Domingo, 01.11.20

Publica-se um texto importante de história de Abrantes, da autoria do dr.Paulo Falcão Tavares, referente ao fim do absolutismo em Abrantes

 

 

Tesouro Real miguelista em Abrantes ( I )

 

Como é sabido, o Reino de Portugal viveu uma sangrenta guerra civil em 1833, entre dois reis (D. Pedro “malhado” e S.M.F. Dom Miguel I “realista”) onde Abrantes foi palco.

Irei citar umas memórias de um monge cartuxo, que foi perseguido e teve que exilar-se em Itália no Mosteiro da Cartuxa de Calábria, onde foi Prior e escreveu diversas obras, falamos do Padre Fr. D. Francisco de Assunção Ferreira de Mattos.

“…no dia 12 [de Setembro de 1833] partimos para a villa de Abrantes, á cuja terra chegamos ás 2 horas da tarde. Procuramos no Convento de Santo António lugar para descansarmos hum pouco dos incómodos da viagem, e o Guardião nos conduzio para huma grande caza, na qual o ar entrava por todas as quatro partes; nos quatro ângulos da mesma estavam preparadas 4 camas, as quais, nos disse o mesmo Guardião estarem destinadas  para 4 Religiosos, que deviam ser recebidos no seu Convento, por ordem do Exmo Governador: logo entendemos que aquele belo aposento estava preparado para nós, mas como o vimos mais próprio para nos acabar que para nos restabelecer, não obstante  a grande dôr de dentes que me afligiu, roguei a D. Bruno [monge cartuxo português] que me acompanhasse a caza da Exma Senhora D. Francisca. Com efeito fomos ás cegas (porque não sabíamos nada das ruas da villa) procurar S. Excª; por acaso passamos pela caza do Exmº Governador o Sr. João Vieira Touvar e Albuquerque, o qual porque não tinha noticia do habito cartuxo, nos mandou perguntar, que religiosos eramos? Como soubemos da pessoa que nos fez esta interrogação, donde ella procedia, lhe rogamos nos fizesse a caridade de nos indicar a caza de S. Excª, o que não recusou. Fomos a sua caza e depois de havermos cumprimentado S. E. lhe expusemos o nosso triste estado de saúde, e a descómoda caza que julgamos estar destinada para nós. S. Excª logo reconheceu sermos nós os Religiosos por quem lhe tinha falado a Exmª Srª D. Francisca,

Infanta Maria Francisca of Portugal.jpg

A Infanta D.Maria Francisca, Vicente Lopez Portaña  

 

e se dignou mandar hum D. Alvaro [Tavares], seu Ajudante de ordens, ao Convento de S. Domingos, pedindo ao Prior, Fr. João de S. Jacinto, em seu nome alguma cella desocupada para nos accomodar. Mas o Prior, porque tinha ocupado todo o Convento com os creados da Real Caza, respondeu, não lhe ser possível acomodarnos no Convento, mas que sendo necessário punha à disposição de S. Excª o hospicio que tinha distante da villa, ¼ légua [em Alferrarede]. Como vimos que nada se podia obter naquela ocasião, despedimonos de S. Excª agradecendo-lhe a sua boa vontade, e nos dirigimos ao Paço [antigo solar da família Freire de Castro] para falarmos à Exma Srª D. Francisca. Já D. Ricardo e D. Manoel [dois monges] estavam no quarto de S. Excª, os quaes nos derão a boa nova, que o Guardião sabendo que nós estávamos a promover outro arranjo, desocupou 2 cellas, e na mesma tarde lhe deu as chaves dellas, com o que desistimos de fazer outras diligencias a este respeito. No seguinte dia 13 fomos cumprimentar toda a Real Família, que nos recebeu sempre, com as demonstrações do maior afeccto. A segunda vez que tivemos a honra de beijarmos a Real Mão do Senhor Dom Carlos [de Espanha],

 

Carlos María Isidro de Borbón (Museo del Prado) cropped.jpg

D.Carlos de Borbón

nesta villa, se dignou dizer-nos: Saibão, Padres, que não os irei visitar a [Convento] Santo António porque sei de certo que o guardião do convento he muito malhado [liberal]. E parece que não se enganava, como depois o vimos por experiência. Nesta villa he que soubemos pela Serenissima Srª Infanta D. Maria da Assunção (que Deos a tenha em Santa Glória) que o sr. D. Pedro, seu irmão, tinha mandado publicar na Cronica de Lisboa hum decreto a respeito de nós os Cartuxos do [Mosteiro] de Laveiras, honrando-nos com o nome de rebeldes ao seu intruso e usurpador governo, por havermos abandonado excandalosamente o nosso mosteiro, passando para a parte do Legitimo Rei da Monarchia Portugueza o Senhor Dom Miguel Primeiro, e por isso declarava supreesos todos os conventos onde fossem recebifos, ou qualquer outro Religioso emigrado da capital. Por este mês de Setembro chegaram á villa de Abrantes os Generais Bromout e Clouet, com mais 30 ou 40 oficiais franceses, que infelizmente El Rey (por maus conselhos) dimitiu de seu Real Serviço.”

 



publicado por porabrantes às 17:51 | link do post | comentar

Sábado, 05.10.19

conste

Felicitamos a SHIP pela nomeação

E claro o Paulo Falcão Tavares



publicado por porabrantes às 17:01 | link do post | comentar

Quarta-feira, 31.07.19

67468095_10213422148808215_3611308244502315008_n

Paulo F. Tavares faz a biografia do edil que mais tempo governou no XIX. Vamos ler e depois comentamos.

mn



publicado por porabrantes às 15:59 | link do post | comentar

Sábado, 22.06.19

18556075_422644618111290_3828894985125534538_n

Filipe de Araújo e Castro foi Presidente da Academia Tubuciana no séc XVIII. Liberal moderado chegaria a Presidente do Ministério (Ministro do Reino) em 7 de Setembro de 1821. Curto mandato teve até 28 de Maio de 1822.

Tendo o Rei D.João VI dito que lhe parecia mal ter um governante que não era Comendador, porque parecia republicano, respondeu-lhe que a si lhe parecia mal atribuir-se a si próprio uma Comenda, conta o Prof Adelino Maltez, que o biografa, aqui na Politipedia.. A sua acção na vila abrantina, onde foi juiz de fora (1796-1805), é contada por Paulo Falcão Tavares no recente livro

 

 

 61521009_816434575398957_2389924467275988992_n

cuja leitura recomendamos.

ma

imagem da Academia Tubuciana



publicado por porabrantes às 20:19 | link do post | comentar

Sexta-feira, 24.05.19

Passeio da Família Dominicana

25 de Maio 2019 - Abrantes

 

10h00           Acolhimento

(Junto Escola básica e secundária Dr. Manuel Fernandes **)

Morada: Av. General Humberto Delgado, 1; 2200-125 Abrantes

 

  • A bagagem com o almoço fica nos autocarros            
  •  
  •     16h00           Eucaristia na Igreja de S. Vicente Sugere-se que as Comunidades e Fraternidades Leigas, se organizem por zona, para se deslocarem no meio de transporte que for mais favorável.(**) Indicação com chegar a partir da rotunda do quartel Militar;
  •  
  • Visita ao Workshop no Rossio de Abrantes
  • 13h00           Almoço partilhado, no Jardim “Aquapólis” ou em espaço fechado, depende das condições atmosféricas
  •  
  • 11h00           Inicio da Conferência – Orador: Dr. Paulo Falcão Tavares
  •  
  • Seguir Avenida das Forças Armadas até à rotunda da Liberdade;
  • Seguir pela Av. General Humberto Delgado, até junto à Escola (Antigo Colégio S. João de La Salle)                          
  •  
  • Antigo Colégio S. João de La Salle
  •  
  • 27-04-2019


publicado por porabrantes às 16:28 | link do post | comentar

Quinta-feira, 14.03.19

53613633_10205857895281931_6261714953498001408_n

O Presidente da Tubucci, Dr. Paulo Falcão Tavares apresenta o seu novo livro sobre a Ordem de São Maurício em Viseu.

Foto do sr. Luís Costa com a devida vénia.



publicado por porabrantes às 18:32 | link do post | comentar

Domingo, 17.02.19

A ex-PGR Joana Marques Vidal proferiu uma Conferência em Ponta Delgada onde esteve presente o Presidente da Tubucci, que aí se encontra para o lançamento do seu livro sobre a Ordem de Maurício e S.Lázaro

52586408_10214151861658908_1346077428132347904_n

mn

 



publicado por porabrantes às 12:20 | link do post | comentar

Terça-feira, 12.02.19

lázaro

O livro do nosso amigo e colaborador Paulo Falcão Tavares é já a obra de referência sobre esta ordem dinástica italiana, que tem actualmente como Grão-Mestre, SAR o Príncipe Vittorio Emanuele  de Sabóia.

O livro será apresentado pelo historiador José de Almeida Mello.

paulo tavares

Lançamento em Abrantes doutro livro de Paulo Falcão Tavares, sobre o ''Real Convento de S.Domingos'', onde se historia o convento e se fuzila a maldita torre com que Carrilho da Graça e a autarquia abrantina (nas pessoas de Céu Antunes, Isilda Gomes e o cacique Carvalho, actualmente a administrar as dívidas que a sua gestão criou no CRIA), queriam fornicar a paisagem abrantina, destruindo o nosso património.

mn  

notícia do ''Açoriano Oriental'', o mais antigo jornal luso

 



publicado por porabrantes às 08:58 | link do post | comentar

Quinta-feira, 19.07.18

tubucci carta 1

tubucci carta 2

Publica-se a carta da Associação de Defesa do Património Tubucci hoje entregue na CMA acerca do bárbaro atentado ao património em Santo Amaro

santo amaro 8

mn



publicado por porabrantes às 19:36 | link do post | comentar

Quinta-feira, 31.05.18

Este estudo italiano da autoria de

Paola Nestola

OLHA!” IL NOME DELLA GÁRGULA, UN CONGRESSO

GIUBILARE, IL MEETING POINT A LISBONA:

TOPICI PORTOGHESI DA DISSODARE

 

 

destaca a obra de Paulo Falcão Tavares, sobre S.Dominhos de Abrantes.

 

Trata-se duma intervenção num Congresso em Lisboa, onde o historiador destacou o contributo dos dominicanos para a História de Abrantes, o valor patrimonial do convento de S.Domingos e as ameaças que pairavam sobre ele, por parte da autarquia abrantina e dum tal Carrilho da Graça.

 

mn

 

 



publicado por porabrantes às 19:03 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Tesouro Real miguelista e...

Mais um serviço a Abrante...

Bibliografia Abrantina: O...

O homem que detestava Com...

Passeio da Família Domini...

Lançamento em Viseu do li...

Conferência de Joana Marq...

Livro de Paulo Falcão Tav...

Carta da Tubucci à Presid...

Historiadora italiana des...

arquivos

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Novembro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds