Terça-feira, 05.04.16

''  (...)– A, convocando a sua difícil situação económica e sob a alegação de que lhe surgiu uma oportunidade de ir trabalhar para o Panamá, através de uma empresa do Porto, no mês de Fevereiro de 2015, requereu ao tribunal da condenação se pronunciasse sobre a possibilidade de cumprir mais 3 períodos de 36 horas, até se ausentar do país, comprometendo-se a cumprir os restantes 28 períodos quando se encontrasse em Portugal.'(..)'

 

Bem isto tem a ver com o tribunal da Ponte de Sôr, não se sabendo a naturalidade do preso.

 

mn

créditos: relação de évora

 

 


tags:

publicado por porabrantes às 23:57 | link do post | comentar

Terça-feira, 22 de Junho de 2010

''A Capitalinvest era segundo a imprensa o holding de Alves & Cª para as grandes operações  como segundo noticiado aqui a frustrada compra do CNEMA em Santarém''

 

Havia 2 Capitalinvest ligadas ao Barão Alves :

 

A primeira que se encontra nos registos é esta:

 

NIF/NIPC 506629961  
 
  Entidade CAPITALINVEST - GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO DE CONDOMÍNIOS, UNIPESSOAL LDA  
 
  Data Publicação 2006-12-21  
 
  Publica-se que em relação à entidade: 
Nº de Matrícula/NIPC: 506629961 
Firma: CAPITALINVEST - GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO DE CONDOMÍNIOS, UNIPESSOAL LDA 
Natureza Jurídica: SOCIEDADE POR QUOTAS 
Sede: R. da Misericórdia 12 a 20,loja 17 
Distrito: Lisboa Concelho: Lisboa Freguesia: Sacramento 
1200 LISBOA 

Matriculada na: Conservatória do Registo Comercial de Lisboa - 4ª Secção 

pela Apresentação AP. 7/20061207, referente à inscrição 3, 
foi efectuado o seguinte acto de registo: 


Insc. 3AP. 7/20061207 - AUMENTO DO CAPITAL


Montante do aumento : 45000.00 Euros 
Modalidade e forma de subscrição: realizado em dinheiro pela sócia 
Capital após o aumento : 50000.00 Euros 

SÓCIOS E QUOTAS: 

QUOTA : 100,00 Euros 

TITULAR: Rackham International INC 

QUOTA : 100,00 Euros 

TITULAR: Rackham International Inc 

QUOTA : 100,00 Euros 

TITULAR: Rackham International Inc 

QUOTA : 100,00 Euros

 

Depois transformou-se em SA:

 

NIF/NIPC 506629961  
 
  Entidade CAPITALINVEST - GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO DE CONDOMÍNIOS, S.A.  
 
  Data Publicação 2006-12-21  
 
  Publica-se que em relação à entidade: 
Nº de Matrícula/NIPC: 506629961 
Firma: CAPITALINVEST - GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO DE CONDOMÍNIOS, S.A. 
Natureza Jurídica: SOCIEDADE ANóNIMA 
Sede: R. da Misericórdia 12 a 20,loja 17 
Distrito: Lisboa Concelho: Lisboa Freguesia: Sacramento 
1200 LISBOA 

Matriculada na: Conservatória do Registo Comercial de Lisboa - 4ª Secção 

pela Apresentação AP. 8/20061207, referente à inscrição 4, 
foi efectuado o seguinte acto de registo: 


Insc. 4AP. 8/20061207 - TRANSFORMAÇÃO EM SOCIEDADE ANÓNIMA E DESIGNAÇÃO DE MEMBRO(S) DE ORGÃO(S) SOCIAL(AIS)


FIRMA: CAPITALINVEST - GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO DE CONDOMÍNIOS, S.A. 
NIPC: 506629961 
NATUREZA JURÍDICA: SOCIEDADE ANóNIMA 
SEDE: R. da Misericórdia 12 a 20,loja 17 
Distrito: Lisboa Concelho: Lisboa Freguesia: Sacramento 
1200 - 302 LISBOA 
OBJECTO: Gestão e administração de condomínios, empreendimentos imobiliários, parques comerciais e centros de logística e distribuição 
CAPITAL : 50.000,00 Euros 

ACÇÕES: 

Número de acções: 50000 
Valor nominal : 1.00 Euros 
Natureza: ao portador 

FORMA DE OBRIGAR/ÓRGÃOS SOCIAIS: 

Forma de obrigar: Intervenção do administrador único;de um procurador 
Estrutura da administração: Administrador único 
Estrutura da fiscalização: Fiscal único 
Duração dos mandatos: 4 anos 

Data da deliberação: 20061127 

ORGÃO(S) DESIGNADO(S): 

Administrador Único: 


João José Alexandre Alves 
NIF/NIPC: 118918958 
Residência/Sede: Av. António Augusto de Aguiar, nº 148, 7º A 
Lisboa 


Fiscal Único: 


Matos Gil e Nunes Cameira - SROC 
NIF/NIPC: 501308997 
Residência/Sede: Rua Anchieta, 21, 3º dtº 
1200 - 023 Lisboa 


Suplente do Fiscal Único: 


Luis Borges da Assunção 
NIF/NIPC: 101965737 
Cargo: *** ROC 
Residência/Sede: Rua Lúcio Azevedo, 17, 7º esqº 
1600 - 145 Lisboa 

Prazo de duração do(s) mandato(s): Quadriénio de 2006/2009 
Data da deliberação: 20061127 

 

E foi o flamante alexandre Alves, certamente através duma sociedade, que  aparece envolvida em operações espectaculares como a tentativa de compra do Estádio do Farense



O conselho da administração (2010-2013)  da R.P.P. - RETAIL PARKS DE PORTUGAL, SGPS,S.A. é este:

 

 

 


Nome/Firma: JOÃO JOSÉ ALEXANDRE ALVES 
NIF/NIPC: 118918958 
Cargo: Presidente 
Residência/Sede: Av. António Augusto de Aguiar, 148-A 
1050 - 021 Lisboa 

Nome/Firma: IRENE DA CONCEIÇÃO PINTO DE BRITO 
NIF/NIPC: 113497210 
Cargo: vogal 
Residência/Sede: Av. da Liberdade, 220, 4º 
1250 - 147 Lisboa 

 

 

'A questão do ''Estádio de São Luís poderá resolver-se “daqui a pouco tempo”, prometeu este sábado, durante o jantar de comemoração do centenário do Farense, o presidente do emblema da capital algarvia. 

António Barão, secundado pelo presidente da Câmara Municipal de Faro, Macário Correia, adiantou que as duas partes “têm tido muitas reuniões e feito um trabalho exaustivo” para que a situação do Farense possa estar resolvida “daqui a pouco tempo”. 

O negócio, a concretizar-se, pode significar a limpeza do passivo financeiro do emblema farense, estimado em mais de nove milhões de euros. “Não nos importamos de começar do zero, desde que o passivo esteja resolvido”, disse o dirigente. 

Em causa, está um projecto urbanístico e comercial – inclui um hotel de cinco estrelas, clínicas, cinemas e apartamentos de luxo, entre outras valências – para o terreno actualmente ocupado pelo Estádio de São Luís, um processo que arrancou em Março junto da autarquia. 
Macário Correia com João Pires, sócio n.º 1 e ex-presidente

O presidente da câmara de Faro, Macário Correia, admitiu que se trata de uma questão “delicada e complexa”, mas confidenciou: “Não vamos baixar os braços nem resignar, uma vez que existe uma solução, uma luz ao fundo do túnel.” 

Até a polémica posse do recinto, que sempre gerou discórdia por não se entender se é da câmara ou do clube, mereceu uma referência do autarca: “Legalmente é da câmara de Faro mas, por sentimento e espírito, é do Farense”, confessou.''

 

Leia mais  aqui

O ex-patrão da FNAC - Ar Condicionado, Alexandre Alves, diz que ofereceu 50 milhões pela compra do estádio, direitos de exploração desportiva e de construção, mas não teve receptividade por parte das autarquias

Há outra Capitalinvest ?

 

IF/NIPC 507852117  
 
  Entidade CAPITALINVEST - ESTUDOS E PROMOÇÃO DE PROJECTOS IMOBILIÁRIOS, LDA  
 
  Data Publicação 2006-09-22  
 
  Publica-se que em relação à entidade: 
Nº de Matrícula/NIPC: 507852117 
Firma: CAPITALINVEST - ESTUDOS E PROMOÇÃO DE PROJECTOS IMOBILIÁRIOS, LDA 
Natureza Jurídica: SOCIEDADE POR QUOTAS 
Sede: Av. António Augusto de Aguiar, 148, 7º A 
Distrito: Lisboa Concelho: Lisboa Freguesia: São Sebastião da Pedreira 
1050 LISBOA 

Matriculada na: Conservatória do Registo Comercial de Lisboa - 4ª Secção 

pela Apresentação AP. 5/20060908, referente inscrição 1, 
foi efectuado o seguinte acto de registo: 


Insc. 1AP. 5/20060908 - CONTRATO DE SOCIEDADE E DESIGNAÇÃO DE MEMBRO(S) DE ORGÃO(S) SOCIAL(AIS)


FIRMA: CAPITALINVEST - ESTUDOS E PROMOÇÃO DE PROJECTOS IMOBILIÁRIOS, LDA 
NIPC: 507852117 
NATUREZA JURÍDICA: SOCIEDADE POR QUOTAS 
SEDE: Av. António Augusto de Aguiar, 148, 7º A 
Distrito: Lisboa Concelho: Lisboa Freguesia: São Sebastião da Pedreira 
1050 LISBOA 
OBJECTO: Estudos e promoção de projectos imobiliários, compra e venda de imóveis. 
CAPITAL : 5.000,00 Euros 

SÓCIOS E QUOTAS: 

QUOTA : 4.900,00 Euros 

TITULAR: MERIDEN INTERNACIONAL, S.A. 
NIPC: 980348641 
Sede: East 53 RD Street, Swiss Bank Building, 2 nd Floor, Marbella, Panamá - City, República do Panamá 

QUOTA : 100,00 Euros 

TITULAR: CAPITALINVEST - GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO DE CONDOMÍNIOS, UNIPESSOAL, LDA 
NIPC: 506629961 
Sede: Rua da Misericórdia, 12 a 20, loja 17 
Lisboa 

FORMA DE OBRIGAR/ÓRGÃOS SOCIAIS: 

Forma de obrigar: Intervenção de um gerente 

ORGÃO(S) DESIGNADO(S): 

GERÊNCIA: 

IRENE DA CONCEIÇÃO PINTO DE BRITO 
NIF/NIPC: 113497210 
Residência/Sede: Av. António Augusto de Aguiar, 148, 7º A 
Lisboa 


JOÃO JOSÉ ALEXANDRE ALVES 
NIF/NIPC: 118918958 
Residência/Sede: Av. António Augusto de Aguiar, 148, 7º A 
1050 - 021 Lisboa 

Data da deliberação: 4 de Setembro de 2006 


O último documento de prestação de contas desta sociedade é de 2009. E aparentemente funcionava em casa do Barão Alves que é também a da outra Admistradora na  Av. António Augusto de Aguiar, 148, 7º A ?

 

Não tinham dinheiro para terem sede própria?

 

E como é que uma holding funciona com sede numa loja dum centro comercial? Vende o quê?

As SGPS quanto muito gerem participações sociais, podendo comprá-las e vendê-las, mas isso não se faz ao balcão duma loja como se fosse um vulgar retalhista......

 

Haverá muito mais coisas para apurar.....

 

Em certos casos sabemos por experiência que a base de dados do Ministério da Justiça não está actualizada!!!!

 

Mas no meio desta teia de sociedades em que o Barão aparece como o ''big boss'' a sua participação no capital aparece como mínima e surgem como  grandes protagonistas estranhas sociedades:

 

 
NIPC: 980348641 
Sede: East 53 RD Street, Swiss Bank Building, 2 nd Floor, Marbella, Panamá - City, República do Panamá

 

que dominava esmagadoramente o capital da CAPITALINVEST - ESTUDOS E PROMOÇÃO DE PROJECTOS IMOBILIÁRIOS, LDA está situada num paraíso fiscal, num país onde as sociedades opacas são a regra e onde é dificílimo o fisco meter o nariz....

 

Quanto à Rackham International Inc a conservatória não nos diz nem o NIF, nem a sede.....

 

Porquê?

 

Finamente no caso da RPP Solar o Conselho de Administração é formado por :

 

Nome/Firma: JOÃO JOSÉ ALEXANDRE ALVES 
NIF/NIPC: 118918958 
Cargo: Presidente

 

CLÁUDIA SUSANA DE BRITO 
NIF/NIPC: 220812675 
Residência/Sede: Av. António Augusto de Aguiar, 148, 7º A e a Dona Cláudia vive na ex-sede da Capitalinvest......

 

 

Tudo isto se complica com a forretice destas sociedades que não pagam ordenado ao Barão, porque este só declara às Finanças 1.100 € (um pouco mais que o rendimento mensal do nosso Querido Cónego) que lhes são pagos pela Largewall – Serviços e Recursos Humanos,   Lda., segundo o Correio da Manhã.

 

 

Com este bonito panorama interrogo-me, a quem é que a CMA entregou o Casal Curtido?

 

Já mandei o meu Advogado, também da Obra, mandar fazer uma off-shore para me darem uma herdade.

 

Marcello de Ataíde

Gostava saber a opinião da Concelhia do PCP sobre todos estes negócios e se a disserem não contarei as magníficas relações que teve o senhor Mário Lino com certas empresas do Leste.

 

Finalmente como é que o rural Macário quer vender um bem camarário (o terreno do Estádio Farense) para viabilizar uma entidade privada!!!!

 

Não queria estar na pele do Oliveira Martins que tem de controlar uma fauna muito variada

 

publicado aqui em 2010 com este título:

Terça-feira, 22 de Junho de 2010
 
PS-Falta entre muita coisa a partida do Cónego Graça para missionário no Panamá

Graça actualmente.JPG

para zelar pelos bens do Guilherme da Cabeça Gorda e em último caso administrar-lhe a extrema-unção


publicado por porabrantes às 16:33 | link do post | comentar

12524386_1124778417545295_8625722646070391375_n.jp

 vistos pelo Charlie

 

a redacção 


tags:

publicado por porabrantes às 13:28 | link do post | comentar

Sábado, 05.10.13

 

O blogue Restos de Colecção publicou recentemente um post sobre o Hotel Turismo de Abrantes. É um blogue estimável e aliás tinha-se referido amavelmente ao nosso, mas as incorrecções produzidas e a informação que se omite, certamente por engano ou desconhecimento sobre o HTA ,merecem um esclarecimento, dado o valor deste edifício, o seu significado na vida social e cultural da cidade e o estado lastimoso a que o conduziu a actual gerência.

 

 

  

 

 

Passo a comentar os erros a) Diz-se que o Hotel foi fundado por iniciativa de ''investidores locais'' entre os quais o dr. Manuel Fernandes e Albuquerque do Amaral Cardoso.

 

 

 

Manuel Fernandes, médico e chefe político local da Ditadura a partir de meados dos anos 40, foi a alma política e empresarial do projecto, que aliás contou com a férrea oposição da CMA enquanto foi dominada pelo grupo de Henrique Augusto Silva Martins. O Hotel esteve inclusivamente para ser construído onde está hoje o Colégio de N.Senhora da Fátima.

 

A influência política do líder estado-novista levou à intervenção directa de Salazar para concretização dum empréstimo e à cedência de terrenos públicos para se construir o Hotel.

 

 

 

 

 

Houve também investimento directo do Estado, que ainda é accionista da Sociedade Hotel Turismo de Abrantes SA, que foi dona do edifício até que o vendeu.

 

 

Os investimentos do Dr.Manuel Fernandes vieram do dinheiro da mulher a D.Vírgínia Moura Neves e ainda arrastaram todo o então clã Moura Neves. Quando o texto citado fala do ''Albuquerque do Amaral Cardoso'' estou a pensar que se refere a D.Luís Albuquerque Amaral Cardoso, filho do militar quase homónimo D.Luís Amaral Cardoso. Morava o titular numa  casa da R.D.João IV  . A casa do D.Luís foi pela família Amaral Cardoso doada ao Patronato Santa Isabel.Outro dia talvez faça a história da casa que pode ser curiosa, mas agora só adianto que o papel dele como ''investidor'' ou impulsionador do Hotel ou do São Pedro foi menor.

 

Os accionistas que fundaram o Hotel são mais ou menos os mesmos que fundaram o São Pedro.

 

 

Já agora vai a lista dos fundadores do São Pedro:  Manuel Luís Fernandes, Armando Henrique Moura Neves, ;Fernando Alberto Moura Neves, ; Joana Pimenta Godinho Soares Mendes, ; família  Paim Barreto Soares Mendes,  ;José Guilherme Moura Neves, ; Armando Ferreira Matafome, ; António Eduardo Moura Neves, Manuel Proença Robalo Lisboa, ;Manuel Cordeiro Duarte Ferreira, ; Eduardo Cordeiro Duarte Ferreira, ; Georgina Segurado Avelar Machado Soares Mendes, ; família Serra da Mota , ; Ramiro Guedes de Campos, ; João Duarte Marques, ;Luís Almada Albuquerque Amaral Cardoso, ; José Sousa Falcão,:  Ramiro Antunes Farinha Pereira,; António Serrão Burguete, ; Mário Serrão Burguete, ; António Apolinário Ferreira da Silva Oleiro,; José Almada e Melo, ; Maria Cristina Castro Ataíde Castel-Branco, ; Maria Amélia Castro Ataíde Cordeiro, ; Aníbal Lopes Pinheiro, ;Luís Gonzaga Moura Neves, ; Construtora Abrantina,L.da,  ; Maria Manuela Nunes de Carvalho Serra da Mota,; Maria Teresa Nunes de Carvalho Serra da Mota,; Diogo Armando da Silva Oleiro, ; Maria Almada Albuquerque Bobela Mota, ; Alfredo Manuel Pimenta, ; Emílio Damas Pombo Salgueiro, ;Fernanda Mena e Silva Moura Neves, ; Manuel Pimenta Almeida Beja Camões Godinho, ; José Pimenta Almeida Beja Camões Godinho, ; João Pimenta Beja Marques Godinho, ; Alfredo Pimenta Beja Marques Godinho, ; Fernando António Pimenta Beja Marques Godinho,. 

b) Diz-se ainda no Restos de Colecção que tinham sido colocados uns quadros do pintor Lozano, mas já se disse aqui os quadros desapareceram em circunstâncias que os sócios deviam apurar.

    

 

o pintor  Lázaro Lozano

 

 

c) Diz-se ainda que o Hotel é propriedade da Best Western. A Best Westwen não é, nem nunca foi dona do edifício.  A Sociedade Hotel Turismo SA  que foi dona dele, vendeu-o  a um Fundo de Turismo e hoje é mera inquilina do dito Fundo 

 

 

 

 

É para mim incrível que contactado por nós o sr. dr. Luís  Moura Neves, Administrador do Hotel até recentemente, não soubesse desta venda.

 

Desde que o Hotel é administrado por um estranho grupo económico ligado a Promociones el Santiscal (assunto largamente abordado neste blogue) sucederam-se uma série de acções em tribunal  tanto de carácter laboral como por dívidas de que se faz um mero resumo:

 

 

100667

Entrada: 
26-09-2013
Distribuição: 
26-09-2013

Autor: João Daniel Granja dos Santos 
Réu: Hotel de Turismo de Abrantes, S.A.

Juízo Único

250/13.0TTABT

Valor:
2.152,68 €

Ação de Processo Comum

  

2192

Entrada: 
28-01-2013
Distribuição: 
29-01-2013

Exequente: Acção Contínua - Saúde e Prevenção, Unipessoal Lda. 
Executado: Hotel de Turismo de Abrantes S.A. 
Agente de Execução (Sol.): Carla Ribeiro

2º Juízo

128/13.7TBABT 

Valor:
1.402,69 €

Execução Comum (Sol.Execução)
Entrega Electrónica - Refª 12290617

99/12.0TTABT
Juízo Único
Ação Impugnação Jud.Regul.e Licitude do Despedimento

Autor Anabela Barroso de Sousa 
Réu Hotel de Turismo de Abrantes, S.A.

Julgamento ou Audiência final

09-01-2013 10:00

46984

Entrada: 
03-05-2013
Distribuição: 
04-05-2013

Exequente: G. J. Silva, Lda. 
Executado: Hotel de Turismo de Abantes, Sa 
Agente de Execução (Sol.): João J. Oliveira Coelho

1º Juízo

534/13.7TBABT

Valor:
666,99 €

Execução Comum (Sol.Execução)
Entrega Electrónica - Refª 13166763

795863

Entrada: 
15-01-2013
Distribuição: 
15-01-2013

Exequente: Abrancome - Fornecimento de Produtos Alimentares e Bebidas, Lda. 
Executado: Hotel Turismo de Abrantes, Lda. 
Agente de Execução (Sol.): João J. Oliveira Coelho

3º Juízo

67/13.1TBABT 

Valor:
1.016,67 €

Execução Comum (Sol.Execução)
Entrega Electrónica - Refª 12136621

 

 

Depois deste rol resumido, verificou-se que os donos do imóvel, a Fundo do Turismo, executaram por alegadas dívidas o inquilino do Hotel, a Sociedade Hotel Turismo de Abrantes, SA

77288

Entrada: 
12-07-2013
Distribuição: 
12-07-2013

Exequente: Tf Turismo Fundos, Sgfii, S.A.
Executado: Hotel de Turismo de Abrantes, S.A. 
Agente de Execução (Sol.): David Roque

3º Juízo

803/13.6TBABT

Valor:
30.001,00 €

Execução Comum (Sol.Execução)
Entrega Electrónica - Refª 13959

 

coisa que dá ideia que se as dívidas não forem pagas.....haveria

 

 

 

 

mas entretanto outro credor foi mais radical e pediu a insolvência da Sociedade Hotel Turismo SA.......

 

892982

Entrada: 
05-09-2013
Distribuição: 
06-09-2013

Requerente: Maria Amélia de Jesus Coimbra 
Insolvente: Hotel Turismo de Abrantes, Sa

2º Juízo

1043/13.0TBABT

Valor:
50.000,00 €

Insolvência pessoa coletiva (Requerida)
Entrega Electrónica - Refª 14326825

 

 

d) Diz ainda o blogue Restos de Colecção que o Senhor Gonçalo Byrne, arquitecto estrela, muito do gosto das autoridades abrantinas, apresentou em Novembro de 2012 um projecto de ampliação do Hotel. É verdade e não resistimos a desafiar o nosso estimado colega e a sua decorativa colaboradora abrantina a ilustrar o arrazoado com isto:

 

carlos marques 2.JPG

 

 cidadãos por abrantes

 

 

E)  Finalmente não diz o Resto de Colecção o resto que é o essencial: foi deliberado por unanimidade na CMA e na A.M. (por esmagadora maioria) ceder por uma verba irrisória (à volta de 6.000 euros) terrenos públicos (as velhas piscinas abrantinas e parte do jardim do Hotel)  avaliados pela CMA em muitas centenas de milhares de euros ao inquilino do edifício do Hotel, inquilino esse cujos contornos já foram aqui largamente abordados....  

Vou-me repetir, mas este negócio é   muito mais sinuoso, ruinoso, duvidoso, etc para a cidade e para edilidade que o  estranho caso das celeradas oliveiras do Catarino.

 

 

Resta-me ainda dizer que o apreciado arquitecto-estrela ao trabalhar com esta gente se arrisca a  ter de meter nova penhora.

 

 

Fica pois anotado o post do Restos de Coleção.

 

 

Miguel Abrantes

 

 

Sobre a medriocridade do projecto do Byrne também já aqui se falou

 



publicado por porabrantes às 12:12 | link do post | comentar

Quinta-feira, 15.11.12

Conseguimos apurar que o principal interveniente no ''negócio'' do 

 

 

 

 

 

 

se acha relacionado com uma off-shore com sede no Panamá

 

 

 

 

 

 

 

 

Não é o Carlos Marques que tem um comércio de carros a meias com a filha em Faro (em situação financeira pouco brilhante) enquanto há na família uma sapataria para os lados de Tavira.

 

 

É peixe-gordo.....

 

 

As off-shores servem para dinheiro opaco, negociatas duvidosas, lavagem de ma$$as, fuga aos impostos

 

 

Estamos bem servidos......

 

 

 

Lembram-se do outro que estava relacionado com uma off-shore no Panamá?????

 

 

 

 

Era este:

 

 

 

 

 

 

Estamos bem servidos.....

 

 

E porque é que o PS de Abrantes negoceia com tipos de off-shores?????

 

 

 

Talvez porque seja um P$?????

 

 

Assunto a seguir....(este e outros)

 

 

 

Miguel Abrantes

 

 



publicado por porabrantes às 22:32 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O preso alentejano que q...

Negociatas abrantinas no ...

Negócios abrantinos no Pa...

O resto do Hotel de Abran...

''Investidor'' do Hotel T...

arquivos

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12

18
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds