Sexta-feira, 25.05.12

  

 

 

Se tiver um mordomo como tinha S.Santidade, Paolo Gabrielle, que parece ser que era o espião que roubava a papelada da Cúria.

 

Também pode acontecer que o porta-guarda-chuvas esteja inocente.

 

 

Vou telefonar ao Relvas a saber.

 

O homem sabe tudo.

 

Posso desmentir que o testamento de Amélia Baeta e mais papelada a publicar me tenha sido dado pela mulher-a-dias da Casa Paroquial.

 

 

Foi uma amiga da Obra.

 

Louvado seja São José

 

 

 

M. Noronha



publicado por porabrantes às 20:06 | link do post | comentar

Domingo, 13.03.11

É bom o Senhor? Se o é, porque permite  barbaridades do mais variado tipo desde os desmandos contra a lógica do Pico, os ataques ao património do licenciado alentejano Carrilho da Graça ou coisas bem mais graves,

 

como os massacres de Kadafi.....

 

 

ou que  hajam canalhas ou incompetentes na UE que pactuam ou fecham os olhos a coisinhas destas???? 

 

Para não falar em tsunamis ....

 

Esta pergunta é essencial na formação dos sacerdotes católicos e os seminários trabalham muito sobre ela.

 

Os da Obra e os outros.

 

Na diocese de Portalegre esta pergunta chegou a ser feita assim aos nossos seminaristas, ''Num exercício perguntou: como pode Deus ser bom e criar os piolhos que tanto nos chateiam? (não posso garantir as palavras do enunciado.)'' conta o prestigiado peticionário

 

IMG_5905.JPGFoto ânimo

 

Dr.Mário Pissarra aqui

 

Rogamos hoje ao Venerável Cónego Graça que responda à questão na homilia dominical.... 

 

Marcello de Noronha, acabado de chegar da missazinha da Obra.

 

Laos Deo

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 11:38 | link do post | comentar

Domingo, 23.01.11

Graças aos protestos da petição, deste blogue e de vários sócios do Cine-Teatro São Pedro foi publicada no Diário da República esta declaracão da D.Maria do Céu:

 

MUNICÍPIO DE ABRANTES

Declaração de rectificação n.º 2175/2010

Inquérito público do projecto de Regulamento de Utilização do Cineteatro São PedroMaria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara Municipal de Abrantes, torna público que, tendo sido publicitado no Diário da República, 2.ª série, n.º 189, de 28 de Setembro de 2010, com o aviso n.º 19202/2010, o projecto de Regulamento de Utilização do Cineteatro São Pedro (ao abrigo do artigo 118.º do Código do Procedimento Administrativo, aprovado pelo Decreto -Lei n.º 442/91, de 15 de Novembro, alterado pelo Decreto -Lei n.º 6/96, de 31 de Janeiro) com imprecisões no preâmbulo e no artigo 4.º, é o mesmo rectificado nos seguintes termos: no preâmbulo, onde se lê «Edifício de traça modernista, da autoria do Arquitecto Ruy Jervis d’Athouguia, o Cineteatro São Pedro, propriedade da Câmara Municipal de Abrantes» deve ler -se «Edifício de traça modernista, da autoria do Arquitecto Ruy Jervis d’Athouguia, o Cineteatro São Pedro, gerido pela Câmara Municipal de Abrantes» e no artigo 4.º, onde se lê «O Cineteatro é um equipamento da Câmara Municipal de Abrantes» deve ler -se «O Cineteatro é um equipamento gerido pela Câmara Municipal de Abrantes».Nos termos do n.º 2 do citado artigo 118.º, poderão os interessados consultar o mencionado projecto de Regulamento na Divisão de Cultura, Museus e Património da Câmara Municipal ou na página da internet (www.cm -abrantes.pt)e sobre ele formular, por escrito, observações ou sugestões, que deverão ser dirigidas à Presidente da Câmara Municipal de Abrantes, através dos meios disponíveis: correio (Praça Raimundo Soares, 2300 -366 Abrantes), correio electrónico (presidencia@cm -abrantes.pt), ou outro, pelo período de 30 dias, contados da data de publicação do presente aviso no Diário da República.20 de Outubro de 2010. — A Presidente da Câmara Municipal, Maria do Céu Albuquerque.

203837824

Diário da República, 2.ª série — N.º 209 — 27 de Outubro de 2010

 

File:Cine-Teatro São Pedro Abrantes 2.jpg

 

Manuel Anastácio-foto Wikipédia

 

Segunda apurámos alguns dos sócios que protestaram continuam à espera duma apresentação de desculpas por parte da edil.

 

Enganar-se está ao alcance de qualquer pessoa, rectificar o erro já é um bocadinho mais difícil mas pedir desculpa é para certas pessoas, pelos vistos, muito difícil.

 

A petição espera ver brevemente no Diário da República a anulação do contrato por ajuste directo ao gabinete de arquitectura do licenciado e cavaquista honorário Carrilho da Graça sob pena de termos de recorrer aos grandes meios para defender a legalidade e o património de Abrantes.

 

Marcello de Noronha, accionista do São Pedro, da Obra*

 

* Como hoje é dia do Senhor e venho directamente do Santo Sacrifício da Missa (Laos Deo) tendo feito o possível para evitar aos  meus ouvidos os maravilhosos trinados do coro sacro que o Maestro Anacleto Baptista dirige, porque acho que a Santa Missa deve ser um sacrifício e os gorjeios deste angelical coro a tornam num prazer celestial, que me afastam os deveres de penitência  a que a Obra e Monsenhor   me obrigam, estou cheio de desejos de perdoar e como bom católico:

 

recordo-me das palavras do Senhor '' Pai, perdoai-lhes que eles não sabem o que fazem'' e do monumental erro do Teatro está a edil perdoada.

 

Agora da falta de apresentação de desculpas e da carrilhada, acho que nem que aparecesse Monsenhor outra vez haveria perdão!!!

 

Está visto que não sou ainda um Santo como o Padroeiro do Pinhal ......



publicado por porabrantes às 18:35 | link do post | comentar

Sábado, 09.10.10

Na Obra temos famílias que deram 2 padres, ou um padre e uma freira quanto muito....

 

A escassez de vocações ataca-nos e por outro lado somos muito selectivos, não somos como os jesuítas coleccionadores de apelidos ilustres, como o Rev.Padre Norton de Matos, S.J

 

Houve tempo em que nas famílias católicas proliferavam as vocações

 

Vejam este exemplo:

 

 

 

Informação não tratada arquivisticamente Informação não tratada arquivisticamente
Código de referência PT/ADBGC/DIO/CDMDRBGC/CE/1/55-372
Título Habilitação de genere de Francisco Xavier de Buiça
Datas 1808
Nível de descrição Documento composto
Dimensão e suporte 1 proc.
Âmbito e conteúdo
Naturalidade: Outeiro 
Pai: Manuel de Morais Buiça 
Mãe: D. Maria Xavier Madureira e Castro 
Orden(s): Prima Tonsura e Menores, 1808; Prima Tonsura e 4 graus, 1808 
Local de Ordenação: Bragança 
Bispo: D. António Luis da veiga Cabral e Câmara
Localização física cx.71-O/55
Notas/observações
Com este ordinando pediram habilitações os seus irmãos: João Manuel Sarmento, António José e Domingos José.
URL

 

in Arquivo Nacional da Torre do Tombo

 

Logo 5 Padres Buiça duma vez!!!!!!

 

Laos Deo.

 

Marcello de Noronha e Ataíde

 

(da Obra)

 




tags: ,

publicado por porabrantes às 23:54 | link do post | comentar

Domingo, 01.08.10

 

Pensava eu, ensinaram-me na Obra, que a gula era pecado.

 

Os rapazes da juventude mariana católica ou coisa parecida, autores da foto, são decerto a favor da teologia da alimentação e defendem o contrário.

 

 

 

Pregou São José Maria de Balaguer contra o Baile: ''A alegria cristã não é fisiológica: o seu fundamento é sobrenatural, e está por cima da doença e da contradição.

Alegria não é alvoroço de guizos ou de baile popular.

A verdadeira alegria é algo mais íntimo: algo que nos faz estar serenos, transbordantes de gozo, mesmo que, às vezes, o rosto permaneça grave.''

 


Eu não tenho pernas para o rock ecuménico. A santa freirinha teve sorte. Imaginem que o seu par era o Pico (que costuma treinar valsa com o Vigário) e pisava a pobre irmã....


Que baile apostólico será este?

(fotos da Juventude Mariana de Alferrarede)
Ora  o meu catolicismo, o de Escriva é um bocadinho mais austero

Beato João XXIII com São Josemaria e Álvaro del Portillo (Foto da Obra)
Aposto que nem o Beato João XIII, nem o  Santo José Maria, nem Mons. Álvarez del Portillo eram adeptos do rock ecuménico, embora o Papa fosse um excente garfo.

 

Marcello de Ataíde, católico (não-praticante de rock ecuménico)



publicado por porabrantes às 22:15 | link do post | comentar

Domingo, 20.06.10

Eu, enquanto membro da Obra, confesso estar envergonhado com o miserável artigo publicado ontem pelo Observatore Romano sobre Saramago.

 

Aquilo que se diz é uma vergonha e por mais que o escritor que a assina seja um reputado crítico literário, aqui agiu como um beato.

 

 

Diz São José Maria Escriva de Balaguer sobre os beatos  : ''Santarrão está para santo como beato para piedoso: é a sua caricatura. ''

 

Continuo a folhear o Caminho, que leio todos os dias, antes de me dedicar à produção intensiva de meninos e meninas católicas, como manda o Fundador, já vou em oito, e leio:

 

A tua fé é muito pouco operativa: dir-se-ia que é mais de beato do que de um homem que luta por ser santo.

 

O gajo, desculpem, estava-me a  ir a veia para polemista à Camilo, e tenho de actuar como '' um homem que luta para ser santo'' e portanto tenho de tratar o escriba por Signor Toscani,  por isso tenho de dizer que o Signor Toscani é um tosco, leu mal Saramago, não deve saber português, e é um beato.

 

A grandeza de um escritor mede-se pelo seu talento artístico, não se mede pela sua opinião política.

 

Se eu fosse como o Signor Toscani, isto é tosco, estava aqui a dizer que Santa Teresa de Ávila escrevia mal porque defendeu a Inquisição (apesar de ser meio judia) e o despotismo de Felipe II.

 

Se isso é crítica literária, eu chamo-me João Pico.

 

Esquece-se o signor Toscani que o Concílio acabou com o Índex e como diz Mons. Escriva ''Deus é Pai''.

 

Não é um Inquisidor.

 

A beatice é o pior dos vícios dum homem, seja católico ou ateu.

 

É verdade que Saramago algumas vezes parecia um beato.

 

Isto é parecia o Signor Toscani, embora apesar de ser neto dum campónio da Azinhaga, nunca chegasse a ser tão tosco como o Toscani.

 

Mais tosco que o  Signor Toscani (que aposto que vota no Cavalieri apesar de estar excomungado e gostar mais de meninas que o Miguel Abrantes gosta de brasileiras) foi tosco o director do jornal de Sua Santidade ao publicar isso, no dia em que saíu.

 

Se fosse da Obra já estava no olho da rua.

 

Marcello de Ataíde, supranumerário

 

 



publicado por porabrantes às 13:06 | link do post | comentar

Sábado, 22.05.10

''À hora da missa em Fátima houve quem preferisse comprar t-shirts do Cristiano Ronaldo ''

Imprimir ArtigoComentar ArtigoEnviar para um amigoAdicionar aos favoritos

O MIRANTE não sabe o que é ética e vergonha? Lamentável este jornalismo.

João Baptista Pico''

in Mirante

 

 

O ''Núcleo (em criação)  do Pinhal da Obra''* felicita o seu discípulo e  Santo Sr. João Pico por aplicar os valores do nosso Fundador São José Maria Escriva Romani de Balaguer ( o santo com mais apelidos aristocráticos do Mundo) que passamos a destacar:

 

O Fundador

 

São João Pico aplicou contra o semanário subversivo O Mirante vários dos princípios estabelecidos pelo nosso Fundador:

 

''Nas campanhas contra a Igreja, maquinam muitas organizações - às vezes pelo braço dos que se chamam bons - que agitam o povo com imprensa, folhas, pasquins, calúnias, propaganda falada. Depois levam-no para onde querem: ao próprio Inferno. Pretendem que a massa seja amorfa, como se as pessoas não tivessem alma..., e dão compaixão.

Mas, como têm alma, é preciso arrancá-las das garras dessas organizações do mal e pô-las ao serviço de Deus.''

 

in Forja ponto 975

 

Forja- um livro essencial para a espiritualidade católica. (1)

''

Uma percentagem muito considerável das pessoas, que frequentam os Sacramentos, lê a má imprensa...

 




Com calma e com amor de Deus, temos de rezar e de dar doutrina, para que não leiam esses jornalecos endiabrados que, segundo dizem - porque se envergonham -, são comprados pela família, ainda que talvez o façam eles próprios.''

 

Forja Ponto 976

 

nota: Através do nosso assessor espiritual que é um digníssimo supranumerário recebemos este comunicado do 'Núcleo (em criação)  do Pinhal da Obra''.

Que finalizava assim:  ''Pedimos ao nosso Director Espiritual o Rev.Padre Vigário do Pinhal para pedir o reconhecimento canónico da nossa organização. Mas o Vigário recusa-se enquanto o líder da Obra for espanhol. Só aderimos quando houver um líder máximo lusitano.

Os membros laicos do ''Núcleo (em criação)  do Pinhal da Obra'' resolveram acatar o nacionalismo do nosso Santo Vigário e esperam que o Espírito Santo ilumine Roma e o próximo Prelado seja Português.''

 

Dentro do nosso respeito pelo contraditório concedemos este espaço aos discípulos do Rev.Vigário.

 

Marcello de Ataíde

 

(1) Pode comprar o livro de São José Maria Escriva de Balaguer (versão resumida do nome do Santo) na página web portuguesa da Obra.



publicado por porabrantes às 13:09 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Quem não anda à chuva, ta...

O Dia da Bondade do Senh...

Vitória da petição ou elo...

A vocação sacerdotal da f...

Doçaria regional católica...

O Signor Toscani é um tos...

Voz da santidade ( com o ...

arquivos

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carlos marques

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Março 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9



29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds