Domingo, 13.08.17

Um dia fui fazer um negócio com uma cacique. A gaja estava possessa e não parava de insultar a Drª Manuela Moura Guedes, pelos programas que fazia arrasando o Pinto de Sousa, no caso Freeport.

A Manuela acaba de contar como a impediram de investigar o caso Siresp, onde o Costa fez um contrato com a tropa laranja do BPN

manuela.png

Seria mais agradável estar aqui a publicar coisas de história abrantina, mas urge defender esta terra.

'' O relatório mostra que durante o incêndio de Agosto de 2016, nos concelhos de Abrantes e do Sardoal, o sistema de comunicações de emergência teve um problema e a situação só foi normalizada ao fim de 17 horas'' (Rádio Renascença).

Esta situação foi denunciada pelo Presidente do Sardoal, Miguel Borges e ninguém lhe ligou nenhuma.

Agora, nestes fatais fogos de 2017, o Siresp voltou a falhar em Abrantes, segundo afirmou a porta-voz da Protecção  Civil- Patrícia Gaspar.

ma

PS-Quando é que os medias publicam o comunicado da CDU????



publicado por porabrantes às 15:03 | link do post | comentar

Domingo, 30.03.14

 

http://www.ionline.pt/artigos/mais-lifestyle/manuela-moura-guedes-ainda-levei-uns-pontapes-dos-mrpp-numas-rgae-dei-alguns/pag/-1

 

 

Logo se houver tempo editaremos a entrevista anotada.

 

Quem é a política abrantina que odeia duma forma fóbica e histérica Manuela Moura Guedes pelas perguntas que fazia a Sócrates???

 

MA



publicado por porabrantes às 11:14 | link do post | comentar

Sexta-feira, 10.06.11

Transcrevemos com a devida vénia do Correio da Manhã esta crónica da 

 

 

Manuela Moura Guedes

 

 

A voz do dono

Nesta fase de pousio, de análises a culpas passadas e comportamentos futuros ficou de fora um dos responsáveis pela situação a que o País chegou - o jornalismo português. Sempre fui pela atitude de contra-poder, no sentido de estar vigilante, atenta aos abusos, de exigir responsabilidades...um ‘cão de guarda’.

  • Por:Manuela Moura Guedes, Jornalista

 

 

 

Qualquer que seja a cor do poder, deve ser assim. E é, nos países democráticos. Em Portugal, não. A comunicação social foi cúmplice do Governo e alimentou-o. Foram os jornalistas que construíram Sócrates para lá do impensável. Foram pondo de lado tudo o que lhe era incómodo e levaram-no a sério como candidato sem o questionarem, mesmo quando se provou que deixou este País na falência para sua sobrevivência política. A pergunta sobre os processos na noite das eleições é uma vergonha, porque é feita a um vencido. Porque devia ter sido feita há um ano atrás, como muitas outras que não fizeram. Eram do mais elementar senso comum os juízos feitos a Sócrates. Foram apelidados de oposição e campanhas negras silenciados com o acordo da classe, porque o jornalismo português cola-se ao poder, baba-se com o poder. E não parece que mude. Eu, por mim, continuarei a morder as canelas de quem passa...em guarda!

 

posto por adérito abrantes

 

ps- O que diz a Manuela aplica-se ''ipsis verbis'' à imprensa abrantina, em especial à folha do seminarista, como é que se chama?

 

Tenho de perguntar na CMA, porque é o recordista em subsídios recebidos pelas gazetas. É natural em vez de pedir dinheiro à mulher, pede à....

 

CHEFA........



publicado por porabrantes às 15:43 | link do post | comentar

Sexta-feira, 01.04.11

 

 Quarto Poder

O País Socratino

 

 

Por:Manuela Moura Guedes, Jornalista

 

 

 

Só há uma de três razões para isto: 1 – Sondagens marteladas, mal feitas. As discrepâncias têm sido tão grandes que ou os inquiridos mentem ou alguém mente por eles. 2 – Um terço dos portugueses precisa do PS para fazer a sua ‘vidinha’. São os ‘boys’ em sentido alargado, a rapaziada e a família que em seis anos e meio foi povoando tudo o que era lugar de nomeação. Juntem as empresas públicas, as municipais, institutos, fundações, comissões, observatórios, grupos de trabalho. Multipliquem pelos agregados e vejam o exército de gente que depende deste Governo. Percebe-se também porque é que os socialistas acham tão ‘úteis’ estes organismos que deviam ter o seu PEC – Plano de Exterminação Completo. 3 – Os portugueses não têm solução. Não resistem a um bem-falante. Pode mentir, desgraçar-lhes a vida, mas vão atrás. Foi assim nas ultimas eleições. Se repetirem a dose, então merecem morrer de fome!

 

in Correio da Manhã



publicado por porabrantes às 13:57 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

António Costa e a negocia...

Leia uma grande entrevist...

A voz do dono

O País Socratino

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds