Quinta-feira, 18.02.16

castelo bernardo faria.png

 

Um grande artigo sobre o Castelo. No Jornal de Alferrarede

mn



publicado por porabrantes às 22:28 | link do post | comentar

Sexta-feira, 12.02.16

bicentenário.png

 Nesta publicação de história militar, onde Abrantes é largamente abordada, da autoria de

autoria.png

cita-se como bibliografia o nosso colega do Coisas de Abrantes, o Sr.Oliveira Viana

viana.png

 a propósito dum post publicado noutro grande colega dedicado à História regional.

 

Recomendamos a leitura desta obra de História militar a quem gosta do assunto.

 

Damos os parabéns ao Sr.Vieira e recomendamos a leitura dum artigo seu, sobre a destruição da nossa memória militar por vândalos no Castelo de Abrantes. Foi publicado no Jornal de Alferrarede, que agora suspendeu a publicação, por motivo de doença do seu proprietário.

 

Esperamos reproduzir aqui o artigo.

 

ma

 

imagens: artigo referido com a devida vénia

 



publicado por porabrantes às 21:52 | link do post | comentar

Terça-feira, 24.03.15

O Sr. Oliveira Vieira perguntou onde ficava este prédio e se era o Centro Republicano

 

 

 

CENTRO REPUBLICANO.jpg

Não sabemos se era o Centro Republicano, mas parece que se situava na Praça da República.

 

 

praça republica ab 1910.jpg

Parece-nos que é o 1º prédio à esquerda. E se foi Centro Republicano tinha vista para a Praça da dita. Também dava para Centro Monárquico porque teria vista para a Praça do Príncipe Real (nome que os ardorosos republicanos mudaram depois do 5 de Outubro....).

Já agora a designação de alguma organização política como ''monárquica'' parece que só apareceu depois de 1910, à volta dum grupo político franquista (os partidários de João Franco) que tinham montado o jornal Correio da Manhã, que teria curta vida, pois seria assaltado pela Formiga Branca (o braço armado do PRP) no ano seguinte. 

No caso abrantino e em muitos outros pontos do país, os franquistas passaram-se de armas e bagagens prá nova situação, ou seja adesivaram.

Um caso notório de franquista que aderiria à República, foi o oficial Abel Hipólito, que ao tempo comandava o Castelo de Abrantes e que chegaria a Ministro da nova situação.  

Adesivou o Abel Hipólito? Há amigos dele que o tentam desculpar, conversa para outro dia...

abel hipólito.jpg

 MN

.

 

 



publicado por porabrantes às 15:15 | link do post | comentar

Domingo, 07.12.14

(fotografia de 1958- gamada ao facebook do António José Carvalho)

rua nossa senhora conceição antónio carvalho.jp

 

É a Rua de Nossa Senhora  da Conceição, que ligava a Barão da Batalha, onde ainda havia a Casa do Capitão Mor, ao Largo da Feira e ao Cemitério do Cabacinho.

Largo Gene Av Macahado 1.jpg

 

(imagem gamada ao Blogue Coisas de Abrantes, do sr. Oliveira Viana) 

 

Era uma rua pacata, decente e comercial, animada pelas chegadas e saídas das camionetas das carreiras dos ''Claras''. Hoje é uma nódoa.

 

Resolveram demolir a garagem dos Claras e só demoliram metade, deixando sobreviver o café onde o Mário Semedo ingeria um bagacinho, enquanto escrevinhava uma crónica prá aqui ou um artigo prá Barca descobrindo a careca ao Carrilho da Graça.

 

Diz-me um popular que não demoliram essa parte, porque não conseguiram despejar do primeiro andar uma senhora idosa que vive lá.

Ora bolas, se era para demolir, que o camartelo demolisse tudo, embora não devesse ter havido nenhuma demolição, porque a obra era da competência do Ministério da Saúde e não municipal.

 

Entusiasmados com o camartelo, arrasaram mais uma parte do baluarte que defendia São Domingos. Tinham licença da tutela para isso?

 

Quer alguém tratar do assunto? Ou vai uma cacique pedir-nos para estarmos quietos? 

 

Em frente dos Claras assassinaram a oficina das ''carreiras'' para construir a passo de caracol, com falência pelo meio, um mercado desnecessário, quanto mais abaixo o velho só precisava duma lavagem de cara.

Estou-me a alongar demasiado, tudo isto vã prosa, só serve para mostrar outra foto de 1958

cemitério tó zé carvalho.jpg

 

 (fotografia de 1958- gamada ao facebook do António José Carvalho)

 

Nesse local então era possível enterrar católicos, ateus e protestantes. Agora não.

Em compensação agora só é possível exportar mortos no centro agonizante de Abrantes.

Agradeço ao Tó Zé Carvalho e ao Sr.Oliveira Viana a disponibilização destas fotos históricas à comunidade. Se algum poeta amordaçado e uma arquitecta burocrática quiserem reproduzir as fotos, num site da treta, fazem favor, e o mesmo digo ao Gaspar da ''Zahara'' e a um ''sócio'', a quem reservo uma dose de sarcasmo quando me der na real gana.

 

Mas façam o que devem, citem a fonte.

Porra, como se chamava o cabeleireiro  do Entroncamento, sobre quem o Mário Semedo deixou crónica inédita com título assaz curioso? Saberá a arquitecta?

 

MA

foi depositado no blogue conjunto de documentos e alguma prosa pelo Mário, antes de falecer.....

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 13:14 | link do post | comentar

Sexta-feira, 13.09.13

 

 

O sr. Oliveira Vieira  do Coisas de Abrantes e do Jornal de Alferrarede, é um homem muito elogiado pelo Doutor Candeias Silva, figura como se sabe politicamente ligada ao PS de Abrantes, partido pelo qual chegou a ser candidato a algum cargo.

 

Jornal de Alferrarede

 

Aqui o vemos no lançamento da Carta Arqueológica de Abrantes junto aos seus colegas Álvaro Baptista (pai da Carta), Filomena Gaspar,  de que foi co-autor (1), numa foto naturalmente divulgada pelo PS de Abrantes

  

A oradora é a chefa.

 

Candeias Silva foi candidato PS a Vereador em 2005.E como colega nas listas teve

 

 

 

que era candidato também suplente à Assembleia Municipal. O Bento aparece designado nas listas como Engenheiro, deve ser o síndroma Sócrates, porque ele só era engenheiro técnico como o  da Covilhã. Acho que o Doutor Candeias conhecido pelo seu rigor histórico devia ter corrigido esta publicação, mas esqueceu-se.

 

Porém voltando ao que tratamos os elogios ao Sr.Oliveira Vieira são merecidos, como vamos ver.

 

Em 2008 o sr.Oliveira Vieira publicou este post, donde retiramos as fotos com a devida vénia, alertando que o dr.Francisco Lopes, à época responsável do Arquivo Eduardo Campos e da Biblioteca o tinha avisado para a importância patrimonial deste relógio de sol sito na  fatídica Rua D.Miguel de Almeida

 

 

Coisas de Abrantes

 

 

 

O relógio estava no imóvel da antiga Pensão Santos

 

Coisas de Abrantes

 

 Se o Dr.Francisco Lopes alertou o Sr.Oliveira Vieira  terá também alertado os serviços urbanísticos e culturais da CMA, porque é funcionário da dita com importantes responsabilidades na época no campo cultural.

 

Além do mais a CMA teria de saber que estava lá o relógio, porque o edifício ainda está na área de protecção ao imóvel dos velhos Paços do Concelho, na Raimundo Soares, classificado como Imóvel de Interesse Público.  

 

Que fez a CMA para proteger o relógio????

 

Foto Armindo Silveira

 

Isto é a cratera que substitui o edifício da Pensão Santos. Antes da derrocada do edifício que dizem pertencer a um notabilíssimo boticário abrantino e da aparente demolição  forçada de quase todo este quarteirão houve a preocupação de salvar o relógio?????

 

Onde é que ele está  ????

 

Em mãos privadas, num armazém da CMA ou foi pró lixo?????

 

A negligência camarária não tem perdão.

 

Sabiam que havia lá um relógio de sol quase único na cidade (há outro não vou dizer onde, por causa das moscas)  desde 2008, as fachadas do século XVIII e XIX eram importantes e estavam em zona protegida, estavam avisados pela Imprensa (A Barca), por uma Associação de Defesa do Património, por particulares, designadamente através da queixa PG 16069/2012:90724 do Sr. César Tiago Estevão Fidalgo e deixaram produzir-se isto

 

Podia-se ter salvo a fachada do edifício ????? 

 

Claro que sim.

 

Fica isto por aqui????

 

Claro que não.

 

A propósito quem é o dono do nº 42 da R.D.Miguel de Almeida?

 

O dono é o PCP e o edifício tem o nº de matriz 42 704 701, da freguesia de São Vicente.

 

Sendo a sede dum partido de Oposição tão perto da cratera e das obras ilegais, não deu por nada o deputado municipal do PCP?????

 

O barulho das obras não perturbaria a leitura do Avante ou a escuta da cassete do Cunhal....decerto...

 

a redacção

 

(1) Sobre a carta arqueológica publicaremos uma coisa divertida um dia destes, com dedicatória ao Álvaro Baptista que ainda não era licenciado à data do documento que nos chegou às mãos. 



publicado por porabrantes às 10:27 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A destruição da nossa mem...

Especialistas de história...

Onde fica o prédio?

A rua da desolação

o relógio de sol e a fami...

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10


20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds