Sexta-feira, 03.05.19

 

 
Ana Chambel Dias
 

Quando falo em mini "ditaduras" dentro de um sistema democrático.
A aprovação da demolição do antigo mercado diário foi aprovada em 2017. Desde aí, abaixo assinados se seguiram, a exposição de opinião da comunidade do concelho na comunicação social não deixava dúvidas, grupos cívicos foram criados, sempre manifestando a defesa da manutenção do edifício e sua requalificação. Foram apresentadas propostas de solução em Assembleia Municipal, pelos diversos partidos da oposição...Mas este é o típico processo político em Abrantes. Vinto de sucessivos executivos PS, que com maioria nas eleições, se habituaram a tomar decisões por capricho e por capricho também, a mantê-las. Não levando em consideração a vontade da comunidade. Esquecem-se que destruindo espaços simbólicos da identidade de uma população, estão a retirar a própria identidade à cidade que tanto dizem querer revitalizar. A prova dessa revitalização está na rua... A cidade morre a cada dia, mas parece que o capricho tolda a visão a alguns''

 

com a devida vénia transcreve-se este post da Ana Chambel Dias, ex-deputada municipal PSD e actual vice-presidente da CPC dos laranjas

O título é nosso



publicado por porabrantes às 18:02 | link do post | comentar

Quarta-feira, 01.05.19

 

 

 

 

Este vídeo, produzido pela Tagus, apesar dos erros históricos evidentes, que constam do guião e que o ''locutor'' papagueia acriticamente, mostra como era o Largo, antes da cacique, acolitada pelo Valamatos, Celeste, Rui Serrano e restante tropa, o terem prostituído.

Diz o guião, que em 1 de Maio de 1974 uma multidão se manifestou aqui a favor da República.

A dita  foi instaurada a 5 de Outubro de 1910, mas, para esta ignara gente, o povo que festejava a queda do fascismo, protestava contra D.Manuel II.

Também dizem que foi D. Pedro II que reconheceu a ''importância estratégica da vila'', ora D.João I quando aqui concentrou tropas para marchar para Aljubarrota, já o tinha feito.

O vídeo mostra como as muralhas mandadas erguer por D.Pedro II, na sequência da Guerra da Restauração e no meio da de Sucessão de Espanha, foram arrasadas por esta cacique.

cacique 2

Para erguer o bunker.

Entre os que apoiaram a obra estava o Valamatos e a Celeste e a maioria PS que tem deixado um lastro de vandalização do património de Abrantes, obsceno e ignaro.

manuel valamatos - copia

Como são novos-ricos também tiveram de destruir o jardim em frente do Tribunal e o edifício do Turismo.

E deixam cair o mercado, para construir uma rotunda, apesar da parte sã e culta da população abrantina se opor. Isto é a maioria dos abrantinos (que são cultos) opõe-se a uma horda de incultos.

ma 



publicado por porabrantes às 12:05 | link do post | comentar

Terça-feira, 16.04.19

Com a devida vénia reproduz-se um post da ex-deputada municipal PSD Ana Chambel Dias, uma das vozes mais interventivas em defesa de Abrantes:

 
Ana Chambel Dias está en Abrantes.
13 de abril a las 12:25

Proposta de soluções para um edificidio tão respeitado e querido pelos Abrantinos, contrariando o desfecho em papel de ser demolido para um " alargamento das faixas de trânsito", mesmo que isso não represente a vontade da população. - de José Rafael Nascimento

Parece que a democracia é assim não é? Logo, um executivo que tem maioria absoluta há anos, decide por si, pela sua vontade e capricho. Não importa a importância (passo a redundância) do edifício para a comunidade e a i.dentidade social de todo um concelho que ele encerra, não importa toda uma oposição unida, há já 3 anos, a dizer NÃO à demolição do antigo mercado diário, não importam abaixo assinados pela concelho nem movimentos da comunidade civil para impedir. Sabemos, em Abrantes, que se o executivo quer, os Deputados Municupais votam (nem ousam questionar) e a decisão é tomada.
Em sede de AM, dirigi-me à Sra Presidente, a agora Secretária de Estado, pedindo-lhe que, pelo menos uma vez, nos seus 9 anos de presidência, fizesse aquilo para que foi eleita e OUVISSE a opinião da população, fosse procurar entender as razões que nos fazem não desistir de encontrar formas de impedir esta decisão. Empurrou com a barriga para depois das autárquicas desse ano, 2017,como sempre fez a tudo o sentia que a podia ameaçar num resultado.
Pois parece que neste caso a população está a ser "teimosa", Estamos a ser Teimosos! O que muito me orgulha enquanto Abrantina.

"A relação dos abrantinos com o seu “velho” Mercado tem a beleza e a devoção de um amor maduro e, como todas as belas histórias de amor, deseja-se que tenha um final feliz."

 



publicado por porabrantes às 19:18 | link do post | comentar

Domingo, 14.04.19

Recomendamos a leitura deste artigo do Sr. Dr.  José Rafael Nascimento no Médio Tejo: http://www.mediotejo.net/mercado-de-abrantes-duas-ideias-para-dois-edificios-por-jose-rafael-nascimento/?fbclid=IwAR3g6fsD4UEug65N0RVmc047LssY_V6NiAxGNKHjBCkGMTwhYWwkbuzZVlY



publicado por porabrantes às 09:47 | link do post | comentar

Domingo, 10.03.19

zé vieira

devida vénia ao grande abrantino sr. Zé Vieira

mn



publicado por porabrantes às 13:57 | link do post | comentar

Quarta-feira, 11.07.18

Humberto Lopes, ex-Presidente da CMA,exprimiu, na sua coluna da ''Barca'' de 1-7-2018, a sua censura a uma demolição do Mercado Diário, que é a grande proposta dos socialistas para política urbanística

lopes mercado

 Mais de mil abrantinos recusam essa demolição, num manifesto dirigido aos caciques, que foi discutido na AM.

mercado azulejos

 

mercado azulejos

mn 



publicado por porabrantes às 13:34 | link do post | comentar

Segunda-feira, 30.04.18

colaço 2

colaço 1

 com a devida vénia ao António Colaço e a mesma opinião.

mn



publicado por porabrantes às 12:42 | link do post | comentar

Sexta-feira, 27.04.18

O nosso colega Abrantes na Frente diz que na votação da proposta de defesa do Mercado Diário esteve ausente o vogal da A.M, Bruno Tomás, que lá tem assento indiretamente como P. da maior Junta abrantina.

O Mercado está situado na área dessa Junta.

BT não foi substituído por nenhum outro membro do executivo PS dessa Junta.

Em reuniões da Junta terá sido expressa, a oposição dessa autarquia à demolição do Mercado por parte da Dona Céu e outros furiosos adeptos do camartelo ignaro e pindérico.

Só há uma leitura:

A Junta de Abrantes teve medo de defender a  sua postura na A.Municipal e de desagradar à cacique.

Quem tem medo compra um cão.

Sugerimos à Junta que compre um rafeiro ou peça à Ana Moreira, da ADACA, que lhes faculte um mastim agressivo para meterem numa casota à porta da autarquia.

Assim quando a cacique passar por lá, o perro ladra-lhe e a gaja ficará assustada e talvez reconsidere a demolição.

cacique 3.jpg

 

ma  



publicado por porabrantes às 13:17 | link do post | comentar

Terça-feira, 24.04.18

pft 8.png

Não podemos deixar de apoiar a posição da Tubucci, um clamor cívico condena o crime.

Analfabetos viabilizam o crime.

É obra!

mn



publicado por porabrantes às 18:36 | link do post | comentar

Sábado, 14.04.18
 
 
Daniela Mimoso ha compartido la publicación de TUBUCCI assoc.defesa património região ABRANTES.
· 10 de abril a las 20:52 ·
 

É triste ver a realidade a que o município se tornou, onde para demolições e construções NÃO URGENTES às necessidades da população há orçamentos e para reparações imprescindíveis à vida dos cidadãos (sendo que estes pagam os seus impostos e não vêm as suas necessidades/vontades realizados)!
É demasiado triste ver ao que este município chegou e falando por mim estar com o principal acesso de saída do local onde vivo onde por mais uns tempos passa-se de bicicleta ou barco! Ou então caminhos alternativos mato a dentro óbvio podendo por exemplo ser socorrido em 30 minutos será-se em 45/60 minutos muitas vezes cada segundo crucial!!
Mas bem mal ou menos que no próximo mandato ou no próximo período eleitoral isto seja resolvido!!
Bem haja sra Presidenta destruir é o lema

 
TUBUCCI assoc.defesa património região ABRANTES
9 de abril a las 21:04 ·
 

Razão tinha o saudoso Senhor Professor Doutor Arquitecto Duarte CastelBranco, quando me dizia que "os arquitectos e urbanistas da Câmara de Abrantes eram medíocres":

https://porabrantes.blogs.sapo.pt/demolir-o-mercado-diario-…

porabrantes.blogs.sapo.pt
 
 
agradecemos à Daniela a divulgação deste post
 
mn


publicado por porabrantes às 16:16 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A questão do mercado diár...

Largo 1º de Maio

Em defesa do Mercado Diár...

Leitura do Fim de Semana

Lido no Facebook: Dando c...

Humberto Lopes condena de...

A Abrantes dos mamarracho...

Junta de Abrantes vai com...

Um clamor cívico

Povo comenta página da Tu...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10

18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds