Quinta-feira, 03.08.17

Criticou-se aqui várias vezes algumas declarações da Tânia Sousa.

tània.jpg

folha gratuita

 

Mas não se colocou nunca em causa a necessidade de fazer algo pela integração da(s) comunidade(s) cigana(s) abrantinas.

A CMA entendeu fazer esse esforço através duma mediadora cigana, paga pelo Governo.

Quando terminaram as circunstâncias contratuais que garantiam o apoio vindo do Alto Comissariado para as Migrações, através do POPH -Programa Operacional de Potencial Humano, era obrigação assumida pela CMA manter a mediadora cultural.

Porque: (..) '' como está explícito no seu regulamento, exigia-se por parte dos municípios uma garantia de sustentabilidade, para permitir a continuidade do mediador municipal e o exercício das suas funções após a conclusão do projeto. Pressupunha-se então o gradual aumento do comprometimento e responsabilidade financeira dos parceiros do Projeto até à sua conclusão.''. (...)- disse o Alto Comissariado.:

Aparentemente a CMA violou o regulamento, enquanto outras autarquias o cumpriram, mantendo os mediadores.

Tinha possibilidade a CMA, através do Programa Operacional para a Inclusão Social e Emprego (POISE),  de se candidatar para receber financiamentos para criar novas equipas de mediação.

Ou concorreu e viu a candidatura chumbada ou não concorreu e deixou o projecto de inclusão a meio.

Ninguém acredita que faltaram ao caciquismo meios financeiros para o projecto, porque delapida fundos a torto e a direito em projectos absurdos.

Portanto faltou vontade política de trabalhar pela inclusão e sobrou irresponsabilidade para deixar pessoas em barracas, vivendo em circunstâncias infra-humanas.

s.macário 5.jpg

Acampamento de S.Macário (foto Cidadão Abt)

 

Isto tem dois rostos, a cacique, chefe da banda...

cacique.jpg

e a Vereadora Celeste Simão

celeste simão.jpg

responsável pelos ''pobrezinhos'', como diz a amigalhaça de certo clérigo....

Para acabar com as dúvidas, reproduz-se o comunicado (2015) do Alto Comissariado:

   

''No seguimento da notícia da Agência Lusa, com o título "Câmara de Abrantes critica fim do projeto de integração da comunidade cigana", o Alto Comissariado para as Migrações (ACM) divulga Comunicado.
 

 

 

mn



publicado por porabrantes às 10:26 | link do post | comentar

Quinta-feira, 12.09.13

 

Dizem-me que esta foto  (que raptámos ao Flávio Areias devido ao seu valor documental ) pode representar:

A) Os Correios onde se pagam os chequezinhos das pensões, RSI, etc......, também servem (os correios) para comprar selos, mandar  e receber cartas (por exemplo se eu mandasse uma carta à Dona Tânia a perguntar qual a percentagem de residentes em São Macário que recebe RSI, tinha de meter a carta aqui), e ainda para comprar acções dessa porcaria da privatização dos correios.

 

B) Um veículo AUDI de gama médio-alta donde sai uma  mulher em traje regional zíngaro. Será a proprietária?

Pode não ser...

O carro pode ter sido emprestado, alugado, etc...

C) Segundo os etnólogos e estudiosos do papel da mulher na transmissão da cultura esta desempenha um papel crucial na manutenção dos valores da comunidade, transmitindo o uso de elementos arcaizantes como é o caso deste traje regional ( próprio da comunidade de São Macário), os tabus (como o valor da virgindade, segundo referiu a antropóloga Tânia), os hábitos alimentares atípicos ( a proibição de comer carne de porco, por exemplo, entre judeus e muçulmanos). 

D) Que terá ido a mulher fazer aos CTT?

Deixo uma hipótese. Enviar uma carta a Maria do Céu Albuquerque, protestando pelo facto do cargo de mediadora cigana ter sido atribuído sem concurso público,  

 

 privando os outros cidadãos/ãs da oportunidade de desempenhar o cargo. Em democracia a igualdade de oportunidades, a Igualdade face à Lei é a regra, em Abrantes a Tânia tem mais direitos que as outras ciganas. 

Está visto que a senhora do traje regional foi aos correios exercer o seu direito cívico de protestar. Deve ser isso..... 

 

 MA

 



publicado por porabrantes às 09:31 | link do post | comentar

Quinta-feira, 27.09.12

A moral ainda é sólida e tradicional neste concelho. Para impedir a dissolução de costumes e que as ciganas casadouras ''percam os três'', a Céu gasta dinheiro municipal.

 

 

Em terras ignotas, lá para a Galiza, também continuam vigentes os costumes de defesa dos ''três'', ignorando nós se a Câmara de Vinhais (que administra o bocado de terra galega chamado Lagarelhos) tem uma mediadora galega para convencer gajas rosqueiras como a Edite a que não abram as pernas em cima dum monte de palha ao primeiro almocreve maragato que por lá passe.

 

 

O cronista abrantino, sr Filipe Nortadas Pereira, grande amigo do sr.dr. Armando Fernandes, que manteve com ele uma polémica sobre as ''favas aporcalhadas'' disserta aqui na ''Nova Aliança'' sobre o comércio sexual em Bragança ( com a benção do Sr. Cónego e da D.Ana Graciosa) e da importância da virgindade.

 

 

 

 

 

http://ni-entreamigos.blogspot.com.es/2012/03/perder-os-tres.html

 

 

 

Não vamos dar mais pataco aos hábitos indígenas galegos e ao facto de obrigarem as gajas bonitas a andarem com um colar ao pescoço com atestado de virgindade.

Já o Abade de Baçal dizia (e não vou dizer agora o que disse sobre o Buiça) que eram uns primitivos.

Quanto ao Abade de Lagarelhos era uma besta.

 

A  CMA diz que ganhou um prémio da Igualdade, sobretudo graças a ter uma mediadora cigana. a D.Tânia,

 

 

 

que inseriu a sua intervenção cívica na defesa da virgindade, supomos que em colaboração directa com o Arcipreste e a Dona Ana Soares Mendes, e com o  trabalho desenvolvido com a comunidade cigana e pela ''virgindade'' apostólica, na pia gazeta dos tótos do Opus Dei.

 


Os fundamentalistas católicos como a fidalga Soares Mendes, os do Opus, o Graça das heranças e o Anacleto estão obcessionados com o sexo!!!!!  



Onde defenderam a etiquetagem galega das virgens, certamente como a das vacas que levam nas orelhas uma etiqueta para atestar as suas qualidades.

 


 

 

 

 

As premissas teóricas da luta camarária pela virgindade cigana está aqui reproduzida e o prémio está aqui noticiado http://www.entroncamentoonline.pt/portal/artigo/abrantes-distinguida-com-o-pr%C3%A9mio-%E2%80%9Cviver-em

 

 

Parece que o prémio se refere à igualdade e a CM diz que o ganhou entre outras parvoíces inúteis graças à ''  Mediadora municipal e o trabalho desenvolvido com a comunidade cigana,''  ou seja ao....




combate anti-coito pré-nupcial



nas jovens ciganas.



Combate contra isso,mas apoio aos casamentos forçados de menores, coisa proibida por lei e que dá cana.



Miguel Abrantes * e **


*partidário do envio de metade dos ciganos abrantinos para o seu local de origem, Bragança


** Jacobino: quem obriga adolescentes a casar, só tem um destino, a  cadeia

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 08:58 | link do post | comentar

Quinta-feira, 05.04.12
f.gratuita
Tânia, a defensora da escravatura feminina no gheto
O Cidadão abt disse sobre A integração cigana na Quarta-feira, 4 de Abril de 2012 às 13:45:

     

Impor o companheiro ao outro, casar em menor idade, fazer prova de virgindade, fazer voto de castidade e um sistema imposto de clã patriarcal, remeter as funções da mulher para terceiro plano, cingindo-a às lides domesticas...

Na autarquia abrantina reside uma enorme contradição, falta de senso e hipocrisia no que concerne à implementação da igualdade do género... 

Por um lado, prostrados atrás dos caixotes, os vereadores promovem a igualdade do género e por outro, fomentam a minoria étnica da cultura cigana, aceitando de bom grado a subjugação e humilhação da mulher tal e qual é descrita pela mediadora que cá o Cidadão não se recorda ter encontrado como candidata de qualquer lista politica para as eleições autárquicas!

Venha a nós o vosso € e mái nada!

 

 

 

Olá Cidadão!

 

Todos queremos a mulher como cidadã e não como escrava!

 

Stella Art Foundation

 

Quando digos todos, digo quem se orgulha das conquistas de 1789!!!!

 

 

Quando digo todos, digo quem está contra a deriva comunitarista!

 

 

Porque já vi gajos, como o ex-Primaz anglicano Ramsey, muito progressista, 

 

 le monde

defender que a sharia deve aplicar-se aos muçulmanos na livre Inglaterra.

 

 

Essa é a lógica da gurka, a lógica de Isilda Jana e de Tânia Sousa.

 

Aparentemente.....

 

Porque como tu dizes a lógica da chefa é apenas o

 

 

P$ 

 

 

MA



publicado por porabrantes às 12:52 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Como a CMA abandonou a in...

O traje regional e os dir...

CMA ganha prémio por defe...

Tânia, a defensora da esc...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10

21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds