Quarta-feira, 16.04.14

.

 

 

 

 

 

Na casa cor-de-rosa, de risco de Raul Lino, construída de raíz para a família Motta Ferraz, teve placa episodicamente o Advogado sardoalense Lúcio Sigalho, nos anos 60 do século passado. Depois passou a Moçambique onde teve papel destacado nos acontecimentos que se produziram durante aquilo a que o MFA liderado por Vítor Crespo, chamou ''descolonização exemplar''  e que não passou duma bandalheira.

Aquilo que o MFA e o Crespo fizeram face à Frelimo, melhor se chamaria.....

 

 

 

RENDIÇÃO EXEMPLAR

 

 

Lúcio Sigalho era um homem próximo a Jorge Jardim que reinava na Beira. Por isso para ilustrar o post vai o livro célebre do agente secreto preferido de Salazar.   

 

 

O Dr. Lúcio Pereira Sigalho, filho de Francisco Sigalho e de Rosária dos Santos,  nasceu na freguesia de Alcaravela, concelho de Sardoal, a 6 de Dezembro de 1934 e depois de Moçambique fez nova vida no Brasil, embora por cá tenha aparecido alguma vez.

 

O Dr.Pacheco Pereira desencantou uma carta dele a Francisco Costa Gomes, Presidente da República, que constava dos Arquivos de Conceição Monteiro, que foi a dedicada Secretária de Sá Carneiro, e depois infelizmente cavaquista assanhada.

 

É uma vergonha para os laranjas que os Arquivos do partido, com as actas e apontamentos de reuniões cruciais durante o PREC, quase estivessem a ir para o lixo. Mas o laranja básico é assim, como o chefe Cavaco. É capaz de andar a insultar pelo facebook a Fundação Mário Soares, que preserva o espólio da Esquerda Portuguesa e deixa ir parar ao lixo os papéis de Sá Carneiro.

 

Dada a importância da carta do Dr.Sigalho, publica-se de seguida, com a devida vénia:

 

       

 

 

 

 

 

 

 

Também encontram o Dr. Sigalho neste artigo do Spieguel. Ponham o alemão em acção.

 

Há algum exagero no que diz o Dr.Sigalho????

 

Não há, foi exactamente assim.

Finalmente quem procurar como eu, coisas sobre o Dr.Sigalho na net, encontra um aviso dos tribunais que querem contactar com ele.

 

Ora pela informação que tenho, o Advogado do Sardoal entregou a alma ao Criador em 2002. Pode o Sr. Doutor Juiz oficiar aos Registos Centrais que talvez lá esteja (com sorte) a certidão de óbito.  

MN

 

créditos: foto da casa Motta Ferraz : Eduardo Castro

carta do dr.Sigalho: Ephemera do Dr.Pacheco Pereira 



publicado por porabrantes às 18:23 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Sábado, 11.12.10

No Estoril foram classificadas pelo IGESPAR 3 casas de Raul Lino, como IIP- Imóveis de Interesse Público, diz o Público.

 

 

 

 

E em  Abrantes, onde há uma série de obras de arquitectura residencial e pública, assinadas pelo Mestre da Casa Portuguesa?

 

Damos uma vista de olhos a algumas delas, sem preocupações exaustivas, até porque as informações disponíveis nas bases de dados públicas são incompletas e em alguns casos erróneas.

 

 

Casa da Família Motta, no gaveto da Rua Luís de Camões. Foto D.G.Monumentos Nacionais

 

(Ficha do IPA PT031401110022. Descrição no IPA: Cecília Matias



Assembleia de Abrantes (1928)

 

Foto D.G.Monumentos Nacionais

 

(Ficha do IPA PT031401110022. Descrição no IPA: Cecília Matias

 

casa Dr. Armando Moura Neves. Actualmente residència Dr. Luis M.N. Fernandes

 

Foto D.G.Monumentos Nacionais

 

(Ficha do IPA PT031401130049. Descrição no IPA: Cecília Matias e Anouk Costa 2007

 

 

Nenhum destes edifícios está protegido, nem sequer como Valor Concelhio e a mesma coisa acontece a outros edifícios de Raul Lino na sede do concelho e nas Barreiras do Tejo.

 

Bem, as Barreiras já são campo e como todo o concelho rural é deixado ao abandono em termos patrimoniais!!!

 

Se alguém quer proteger alguma coisa tem de abrir os cordões à bolsa e tratar do assunto: foi o que fez o eng. Pais do Amaral para proteger o Castelo do Bom Sucesso, hoje I. de Interesse Público.

 

Naturalmente o Cónego não mexeu um dedo para classificar a Vila Maria Amélia.  Pobre Dr. Solano!

 

Por isso dizemos :Obrigado, Senhor Conde!!!! E não temos nada de agradecer ao ex-Presbítero de São Facundo!!!!

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 13:02 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Era uma vez um jurista do...

A classificação das casas...

arquivos

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

jornal de abrantes

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds