Quinta-feira, 25.04.19

capelão de s

Extracto do decreto da Santa Sé nomeando Monsenhor Carvalheira....Capelão de Sua Santidade (2003)

mn



publicado por porabrantes às 17:26 | link do post | comentar

Domingo, 23.10.16

pide carvalheira.jpg

Se bem me lembro esta carta foi publicada no ''Expresso'' pelo jornalista José Pedro Castanheira.

castanheira.png

retirado do site Xiconha

 

ma



publicado por porabrantes às 19:11 | link do post | comentar

Quarta-feira, 29.06.16

''
 António Velez, deixou um comentário ao post A tela quinhentista da Santa Casa às 21:46, 2016-06-29.

Comentário:
Bem visto. Cada diocese tem o Lelo que merece ! Cá por mim até devia ser um Padre do PS a comentar as declarações de hoje do Ministro das Finanças da Alemanha- o Ródinhas ou lá como lhe chamam na intimidade da UE ; quando diz que precisamos de novo resgate.''

 

O Lelo cá da diocese era este..., muito amigo do

augusto césar.jpg

General Kaulza,  infelizmente Monsenhor Carvalheira

carvalheira.jpg

não chegou a Bispo, aposto que com Francisco chegava.

O processo dele consta no arquivo da PIDE-DGS, ninguém o mandou dizer que não se tratassassem os pretos como gado.

Um abraço ao Dr.António Velez

ma  



publicado por porabrantes às 22:03 | link do post | comentar

Terça-feira, 20.05.14

Faleceu o Arcebispo Emérito de Braga, Primaz das Hespanhas (título usado pela Sé Bracarense desde o longínquo reino suevo) D. Eurico Dias Nogueira.

 

 

Um homem corajoso, frontal, detestado pelo colonialismo, defensor intransigente dos direitos humanos e no caso abrantino um bom amigo do falecido Monsenhor Carvalheira.

 

 

Um homem que defendeu o fim da Diocese de Portalegre  e Castelo Branco, como consta nesta entrevista à Agência Eclesia, cuja leitura se recomenda vivamente.

 

 

''

AE – A reorganização das dioceses em Portugal tem merecido alguma reflexão? Sei que defende uma nova divisão territorial…

EDN – Para já, criava uma, ou melhor, restaurava: Castelo Branco. Entendo que Castelo Branco devia ser diocese porque é a única sede de distrito que não é diocese. Depois ligava-se a Coimbra porque Coimbra quer ser arcebispado. Não tenho nada a opor, até porque Coimbra representa uma região diferente do Minho. Com as dioceses à volta (Viseu, Aveiro, Leiria, Guarda e Castelo Branco) fazia-se a metrópole de Coimbra.

Mas tem a oposição de Portalegre porque entende que ficaria muito pobre e com dificuldades económicas. Abrantes, Sardoal e Mação ficariam em Portalegre e iam buscar a Évora três ou quatro vigararias que estão próximas de Portalegre. A arquidiocese de Évora é enorme e estas vigararias não lhe faziam falta.

 

 

Sobre ele já se escreveu aqui

 

Não vamos repetir o que já se disse.

 

D.Eurico, o Bispo, deixa uma vida que responde por ele.

 

O jurista e Advogado foi este

 

Há dois pormenores que tenho de acrescentar para dois leitores amigos.

 

O Dr.Eurico Dias Nogueira era licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra e ainda era da Ordem Equestre do  Santo Sepulcro. Os moçambicanos recordam-no assim.

 

 

 

 

RIP

 

a redacção



publicado por porabrantes às 21:51 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Domingo, 26.01.14

Nova Aliança

 

A Fundação Mário Soares disponibiliza o arquivo do ex-Padre Felicidade Alves, que foi Pároco de Santa Maria de Belém, chefe de fila da tendência católico-progressista nos  anos 60 do passado século, afastado por Cerejeira, preso pela PIDE-DGS, excomungado, e que terminou militante do PCP.

 

Não vou fazer o relato da vida do P.Felicidade cuja biografia é bem conhecida.

 

Só quero fazer menção do que há de abrantino na correspondência do seu arquivo.

 

Cartas do padre Carvalheira, missionário em Tete a dar conta da sua chegada e pedindo apoio para uma paróquia pobre. Carta do Padre Carvalheira a solidarizar-se com ele, quando o Cardeal Cerejeira o quer afastar dos Jerónimos.

 

A descrição arquivística é esta:

 

Pasta: 07519.092.001Assunto: Carta de um padre missionário remetida de Vila Cabral, Moçambique. Menciona ter ouvido pela rádio a notícia da destituição de Felicidade Alves da paróquia de Belém, e manifesta o desejo de que este não se afastasse do sacerdócio.Remetente: Padre G. CarvalheiraDestinatário: José da Felicidade AlvesData: Sexta, 8 de Novembro de 1968Fundo: DFL - Documentos Felicidade AlvesTipo Documental: CorrespondenciaPágina(s): 1

 

http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=07514.080.001

 

E curiosamente uma carta e um cartão subscritas por D.José Mesquitella e esposa, manifestando-lhe a sua solidariedade.

http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=07504.080.001#!2

 

 

Nenhum dos mencionados residia então em Abrantes. Moral da história: não havia católicos progressistas nesta cidade. Só apareceram no dia 26 de Abril de 1974.

 

Monsenhor Carvalheira depois duma dilatada carreira, foi pároco (já reformado) de Rio de Moinhos. Sempre igual a si próprio....sensato e ao Serviço de Deus e dos Homens.

 

Por curiosidade também há lá uma carta de D.António Ferreira Gomes, o exilado Bispo do Porto, comparando a sua situação de expulso de Portugal com a expulsão do P.Felicidade de Belém.

 

E ainda cartas de Salgado Zenha, Mário Soares, António Alçada Baptista, Nuno Teotónio Pereira, Luís Moita, etc mas isso já era de esperar....

 

MN  

 



publicado por porabrantes às 18:40 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Domingo, 22.04.12

 C.Manhã

 

D.Eurico Dias Nogueira, Arcebispo de Braga e Primaz das Espanhas (resignatário)

 

 

 

 

Igreja “esteve calada” sobre casos de pedofilia  

 

Meu caro Dom Eurico, 

 

Era Lourenço Marques e a ditadura. Tinha sido Wyriamu e a tropa colonial tinha chacinado homens, mulheres e crianças numa aldeia perdida. Com os requintes de sadismo próprios de uma horda de selvagens. Mas a ''horda'' era comandada por oficiais com galões saídos da Academia Militar dum país civilizado. Portugal.

Não eram as milícias de pretos enquadradas pela PIDE, que aliás se bateram com denodo e valentia ao Serviço de Portugal e que depois recrutadas pela secreta sul-africana e pelos rodesianos do herói da RAF, Ian Smith, deram origem à Renamo e que encostaram às cordas a Frelimo. Aqueles a que Samora chamava ''bandidos armados''.

Daquela vez houve parte da Igreja que não se calou e que protestou. Missionários portugueses e estrangeiros denunciaram o crime. Alguns Bispos moçambicanos. . ....

E o Bispo da terra onde se fizera o massacre, onde correra o sangue das vítimas, onde a tropa violara mulheres e matara bebés com uma selvajaria que faria o Marechal Rommel encostar os criminosos a uma parede e fuzilá-los por desonrarem a bandeira alemã, ficou calado. Ambos sabemos como se chama.

 

Augusto César, tiro-lhe o Dom que é para os Grandes de Portugal ......

 

Jazia um missionário na cadeia em Lourenço Marques por denunciar a façanha e queriam julgá-lo. O seu Bispo estava calado. Não houve um Advogado capaz de o defender. E era ornamento da barra da terra Almeida Santos!!!!

 

 bragançamothers

 

Aquilo não era uma barra de uma terra portuguesa. Era já a barra maputense.

 

E houve um Bispo de Angola,  o Bispo de Sá de Bandeira (Lubango). Chamava-se D.Eurico Dias Nogueira. Fora Advogado. Estudara em Coimbra. Distinguira-se no apoio a D.António Ferreira Gomes quando o nosso Venerando Colégio Episcopal se calava, cúmplice, quando o Ditador impedia Dom António de regressar a Portugal. Chegou-lhe a notícia de Moçambique e uma carta do padre abrantino Carvalheira.

 

D.Eurico Dias Nogueira apanhou o avião, desembarcou em Lourenço Marques e foi ao Palácio do Governador Geral. Disse-lhe : se nesta terra não há Advogado capaz de defender o missionário, eu dispo já a farda de Bispo e visto a beca outra vez.

Já não era D.Eurico, o Bispo, mas o dr. Eurico, Advogado.

 

O capataz colonial, o comandante-chefe e o Ministro do Ultramar borraram-se e o missionário foi libertado.

 

 

Contou-me a história o nosso comum  e falecido amigo Monsenhor Carvalheira

 

 Nova Aliança

 

 

 

Um homem a quem o Cardeal Lustiguer, um judeu, cujos pais morreram nos campos de concentração nazis, fez Monsenhor em Paris.

 

As suas declarações ao Correio da Manhã são a prova de que o D.Eurico que um dia, nas margens do Índico, foi capaz de meter na ordem uma pandilha de cobardes, assumindo-se como o dr. Eurico, Advogado, continua igual a si próprio.

 

 

Metendo na ordem uma pandilha de fariseus.

 

Deus o abençoe......pelo Serviço que fez à Igreja de Portugal.

 

Marcello de Noronha 



publicado por porabrantes às 12:42 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Domingo, 07.08.11

 

 

 

 

 

No Mirante, haverá uns meses

 

 

 

 

 

 

  

 

uma empregada da Casa de Santa Zita mandou-nos este recorte e pediu-nos a sua publicação em memória de Monsenhor Carvalheira que foi assistente nacional da Casa de Santa Zita.

 

Dada a minha amizade com o preclaro sacerdote, homem de bem e de cultura, amigo do Cardeal Lustiguer, filho de deportados judeus mortos pela canalha nazi nos Lagger, resistente anti-fascista e anti-colonialista, não o posso recusar.

 

Laos Deos

Marcello de Noronha, da Obra 

 

 



publicado por porabrantes às 15:26 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Capelão de Sua Santidade,...

Dia do Senhor: PIDE-DGS i...

Um Lelo prá Diocese

O Arcebispo que defendeu ...

As cartas de Monsenhor Ca...

O Dr.Eurico, o Advogado.....

o processo do ano

arquivos

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds