é óbvio que se torna urgente a criação de um corpo nacional de bombeiros profissionais organizado segundo normas e regras de tipo militar, como de certo modo já acontece em Espanha.

Vai ser preciso enfrentar preconceitos e interesses instalados, mas este é um tempo em que é preciso coragem para tomar decisões para que o Estado não se demita de exercer as suas funções de soberania e seja capaz de proteger o território e garantir a segurança dos portugueses.''



publicado por porabrantes às 11:45 | link do post | comentar

Quinta-feira, 08.06.17

alegre.png

ouvir aqui

 

Alegre ganhou com inteira justiça o mais importante Prémio Luso. Uma vez ganhou um prémio de literatura infantil em Abrantes e houve um bimbo que arranjou uma desculpa para não lhe entregar pessoalmente o galardão...

ma

 



publicado por porabrantes às 21:31 | link do post | comentar

Quinta-feira, 02.06.16

Que vi eu em Angola?

Um africano crucificado à beira da estrada.....conta Manuel Alegre, da sua campanha colonial na pérola do Império...

 

 

Dedica-se o post a um amigo desertor

 

mário cordeiro.jpg

o Mário Rui Cordeiro 

 

 

 

 

 

mn



publicado por porabrantes às 15:38 | link do post | comentar

Sábado, 21.05.16

20643194_770x433_acf_cropped.jpg

Se há condecoração bem dada, foi a atribuída por Marcelo Rebelo de Sousa  a Manuel Alegre.

 

Como bem disse Marcelo: ''O Presidente da República também aqui deve praticar um ato de justiça. E um ato de justiça traduz-se em dizer que decidiu condecorar Manuel Alegre com a Grã-Cruz da Ordem de Sant’Iago de Espada”, anunciou.

Na opinião do chefe de Estado “Portugal também foi grande e é grande porque Manuel Alegre é português”.

 

Foto e citação do Observador

 

Estamos certos que o Senhor Presidente entregará a condecoração ao Poeta pessoalmente.

Cá em Abrantes, quando Manuel Alegre ganhou um Prémio de Literatura Infantil,houve um Presidente da autarquia que teve a falta de educação de não o entregar pessoalmente a um nome maior da Literatura Portuguesa.

ma

 

 



publicado por porabrantes às 22:51 | link do post | comentar

Sábado, 16.01.16

“Ela é o único que tem uma filiação partidária, é militante do Partido Socialista, mas ao mesmo tempo ela é verdadeiramente independente. A sua candidatura é uma candidatura autónoma e de cidadania, ao contrário de quem nos pretende dar lições de cidadania, de quem ataca candidatos com filiação partidária, mas está a fazer campanha apoiado por estruturas partidárias, nomeadamente estruturas partidária do Partido Socialista”, acusou Manuel Alegre,  em Santo Tirso, no distrito do Porto.

Apoio Maria de Belém   “sem batota”, disse Manuel Alegre e recusou candidatos “messiânicos” ou “salvadores”, defendendo que Portugal precisa de um chefe de Estado “que não crie ilusões” sobre o papel do Presidente da República e tenha uma interpretação correcta da Constituição.'' disse o Poeta

 

 

snap.jpg

há por aí gente a fazer snap, são os que já fizeram rpp 

 

Entretanto João Soares disse que Maria Barroso se estivesse viva, votaria Maria de Belém

18612302_7qvqe.jpeg

Quando Maria Barroso resistia ao gonçalvismo e ao fascismo, onde estava o virginal Névoa?

 

O Marcelo sei onde estava, o Névoa que não tem passado, não se sabe

 

1430440090S2eTV1xa4Xd25FH5.jpg

Dizem que o Névoa foi da Luar, mas quem vejo ao lado dum dos portugueses mais valentes é Maria Barroso.

 

Porque não conseguiu o Névoa um doutoramento ''honoris causa'' ao Hermínio, quando dezenas de borra-botas receberam um capelo e a borlazinha?

 

Quem é que anda a fazer batota no PS ???? 

 

mn

 

PS-Os ataques do Lacão, em Abrantes, a Marcelo são tão absurdos que nem merecem comentários. Como o Sampaio anda armado em D.Sebastião será da névoa e não da nóvoa 

 

créditos: página de Maria de Belém, snap (ou lá o que isso seja), folha oficiosa, assembleia municipal de Lisboa 

 



publicado por porabrantes às 22:33 | link do post | comentar

Sexta-feira, 21.08.15

600 anos depois da partida ....para a Aventura.... Manuel Alegre acaba de publicar (no face) dois poemas que consagrou a Ceuta.....

 

 

A Partida

Eram duzentos e quarenta barcos
vinte e sete galés e uma paixão
trinta mil marinheiros e remeiros
e vinte mil soldados sobre as águas.

Eram duzentos e quarenta barcos
para saber o como e o porque.
E a flor de Portugal: El-Rei D. João
D. Duarte D. Pedro D. Henrique.

Eram duzentos e quarenta barcos
apontados ao mar e seus segredos
eram duzentos e quarenta barcos
para lado nenhum e toda a parte.

E a flor de Portugal: El-Rei D. João
D. Duarte D. Pedro D. Henrique.

Eram duzentos e quarenta barcos
vinte e sete galés e uma paixão.

 

Elegia de Ceuta

Do grande pranto que os mouros faziam
sobre a perdiçom da sua cidade” - Zurara

Nas ruas ocupadas já não há
mercadores de Etiópia e Alexandria.
Ó cidade de Ceuta quem dirá
tua glória perdida e a nostalgia
do cheiro a menta e ruelas da Casbah?

Da Líbia e de Damasco e de Veneza
vinham panos e pedras preciosas
e os navios chamava-os a beleza
teu perfume de pátios e de rosas
Ó Ceuta da agonia e da tristeza.

Ceuta ocupada e nunca tão amada
quem te conquista em ti se há-de perder.
E veremos Lisboa subjugada
submetida de tanto submeter
por teu lento veneno envenenada.

E havia um cheiro a cravo e especiaria
havia pedras panos prata e ouro
e gente do Mar Roxo e Alexandria.
Por isso choram mercadores e o mouro
reza o rosário da melancolia.

E todos os caminhos vinham dar
à flor secreta da cidade neutra.
Choram por ti as gentes de Gibraltar
a rosa de África tu eras Ceuta.
Que podemos fazer senão chorar?

 

 

Se há homem e Poeta moderado & sentimental é Manuel Alegre....

E Ceuta há 600 anos que é civilizada porque as armas de Portugal a roubaram à barbárie islâmica....

Flag_Ceuta_svg.png

bandeira do Ayuntamiento de Ceuta

 

mn 

 

 



publicado por porabrantes às 20:26 | link do post | comentar

Quarta-feira, 25.03.15

 

(...)um dia do PREC escapou de boa (tareia) ao ser tomado por Manuel Alegre, o susto tê-lo-ia conduzido, presume-se, à entrada-por-saída no Partido Comunista (só a intriga é revolucionária!), (...)

 

in JL-Jornal de Letras

 

o falso Manuel Alegre

 

herberto.jpg

 Diário de Notícias

 

enfim, quilharam-se os comunas que queriam dar uma sova no bardo de Argel, quase se quilhava o madeirense....

 

 

 

O Luís Pacheco contou como lhe foi editar o primeiro livro a Santarém e o Herberto, que trabalhava nas bibliotecas-panzer do Azeredo, (..) '' A edição do Poemacto teria sido toda paga pelo Herberto.......se ele a tivesse pago na tipografia de Santarém, onde foi feita....Fiaram-se na hombridade do funcionário da Gulbenkian (bibliotecas itinerantes) que o Herberto era ao tempo, quilharam-se...) (...)

 

 

in Puta que os Pariu, a biografia de Luís Pacheco, João Pedro George, Tinta da China, Lisboa, 2012 

 

Pacheco, que dizia que o Herberto era um grande poeta (foi ele que o descobriu) estará hoje no Olimpo da Língua Portuguesa a beber umas minis com o Luís...

 

E comentarão, e a honra desonrada das bibliotecas-panzer scalabitanas?

 

Puta que os pariu!-dirá o Luís Pacheco e cravará 20 paus ao Mário Semedo.

 

MA

 

já não sei quem pergunta amavelmente quem é o Luís que bebe celestes copos com o pachecal figura, o Pacheco tratava bastantes vezes o Herberto por Luís, porque dizia que Herberto era muito complicado, o poeta chamava-se Herberto Hélder Luís Bernardes de Oliveira.....



publicado por porabrantes às 13:40 | link do post | comentar

Quarta-feira, 05.11.14

O subdirector da revista ''Zahara'' Alves Jana resolveu fazer uma entrevista ao Dr. Eurico Consciência, prestigiado Advogado desta Cidade.

Tendo em conta a asneirática entrevista feita na  ''Zahara'' ao ''anti-fascista'' Manuel Dias era de temer o pior.

O Dr.Eurico,com a verve que se lhe reconhece,respondeu às perguntas do tipo. Uma entrevista é também constituída pelas perguntas que não se fizeram.

Porque se teme a resposta.

Por exemplo porque é que o Jana não perguntou ao Dr.Eurico porque é que ele foi expulso do PS?  

Foi expulso por não apoiar a candidatura do General Eanes, apoiado pela santa aliança PS-PPD-CDS-MRPP-AOC etc.

O Jana não lhe fez a pergunta, porque se a fizesse, teria de assumir que o mesmo tratamento deveria ter sido aplicado a quem não apoiou a candidatura a Presidente de Manuel Alegre.

E entre eles estava Nelson Carvalho que apoiou um tal Fernando Nobre.

Acontece que para o Dr. Consciência ter sido expulso alguém apresentou queixa contra ele.

Também não convinha  perguntar isso?

Acontece ainda que a esposa do entrevistador, enquanto chefa da agremiação,

Isilda jana.JPG

 apresentou queixa contra os socialistas que se candidataram pelo ICA.

Mas não apresentou queixa contra o Carvalho pelas ternas razões que ela conhece.

Como sempre o dr. Consciência não tem papas na língua, define o sogro, o sr. Reboredo, como o ''cacique'' de Meda.

O Jana admite que quem manda numa terra é um cacique, portanto a gazeta oficiosa vai passar a tratar a Céu por ''cacique''.

Naturalmente ainda o Dr. Eurico  define o Manuel Dias como subalterno do Dr.Semedo.

Para terminar a entrevista fizeram uma resenha biográfica do entrevistado, num português digno do seminário que o ''biógrafo'' frequentou.

E omitem que o dr. Eurico foi eleito numa lista PSD, suponho como independente, para a Assembleia Municipal, ao lado do dr. Esteves Pereira, contra o PS de Júlio Bento/Nelson Carvalho.

E omitem que nessa candidatura (a do eng.Ruivo da Silva) que foi mandatário dela.

E omitem que apoiou o Dr.Santana-Maia Leonardo na sua candidatura à CMA.

É uma benta entrevista.

MA

 

 

  



publicado por porabrantes às 11:12 | link do post | comentar

Sexta-feira, 03.05.13

 

 

Recordação duma tourada em Abrantes (colecção particular)

 

 

 

          

 

 

O ex-Deputado PRD -Armando Fernandes foi subscritor ao lado dum grande Português e Homem de Honra chamado Manuel Alegre (PS) e do nosso querido e estimado amigo dr. Paulo Guedes de Campos ( seu chefe na bancada do PRD), do dr. Magalhães Mota (PRD, ex-PSD, ex-ASDI, ex-U.Nacional),  e outros parlamentares do  Projeto de Lei 344/IV que visava uma coisa justa e objectiva, a legalização dos touros de morte nas praças lusitanas (actualmente só são legais em Olivença e Barrancos).


Era uma proposta reformista e tímida porque previa algumas limitações ao número de corridas a realizar com faena completa (enquanto ao dr. Fernandes nunca lhe passou pela cabeça apresentar um projecto que limitasse o número de chegas de bois ) mas era um passo em frente.


E diz-se no preâmbulo ''atribuir à morte do touro na arena um carácter irracional e selvático é apenas uma visão cheia de leveza e reveladora de uma total ignorância''.


Apoiado!!!!



Acontece que a edil Albuquerque e os seus muchachos se recusam contra legem a discutir se há património taurino, certamente por terem ''uma visão reveladora de uma total ignorância''.


Tanta que ignora que residem no concelho 2 ex-deputados patrocinadores da lide integral.


Rogamos pois ao nosso amigo Paulo Guedes de Campos que faça na Assembleia de Abrantes umas jornadas culturais para elucidar a edilidade que nesta terra há património taurino.


Suponho que haverá que convidar o Manuel Alegre, neste caso é natural que não se convide o Armando Fernandes, dadas as conhecidas divergências entre o grande Poeta e o aficionado de Lagarelhos   

 

 

 

MN

 

 Público



publicado por porabrantes às 22:01 | link do post | comentar

Segunda-feira, 28.01.13

Já vou terminando as mil e tal páginas da biografia ''autorizada'' do Jorge Sampaio do Zé Pedro Castanheira. O Sampaio autorizou que contassem uma cena passada na direcção do PS,  imperdível!!!!

 

 

Um dia o Manuel Alegre voltou-se para o resto dos camaradas, olhou penetrante o Maldonado Gonelha, líder da UGT e lembrou-se dos seus tempos da FPLN, quando de Argel só falava de greves, incluindo algumas imaginárias.

 

 

E acusou a UGT (ou seja o Gonelha) de atacar excessivamente a CGTP e  ser demasiado complacente com o Kapital.

 

Muito ofendido, o Gonelha sacou do bolso uma navalha de ponta e mola e pô-la como arma dissuassória em cima da mesa.

 

A assistência ficou estupefacta (estou a imaginar o fleumático dr. Sampaio) e o Alegre deve-se ter contido para não espetar com uma cadeira em cima do sindicalista amarelo.

 

Mais à frente descobre-se que o Gonelha, andava com a navalha, para se proteger de ataques ''comunistas''.

 

 

 

Suponho que alguns dos assistentes ficaram como dr. Mário está na foto. O Gonelha é o primeiro à direita.

 

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 18:11 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Não consigo ficar calado

Prémio Camões para Manuel...

Um africano crucificado

Marcelo faz justiça

Quem é que anda a fazer b...

Ceuta por Manuel Alegre

O sósia de Manuel Alegre

A benta entrevista

Em defesa do nosso patrim...

a navalha do sindicalista...

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds