Sexta-feira, 05.07.19

Na inauguração do mercado em 1933 uma gentil menina foi dar flores ao Prof Manuel Rodrigues e ao Caldas, Ministros da Justiça e Interior.

Era Maria de Lurdes Caldeira de Mendanha, ou seja esta pequena

maria de lourdes caldeira de mendanha

que está à porta do Solar Mendanha, em Alvega.

O solar de Galhardo de Mendanha, o fidalgo que arrastou Pombal pelos tribunais.

ma

oferta dum amigo de Alvega à Tubucci



publicado por porabrantes às 20:22 | link do post | comentar

1933, o integralista Martins de Carvalho aproveita a inauguração do mercado para insultar os Moura Neves e o resto da ''cambada''

inauguraçao mercado martins carvalho

 

créditos: dr.Joaquim Ribeiro com a devida vénia

mn

 



publicado por porabrantes às 16:12 | link do post | comentar

Terça-feira, 02.07.19

ana chambel

Agradecemos a Ana Chambel Dias o destaque dado a este post.

A Ana é Vice-Presidente (com o António Lopes) do PSD de Abrantes e uma magnífica militante da causa da defesa do nosso património.

mn



publicado por porabrantes às 21:15 | link do post | comentar

Domingo, 30.06.19
Terça-feira, 10 de Abril de 2018

Depois da ASAE ter fechado a pocilga que a D.Céu tinha no histórico mercado  diário abrantino, grande obra de António Varela, tiveram de improvisar locais para meter os comerciantes.

Vaí daí surgiu este curioso negócio:

 

Quinta-feira, 24.02.11

REUNIÃO DA CÂMARA DE 21/2/11 (extracto V)

PONTO Nº7 - ESCRITURA DE COMPRA DO R/C DTO DA RUA LUÍS DE CAMÕES 

 

----------------------------------------------------------------  

 

Nº 7 - Proposta de Deliberação da Presidente da Câmara, remetendo, para aprovação, a minuta da escritura de compra e venda, a celebrar entre Isidro Marques Ribeiro, na qualidade de sócio-gerente da sociedade “Construforte – Sociedade de Construções e Empreitadas, Limitada e o Município de Abrantes, referente a um prédio urbano, designado por fracção A, correspondente ao rés-do-chão direito, destinado a comércio e/ou serviços, do prédio constituído em propriedade horizontal, sito na Rua Luís de Camões, número 42, com superfície coberta de cento e cinquenta e três metros quadrados, inscrito na matriz sob o artigo 1410-A, descrito na Conservatória do Registo Predial de Abrantes sob o número 00701-A, pelo valor de 199.000,00€ (cento e noventa e nove mil euros).

 

DELIBERAÇÃO: A proposta foi aprovada com os votos a favor dos vereadores eleitos pelo PS e do vereador eleito pelos ICA e o voto contra dos vereadores eleitos pelo PSD''

 

(devida vénia à Coluna Vertical)

 

vai lá dentro

o bunker que faz as vezes de mercado diário e do qual muitos abrantinos pedem a demolição numa proposta do Orçamento Participativo 

 

 

Como se pode encontrar com facilidade na net, o Isidro era alegadamente gerente de Solar Azul,  empresa em dificuldades e parceira da CMA no estranho negócio do Milenium, posto em causa pelo BE, em sede de A.Municipal....

 

Olhando para o valor pago pelo rés do chão da rua camoniana, 190.000 € (!!!!) e os preços praticados no mercado, teremos de concluir que em época de crise aguda do mercado imobiliário ...a Construforte fez um grande negócio....

 

 

ma



publicado por porabrantes às 17:41 | link do post | comentar

Sábado, 29.06.19

65304668_2397594273612110_6461305588436434944_n

 



publicado por porabrantes às 21:46 | link do post | comentar

Sexta-feira, 28.06.19

carlos mira

Flores do sr. Carlos Mira. Abrantes agradece

ma 



publicado por porabrantes às 19:45 | link do post | comentar

Quinta-feira, 27.06.19

mercado florido

 
13 horas 
 
 
A PREPARAR MAÇÃO 
OLHANDO ABRANTES COM PREOCUPAÇÃO

Meus queridos e saudosos Eduardo Campos, António Bandos, Manel Dias, Zé Bioucas, e tantos outros que já nos deixaram, AÍ, onde estais, podeis explicar-me o que está a passar-se pelas bandas da Raimundo Soares, que me deixa, a cada dia que passa, em sobressaltados suores?!
Que é feito dos valores da JUSTIÇA, agora dos valores da MEMÓRIA, para que quem nos conduz os dias, pareça estar a rebolar, imparável, levando tudo e todos adiante, numa escalada impante, que só parece ter como destino final o afogamento político num Tejo fatal?!

Não foi de grande monta o desinteressado contributo que dei e sempre que do assunto me acerco, sobem-me uns calores à fronte só de imaginar os raios e coriscos que ouvirei, mas não sei, parece que as coisas não eram assim, nem é de mim que interessa falar mas somos tão poucos, parece, a saber do que, então, fomos capazes.. ..
E se fomos capazes, raio.
 
 
devida vénia António Colaço


publicado por porabrantes às 09:08 | link do post | comentar

Quarta-feira, 26.06.19

laurinda domingos

A Senhora D.Laurinda Domingos foi a primeira pessoa a iniciar o protesto cívico contra a demolição do mercado, alma da nossa identidade, que os caciques e o PS da dupla Valamatos/Antunes querem demolir!!!

Um gesto valente e uma prova de amor à nossa terra.

ma

foto Amigos do Mercado/D.Laurinda com a nossa vénia   



publicado por porabrantes às 19:47 | link do post | comentar

64895818_2387077231330481_196021701799051264_n (2)

Os amigos do Mercado de Abrantes vão florir este monumento no dia 1 de julho para protestar contra o abandono dum edifício histórico e contra a intenção caciquista de o demolir.

mn 

 

 


publicado por porabrantes às 13:10 | link do post | comentar

Segunda-feira, 24.06.19

 

 

''Mais, raiando a chantagem, se não aparecer nenhum projecto que agrade ao PS, a culpa da demolição ainda vai recair sobre quem não deu ideias! É inadmissível continuarem a assumir que o Mercado Diário não tem nenhum valor intrínseco e precisa de projectos para se manter de pé. Para o PS, primeiro os projectos, depois a salvação;''

 

mercado azulejos

 

 

Mercado Diário - Resposta BE a Moção PS - Assembleia Municipal de Abrantes

BLOCO ESQUERDA ABRANTES·JUEVES, 20 DE JUNIO DE 2019

19 de Junho 2019
ORDEM DO DIA

PONTO 13 – MOÇÃO PS

MERCADO DIÁRIO

- A bancada do PS apresenta uma moção para clarificar a sua posição relativamente ao Mercado Diário. Começa bem por nomear acertadamente o edifício, este é que é o verdadeiro e único, o nosso Mercado Diário, reconhecido como tal pelos Abrantinos! Mas sobre o conteúdo da moção, não entende a bancada do BE qual a clarificação pretendida pela bancada do PS, pois o que aqui colocam por escrito é a mesma posição já assumida em sessões anteriores, clara desde sempre e sem nada acrescentar;

- Resumindo, querem colocar como ónus para a salvação do edifício, não o seu valor patrimonial e identitário, mas sim ideias de projecto, ideias que ainda por cima são pedidas para a oposição e sociedade civil. Mais, raiando a chantagem, se não aparecer nenhum projecto que agrade ao PS, a culpa da demolição ainda vai recair sobre quem não deu ideias! É inadmissível continuarem a assumir que o Mercado Diário não tem nenhum valor intrínseco e precisa de projectos para se manter de pé. Para o PS, primeiro os projectos, depois a salvação;

- Que fique bem claro que o BE é contra a demolição e a favor de uma classificação de imóvel de interesse municipal, o que, ao contrário do afirmado na moção do PS, não impede intervenções futuras no edifício, apenas protege os elementos que forem objecto de classificação. Mais, tanto a classificação como quaisquer decisões sobre posteriores intervenções ficam sempre na alçada de decisão desta Assembleia Municipal. Para nós, primeiro a salvação, depois os projectos;

- A responsabilidade de manter e proteger o património municipal cabe à Câmara Municipal, a ninguém mais. Isso não esta a acontecer no caso do edifício do Mercado Diário, pois é evidente o estado absolutamente vergonhoso em que se encontra, mesmo após reiterados apelos, feitos tanto nesta Assembleia como por vários cidadãos, para a sua manutenção. Nem para as festas da cidade lhe “lavaram a cara”, atitude que muito contribui para esvaziar de consequência esta moção.

Para nos dar alguma confiança sobre as suas boas intenções neste assunto, o PS devia preocupar-se primeiro com a conservação urgente, para depois falar de responsabilidade;

- Esta moção clarifica a posição do PS, sim, mas, ao contrário da esperança de muitos abrantinos, não traz nada de novo para a revogação da demolição; continua sem reconhecer nenhum dos valores do nosso Mercado Diário de Abrantes, sejam identitários, patrimoniais, históricos, arquitectónicos, sentimentais; não evidencia qualquer acção nem intenção no sentido da preservação nem na travagem do estado deplorável em que se encontra actualmente o edifício;

- Face ao exposto e lamentavelmente, apenas nos deixam a opção do voto contra.

Abrantes, 19 de Junho de 2019
Bloco de Esquerda de Abrantes,

Pedro Grave Joana Pascoal



publicado por porabrantes às 01:00 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A gentil menina do mercad...

Saraivada de insultos no ...

Deveres de Cortesia: O Me...

NEGÓCIOS À PALA DO MERCAD...

Defender a herança de Abr...

Flores para um monumento ...

Abrantes, Mercado Florido...

Uma florida insurreição c...

Em defesa do Património

Mercado Diário : Bloco ac...

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10


19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds