Segunda-feira, 15.06.15

amigalhaços.png

Acta da CM Mação

 

Enquanto a autarquia comuno-cavaquista de Constância explora os jovens da arqueologia, a autarquia neo-liberal de Mação subsidia regiamente os amigalhaços do Oeesterbeck, que as más línguas dizem ter sido militante do MRPP, nos verdes anos.

Agora, como se sabe anima, conferências em auditórios decorados com nomes de neo-nazis como Diogo Pacheco do Amorim ou de salazaristas como Elvino Pereira..

E assina contratos com a Academia de Ciências do regime estalinista que organiza genocídios no Tibete.

oeesterbeck.jpg

 Correio do Ribatejo

 

Estou a imaginar o que a canalha chinesa pode explicar sobre o Tibete.......

 

Diz o miserável lacaio da política genocida que eles libertaram o Tibete

 

Pelo contrário a Fundação Nobel diz que Sua Santidade o Dalai Lama, Rei do Tibete, o Buda Vivo é um símbolo pela Luta dos Direitos Humanos e pela autodeterminação daquele país, invadido pela escória

images.jpg

 

Deixo-vos com o homem que Cavaco não recebeu

holiness.png

Buda a 13 de Junho de 2015, lutando pela liberdade, enquanto Oeesterbeck mendiga subsídios e faz acordos com defensores do genocídio.

 

ma 

 

créditos: Buda Vivo

  



publicado por porabrantes às 14:43 | link do post | comentar

Quinta-feira, 07.08.14

 

 

O IPT -Instituto Politécnico de Tomar, de que foi Presidente fundador o militante neo-fascista Pacheco do Amorim (que prefaciou um livro do Oeesterbeck) não está a cumprir a Lei.

 

O IPT não apresentou as suas contas no prazo legal ao Ministério das Finanças.

 

O IPT estará a esconder as Contas à Senhora Ministra Albuquerque ?????

 

Isso não se faz. Façam favor de ser mais bem educados e cumprir a Lei.

 

Entretanto corre que o Oeesterbeck sustenta que no Suriname e no Piauí ninguém exige que mostrem as contas. Só os populistas...

 

MN 



publicado por porabrantes às 19:27 | link do post | comentar

Quinta-feira, 12.06.14

 

Foi o dr.Nelson Carvalho quem garantiu que ''Trata-se de uma exposição que mostra uma pequena parte das peças que vão constituir as colecções do futuro Museu, nomeadamente as que incluem peças muito importantes no contexto histórico e patrimonial do antigo espaço que hoje conhecemos como Península Ibérica, mas também peças da história grega, romana, fenícia e egípcia”, sublinhou no autarca.

“Nesta colecção encontramos muitas peças com a escrita tartéssica e que vamos querer decifrar no nosso centro de investigação, que será coordenado por Luís Oosterbeek”, director científico do Museu de Arte Pré-Histórica de Mação, referiu.'' (Mirante 18-6-2009)

 

 

Pois bem, suponho que se o dr. Nelson Carvalho for  como testemunha num eventual processo  para explicar isso dos tartéssicos.....terá de explicar isto,,,,

 


E o Oeesterbeck terá de confirmar se Nelson Carvalho disse baboseiras ou não.....E se as disse, porque nisso foi iludido pelo Oeesterbeck. ...

 

E se mudou de opinião desde 2009 ou não.......

 

 

As pessoas quando escrevem um papel (mesmo que seja um e-mail) ou bolsam enormidades são responsáveis cíveis e criminais pelo que declaram

 

 

Da mesma forma Nelson Carvalho se perguntado pelo famoso protocolo de doação de Lucília Moita que dirá?

 

 

Que previa uma escritura de doação dos quadros (60 a óleo) e alguns desenhos e passo a enumerar ''Pedras da Serra Estrela'' etc e a doação não foi feita e a pintora morreu e terá de haver uma relação de bens com estes  quadros e uma escritura de partilhas entre os herdeiros, e nova escritura porque entretanto morreu o Sr.Fernando Simão?

 

E que cada um dos 60 quadros dificilmente alcançaria num leilão mais de mil euros?

 

Porque um Lozano foi outro dia vendido no Correio-Mor por três mil, e é óbvio que qualquer quadro dele vale mais que um quadro da Moita?

 

 E que queria gastar 12 milhões de euros para instalar 3 colecções, uma das quais a Moita não vale mais de 60.000 €?

 

 

 

 

Finalmente no hipotético julgamento, o Nelson Carvalho poderá emular o Pina dos desmentidos: dizer que as palavras que o Mirante lhe atribuiu são falsas. Coisa que fez o Pina com incrível ousadia....

 

Mas parece-me que 5 anos depois vai atrasado...

 

 

Já que falo em Tribunais (falarei mais hoje....)

 

entrou novo processo no TAF sobre a Farmácia da Bemposta

 

 

14.4BELRA-A

286700

1ª Espécie - Ação administrativa comum

ADM

Eliana Cristina de Almeida Pinto

Unidade Orgânica 1

                           
   

Autor:

   
   

Luísa Dias Pimenta     Santos (Outros)

   
   

Réu:

   
   

INFARMED -     Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P.

   

 

 

 

 

 

 

MA



publicado por porabrantes às 12:58 | link do post | comentar

Quinta-feira, 08.05.14

Hoje vamos fazer 2 ou 3 três posts sobre arqueologia e naturalmente falaremos sobre a Filomena Gaspar e o Oeesterbeck, não esquecendo alguns outros protagonistas.

 

 

Vai ser feito um curso, aqui divulgado  pelo ITM, coutada do Oeesterbeck, cujos responsáveis são:

 

 

''Dra. Filomena Gaspar, arqueóloga da Câmara Municipal de Abrantes (CMA)

Doutor Gustavo Portocarrero, investigador da CMA-projecto M.I.A.A./ Centro de Estudos “Francisco de Holanda”, FBA- U.L./ Instituto Terra e Memória

Doutora Ana Cruz, directora do Centro de Pré-História do Instituto Politécnico de Tomar/ Instituto Terra e Memória

Doutoranda Ana Graça, Centro de Pré-História do Instituto Politécnico de Tomar/ Instituto Terra e Memória/ Universidad de Extremadura

Doutoranda Anna Luana Tallarita, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro/ Instituto Terra e Memória/IADE

Docentes visitantes

Prof.Doutor Dragos Gheorghiu (Universitatea Nacionala de Arte, Bucuresti), Roménia. Leccionará Arqueologia Pública e a Arte como Meio de Divulgação da Arqueologia

Dra. Katarzyna Jarosz (Międzynarodowa Wyższa Szkoła Logistyki, Wrocław, Polonia). Leccionará Comunicação Social da Arqueologia

Abrirá o módulo a conferência :

Relação entre Arte e Arqueologia

Ministrada pelo Escultor João Charters de Almeida, antigo professor na Faculdade de Belas Artes do Porto, doutor Honoris Causa na Universidade de Lisboa, Universidade Aberta de Lisboa e Universidade do Porto.''

 

A apresentação que se faz da História do  Castelo de Abrantes é tão medíocre que nem me apetecia comentar, mas ao conter inverdades que danam o prestígio de investigadores credenciados  merece correcção, como também merecem severa correcção os crassos erros científicos cometidos.

 

 

Não mencionar as investigações de Diogo Oleiro, Maria Amélia Horta Pereira, e da Direcção Geral dos Monumentos Nacionais nos anos 60 ou é crassa ignorância ou constitui deliberado acto de falsificar a História.

 

Reunir uma equipa científica pluri-nacional e de várias  universidades para chegar à conclusão que no castelo de Abrantes se descobriram :''

 achados de época romana, como uma estátua templária encontrada debaixo da Igreja de S. Maria do Castelo e algumas árulas e moedas.''

 

a) Quais são as árulas? Onde é que foram descobertas? Em que contexto? Onde estão?

 

Ou não foram encontradas no Castelo???? Ou terá sido comprada alguma num conhecido comerciante de velharias?Qual é o número de depósito no Inventário do D.Lopo dessas árulas? 

 

b) Para as moedas digo a mesma coisa? Qual é o relatório científico que descreve esse contexto? Ou será que é o caderno de apontamento de Diogo Oleiro (que certo colaborador do Jornal de Alferrarede sabe tão bem como eu onde está) que descreve esse achado? Qual é o número de depósito no Inventário do D.Lopo dessas moedas? 

 

c) Como é que os romanos podem construir estátuas templárias? Era Gualdim Pais, filho de Décio Júnio Bruto?

 

 

ainda outra nota, publicam umas fotos decorativas sobre escavações no Castelo, mas a realidade na prática é esta:

 

 

 

 parada abel hipólito- cidadãos por abrantes

 

e estas 

 

parada abel hipólito- cidadãos por abrantes

 

 

 

como não há enxadas, externalizam-se....

às vezes   os buracos à Firma da Filomena Gaspar (Ozecarus) 

 

como foi o caso dos  da Rua Grande...quando encontraram uns silos....

acontece que a Filomena Gaspar é funcionária camarária e pelos vistos tem uma enxada privada lá na firma....

 

e já agora foi essa firma que fez o levantamento arqueológico do Casal Curtido ( tá tudo isto ligado? tá pá!!!!!)

e mantém um curioso protocolo de cooperação com o IPT onde manda o Doutor Oeesterbeck que analisaremos um dia destes....

 

MN

 

e para corarem de vergonha mantêm fora dos cursos a pessoa que sabe mais de arqueologia na cidade, o Senhor Dr.Álvaro Batista,  

 

 



publicado por porabrantes às 09:59 | link do post | comentar | ver comentários (5)

Sábado, 29.03.14

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

a Câmara do Mação é dirigida pelo neo-liberal Sequeira Estrela .... devida vénia ao

 

ao blogue 77 colinas

 

a redacção



publicado por porabrantes às 22:26 | link do post | comentar

Terça-feira, 05.11.13

Sempre atentos à actividade Kultural divulgamos o que se passa nos grandes armazéns da Kultura contemporânea 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

anotando naturalmente a polifacética biografia dos 2 eminentes intelectuais que irão estar nos grandes armazéns da Raimundo Soares

 

 

 

 

o licenciado Pina da Costa falará (sem meter água) da sua relação anticapitalista enquanto gestor dos SMAS com a concessionária dos esgotos, a Abrantaqua, cuja maior accionista é a FCC dominada pela capitalista de origem hebraica Koplovitz (pelo lado paterno) e cubana  e cristã-velha pelo lado materno.

 

Isto tem muito a ver com grandes armazéns da Kultura, porque a senhora Marquesa Koplovitz é afilhada do fundador de El Corte Inglés...

 

 

O Pina sem mencionar que a meio do desempenho do seu cargo de gestão, recebeu um subsídio de reintegração, contra o erudito parecer dos serviços jurídicos da CMA, dirá que não hostilizou a concessionária porque, como diria Vladimir Ilitch Ulianiov, o ''anti-semitismo é o socialismo dos tolos'' e o Pina é o contrário disso como se viu pela forma como abifou o subsídio de reintegração.....

 

 

 

O Doutor Oeesterbeck, autor segundo o seu CV de mais de 30 livros e 200 artigos (coitado do Pina só escreveu um e mesmo assim custou-nos uns 6.000 € aos nossos impostos, ou seja quase o salário anual de certa falecida bombeira) falará de geo-estratégia luso-brasileira, tema glosado por distintos democratas entre os quais destacamos Franco Nogueira, Adriano Moreira, Lula da Silva e Gilberto Freyre (aquele senhor da Bahía que percorria as colónias lusas à custa dos subsídios do SNI e depois inundava a imprensa de artigos laudatórios sobre a política civilizatória lusitana.)

 

 

 

Não sabemos se a Infanta Lurian estará presente

 

 

 

mas estamos certos que o Dr.Oeesterbeck evocará a superioridade lusitana sobre os políticos sertanejos como José Sarney, Lula da Silva ou a Dilma porque ainda não chegou à mãe-pátria a importação brasuca do mensalão, embora para lá se caminhe....

 

Todos pois aos grandes armazéns, a culturalizar-se......

 

a redacção 

 

 



publicado por porabrantes às 16:35 | link do post | comentar

Quarta-feira, 21.11.12

Acabei de ouvir que a nossa estimada mediadora cigana é muito boa e por isso vai ser exportada para Bruxelas  (certamente à conta do erário público para a excursão turística) onde exporá o sucesso da mediação cigana.

 

Também ouvi que a fama da mediadora já chegou ao Entroncamento.

 

  

 

 

Mas antes de a exportar para a Bélgica onde a podem contratar para resolver o diferendo histórico entre valões e flamengos, talvez fosse bom enviá-la a Tomar para civilizar a ciganagem.

 

  

 

 

O Bairro 1º de Maio é um poiso da sedentarização cigana com as curiosas consequências que se mostram e onde o tráfico da droga prolifera, cheio de salero e de hábitos peculiares

 

 Tomar a dianteira

 

 

Tomar a dianteira

 

 

Tomar a dianteira

 

 

 

Para poupar nos bilhetes da Rodoviária, como é tempo de Austeridade, podia ir e vir à boleia com o Doutor Delfino ou com o Doutor Oeesterbeck, que estão sempre a ir e a vir de Abrantes a Tomar e vice-versa.

 

 

 

 

No caminho o Doutor Oeesterbeck que é especialista em tribos da Idade do Bronze ouvirá a Dona Tânia explicar os peculiares valores da virgindade pré-nupcial cigana que são bastante diferentes dos valores da promiscuidade sexual dos Tupis-Guaranis, que fizeram a felicidade dos descobridores lusos quando chegaram a Vera Cruz.

 

Finalmente quando o transportador estiver farto da conversa sobre a prova da virgindade, sempre pode meter na aparellhagem do carro um cd de música cigana....

 

 

A Dona Tânia que já era um fenómeno do Entroncamento da pacificação cigana começará a bater palmas ao ritmo caló.....

 

 

 

 

 

Isto permitirá ao Doutor Oeesterbeck ter tempo para gizar novas estratégias multiculturais para valorizar o Museu do Sagrado. 

 

Por exemplo levar todo o acampamento de São Macário para o Mação e montar lá a tribo abarracada à volta do Sacro Museu.

 

 

 cidadão abt

 

 

 

Suzy de Noronha , feminista 

 

 

 



publicado por porabrantes às 14:23 | link do post | comentar

Quarta-feira, 31.10.12

Cavaco meteu outro dia a bandeira ao contrário......

 

 

O 5 de Outubro podia ser dia aziago .....

 

 

 

mas outro pouco ilustre cavaquista fez isto

 

 

 

 

O ''licenciado'' resolveu provavelmente manifestar a sua solidariedade com o chefe da tribo cavaquista.....

 

 

grafismosemrede.blogspot.com

 

 

De forma que um bloguer inventou um novo modelo de bandeira para cavaquistas e afins (o PS está cheio de cavaquistas mentais) para evitar chatices... 

 

 

Parece que o novo modelo ainda não chegou a Vila Nova da Barquinha onde o Doutor Oeesterbeck tem uma delegação dum dos seus empórios caça-subsídios rupestres

 

 

 

 

Nesta foto da Câmara Municipal da Barquinha parece que estão a deliberar qual é a forma de hastear correctamente a bandeira das quinas e não encontram solução.

 

A malta recomenda à edilidade da Barquinha a compra do modelo com instruções.

 

 

MA



publicado por porabrantes às 16:56 | link do post | comentar

Sábado, 29.09.12

Comanda caciqueiro e rupestre o pobre povo do Mação, o herdeiro do fascista reciclado em laranja Elvino Pereira, o Saldanha da Rocha.

 

 

 

Disse uma vez o Mirante que o tipo começou em paquete 

 

 

foto

 

 

''Iniciou-se como paquete a fazer recados e chegou ao topo.''



Terá chegado ao topo (há quem ache que ser cacique rupestre é o topo, Napoleão era menos modesto) mas continua a fazer recados.



Digo que faz recados porque não vou dizer que o paquete mente.



Também posso estar a errar, e então o paquete bateu numa rocha, abriu uma brecha e começou a meter água.



Disse o Saldanha ao Pinhal Digital para celebrar as Jornadas do Património, que hoje além de Abrantes se alargam ao Mação sob a batuta do Oeesterbeck e da rainha do Bloco de Esquerda, uma tal Sara Cura.....:





 



."Entendo que o futuro do Concelho de Mação, em particular, deve ser assumido pela Cultura do Conhecimento, da Inovação e Educação em áreas tão distantes quanto expressivas e transversais como o Património Histórico e Cultural, a nossa memória da gestão sustentável do nosso território florestal, (a nossa âncora, a nossa identidade, a nossa expressão) e de alguns sectores de actividade, endógenos, da fileira Agro-Alimentar, nomeadamente as carnes, o azeite, o mel, o queijo" disse Saldanha Rocha, Presidente da Câmara Municipal.Para esta dinâmica contribui a criação, desde 2010, do Instituto Terra e Memória (ITM), associação sem fins lucrativos e sem financiamentos públicos criada com o apoio do Município, do Instituto Politécnico de Tomar e de associações científicas.''




Sem financiamentos públicos???????




Isto que é ?????




DATA DE PUBLICAÇÃO NO BASE 05-07-2012
TIPO(S) DE CONTRATO Aquisição de serviços
TIPO DE PROCEDIMENTO Ajuste directo
DESCRIÇÃO Aquisição de Réplicas Arqueológicas para o Centro Integrado de Educação em Ciências
FUNDAMENTAÇÃO Artigo 20.º, n.º 1, alínea a) do Código dos Contratos Públicos
FUNDAMENTAÇÃO DA NECESSIDADE DE RECURSO AO AJUSTE DIRETO (SE APLICÁVEL) ausência de recursos próprios
ENTIDADE ADJUDICANTE - NOME, NIF MUNICÍPIO DE VILA NOVA DA BARQUINHA (506899250)
ENTIDADE ADJUDICATÁRIA - NOME, NIF INSTITUTO TERRA E MEMÓRIA - CENTRO DE ESTUDOS SUPERIORES DE MAÇÃO (509458211)
OBJETO DO CONTRATO Aquisição de Réplicas Arqueológicas para o CIEC (Centro Integrado de Educação em Ciências)
CPV 71351914-3, Serviços arqueológicos
DATA DE CELEBRAÇÃO DO CONTRATO 23-06-2012
PREÇO CONTRATUAL 6.000,00 €
PRAZO DE EXECUÇÃO 5 dias (5 dias)
LOCAL DE EXECUÇÃO - PAÍS, DISTRITO, CONCELHO Portugal, Santarém, Vila Nova da Barquinha
CONCORRENTES -
ANÚNCIO -
INCREMENTOS SUPERIORES A 15% -
DOCUMENTOS -
OBSERVAÇÕES




Compra de ''réplicas'' ou seja ''peças falsas'' não sabe bem para quê compradas pela Câmara da Barquinha, que alimenta delírios de grandeza deste tipo



O primeiro a contar da esquerda, que entre outras paranóias se outorgou a representação de Portugal,segundo nos conta aqui o Vereador Adriano de Brito numa terra tropical em Vera-Cruz para lutar contra o racismo.

Festa Junina


http://vereadoradrianodebrito.com.br/home/index.php?option=com_content&view=category&layout=blog&id=35&Itemid=64


Mas, bolas, Portugal não é representado institucionalmente no estrangeiro pelo corpo diplomático ou pelo Governo???? 

 

 

Quem passou alvará de diplomata ao Oeesterbeck????



O paquete do Mação????



O mesmo que viu a sua terra receber a infanta Lula da Silva, de quem os jornais diziam que era ''Ministra'' do governo corrupto do papá, quando não passava de uma obscura secretária camarária????

 

 

E se mais fosse preciso para demonstrar o financiamento público do ITM basta dizer que Sara Cura trabalha lá e ao mesmo tempo na CM do Mação....

E já agora que o Museu do Sagrado funcionava sem orçamento!!!!!!

 

 

Leia aqui

 

 

Que se há-de esperar deste país com coisas a funcionar sem orçamento????

 

 

A falência......

 

 

Que se há-de esperar de Câmaras geridas por pessoas como Maria do Céu Albuquerque, o Pombeiro da Barquinha e o Saldanha do Mação?????

 

 

 

A falência......

 

 

 

Marcello de Noronha 



publicado por porabrantes às 12:41 | link do post | comentar

Sábado, 14.04.12

 

 

 barca

 

 

Salazar disse que governar as finanças dum país era  como seguir o exemplo das donas de casa. Bastava ter um livro com o deve e haver, fazer um orçamento e não gastar mais que aquilo que se recebia.

 

 

Conselho prudente dum homem que viu a 1ª República e a Ditadura Militar falir e cair nas mãos da agiotagem internacional.

 

Pois bem, o Saldanha da Rocha tem, parece, um Museu Rupestre sem orçamento. Ou seja significa aparentemente que lá se gasta à balda.

 

E sucedeu o Saldanha, que começou como paquete, a um homem do antigo regime,  educado nos hábitos salazaristas.

 

O Saldanha só herdou os vícios autoritários do fascismo  que consistem em perseguir nos tribunais quem o critica e não herdou a salutar probidade na administração financeira que o Ditador cultivava.

 

 

 

O Saldanha também não herdou os tribunais plenários do fascismo, infelizmente para ele. E para aqueles que gostam duma justiça ''domada''.

Por isso viu o Tribunal da Comarca e a Relação absolver quem o criticou.....

 

 

Mas era do Museu Rupestre que se falava.

 

Que aquilo não tem orçamento é o que se deduz desta acta:

 

MUSEU DE ARTE PRÉ - HISTÓRICA E DO SAGRADO DO VALE DO TEJO----------

APOIO LOGÍSTICO AO MUSEU/ RENOVAÇÃO DE CONTRATO COM O CIAAR

 


Presente oficio do Museu de Arte Pré-Histórica e do Sagrado do Vale do Tejo, datado de 25 de Março de 2011 em que solicita que seja renovado o acordo com o CIAAR - Centro de Interpretação de Arqueologia do Alto Ribatejo para manutenção das instalações e da base

logística das diversas operações do Museu, pelo valor de 5.880,00€ (cinco mil, oitocentos e oitenta euros) ano para pagamento dos serviços enunciados. Por unanimidade deliberado renovar o acordo mencionado com o Centro de Interpretação de Arqueologia do Alto

Ribatejo para apoio logístico aos trabalhos do Museu, conforme solicitado. O Sr. Vereador Nuno Neto recomendou que, para evitar a necessidade de aprovar regularmente a atribuição de verbas avulsas para o  Museu, o Executivo Camarário elaborasse, no início de cada ano, um orçamento de  todas as verbas necessárias ao financiamento da sua actividade e o submetesse à aprovação da Câmara.

 

 

Também pode ter um orçamento rupestre que não sabe às quantas anda (para condizer com o nome) e então é preciso sempre estar a tapar buracos.....

 

Ou  a cumprir ordens do Oeesterbeck..... 

 

MA



publicado por porabrantes às 16:02 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Subsídios prós amigalhaço...

IPT ''esconde'' contas à ...

o fantasma tartéssico

Arqueólogos da CMA/IPT de...

Faça sinais de fumo no Ma...

Grandes Armazéns Kulturai...

Mediadora deve ser mandad...

Bandeira lusa com instruç...

O paquete meteu água

a arte de construir um mu...

arquivos

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds