Domingo, 13.05.18

cacique

O ex-adjunto da cacique e boy do PS, José Alho, começa a ser julgado no dia 30, juntamente com o ex-cacique de Ourém e ex-Presidente da Federação Distrital do PS, Paulo Fonseca e uma luzida tropa socialista por terem alegadamente montado um ''esquema'' de desvio de fundos públicos para um amigalhaço. Da acusação constam ainda coisas nímias como falsificação de documentos e peculato.

alho

Mirante

O Alho foi adjunto da cacique abrantina durante 2 anos (2014-2016), arranjou um ''tacho'' no Inatel, e foi (!) nomeado pelo Gameiro para o pelouro do  ''Trabalho, Solidariedade, Ambiente e Poder Local'' na  Distrital socialista, a título de especialista.

 

IMG_20180507_090900

Resta perguntar como é que uma cacique nomeia um tipo sobre que pendiam essas suspeitas e agora estas acusações para adjunto????

Também será de perguntar porque é que nenhum membro da Oposição responsabilizou a cacique por esta escolha?

O assunto foi várias vezes aqui abordado    

mn



publicado por porabrantes às 11:30 | link do post | comentar

Segunda-feira, 11.09.17

Avança o Mirante que o TC despachou o insolvente Fonseca que ia para Presidente de Fátima-Ourém, com o ex-assessor da cacique e ecologista na reforma Alho nas suas listas.

O insolvente Fonseca desempenhou entre outros cargos o Governo Civil de Santarém e foi líder distrital do PS.

O  insolvente Fonseca era apoiado pelo Gameiro, boss do PS do distrito.

Foi feita Justiça!

Quando aos laranjas amigos do Fonseca, que choram pelas gazetas, que aprendam que Portugal é um Estado de Direito e ainda há magistrados às direitas.

mn

 



publicado por porabrantes às 22:57 | link do post | comentar

Quinta-feira, 24.08.17

O Tribunal de Ourém voltou a declarar inelegível o falido Fonseca. Mas agora foi mais longe:(...) ''O Tribunal recusou ainda a inclusão de José Manuel Alho na lista. O PS havia alegado “erro informático” para a não inserção deste nome na correcção das listas de candidatura socialistas, mas a juíza Mariana Paulino considerou que foi invocado “um lapso constante da lista, e não a substituição do candidato excluído conforme faculdade legal, a efectivar em momento próprio”.'(...)' - avança o Notícias de Ourém.

20347123_q7Jdb.png

O ex-assessor da cacique além dos problemas penais, é banido da candidatura para o Executivo, onde o quiseram meter à última hora, pela Justiça da República.

Continua a ser candidato à A.Municipal.

mn   

 



publicado por porabrantes às 19:07 | link do post | comentar

Sexta-feira, 18.08.17

insolvente.png

Com o  Fonseca ia o ex-assessor da cacique, José Manuel Alho como candidato a Presidente da AM.

 

A insistência do insolvente em desafiar a Lei acabou por esbarrar com um juiz que fez Justiça.

 

Mas certamente haverá recurso. E não será prá Nossa Senhora...Nem pró Papa

papa fonseca.jpg

mn

 

ps- Além do Papa, talvez o Nazareno possa fazer alguma coisa

 

 



publicado por porabrantes às 08:27 | link do post | comentar

Sexta-feira, 03.02.17

fonseca.png

devida vénia ao Má Despesa Pública

ma



publicado por porabrantes às 13:23 | link do post | comentar

Quinta-feira, 28.04.16

padre ventura medalha.jpg

O Ventura (sem cabeção e hábito talar) recebendo uma medalha do Presidente PS  de Ourém e supostamente clerical

retalhos.jpg

 

Carta aberta a propósito de “Retalhos de uma vida sacerdotal”.

Caro Sr Dr Joaquim Rodrigues Ventura,

Apesar de eu lhe ter pedido que desistisse de o fazer, o senhor apresentou publicamente neste domingo, 10 de abril, o seu livro “Retalhos de uma vida sacerdotal”, que define como auto-biográfica.

Ingenuamente julguei que, depois de ultrapassadas todas as trapalhadas por si continuamente geradas e alimentadas, e de termos chegado a um acordo que poria fim ao diferendo entre o Colégio e a FAA, o senhor ficaria sossegado a dirigir os seus projetos pessoais. Mas não! Com o texto que agora apresentou teima em repetir, até a exaustão, a mentira, que para si é sagrada, na vã ilusão de que a repetição obstinada a transforma, magicamente, em verdade!

Em 12jun1982 João Paulo II disse aos bispos argentinos: «É fácil, e pode ser cómodo por vezes, deixar as coisas diversas, abandonadas à sua dispersão. É fácil, colocando-se no outro extremo, reduzir pela força a diversidade a uma uniformidade monolítica e indiscriminada». Para mim seria mais fácil e cómodo e alguns até mo recomendariam, mas “não se opor ao erro é aprová-lo e não defender a verdade é suprimi-la”. É por isso que não posso fazer de conta que são coisas sem importância e deixar passar mais esta sua enésima manipulação, porque ela não é nada inocente.

O senhor mentiu-me nos dias 10 de maio de 2012, 18 de junho de 2012 e 25 de julho de 2012; enganou-me com as escrituras dos terrenos – “O advogado está a fazer o registo dos terrenos do Colégio, para ficar tudo só num número”! quando afinal até já estava feita a mudança de propriedade, a favor da Fundação, de terrenos do Colégio; ludibriou-me com os contratos penhor, que eram ilegais e só por isso o banco os resolveu; desviou indevidamente quantidades colossais de dinheiro do Colégio e inventou uma parceria para o justificar, usando o facto de ser o senhor a cabeça das duas instituições; as trafulhices continuaram com as libras de ouro; em palavras suas, “fez tudo isto, e muito mais”. Nunca deu um passo para devolver ao Colégio uma pequena parte do que indevidamente lhe retirou: nunca fez uma proposta concreta para a resolução do conflito, que sempre esteve nas suas mãos, apesar de ter sido instado a tal, de forma veemente, pelo nosso bispo!

Fechou-se o acordo para resolver o diferendo a 14 de janeiro de 2016, em Santarém, diante de uma juíza – o senhor, como sempre, não apareceu e fez-se representar – porque:

  1. para além do processo cível nº 477/13.4TBVNO, que começou no Tribunal Judicial de Ourém, em fevereiro de 2013, e transitou para Santarém, há o processo penal nº 6649/13.4TDLSB a partir da queixa-crime, interposta no DIAP, em setembro de 2013, que ainda podemos retomar, e está em fase de conclusão o processo canónico no tribunal eclesiástico de Leiria;
  2. a 25 de março de 2014, a sua casa, a fundação e outros, foram alvo de buscas pela Polícia Judiciária, que descobriu muita coisa;
  3. o senhor tem cadastro policial: em fevereiro de 2015 o senhor, e as senhoras Bárbara e Madalena foram constituídos arguidos.

Entre muitas meias verdades e claras mentiras, num discurso sempre em adaptação constante que ignora as próprias contradições, com o seu livro:

porque é que teima em querer assassinar a memória do P. Manuel Henriques (pp 85.88.90.193)? Qual é o problema de ter sido apenas o segundo Diretor?

porque é que continua a mentir: “ao completarem-se 50 anos do Colégio e da minha Direção (p. 202)?

– porque é que continua a dizer que foi o senhor a pedir a autorização provisória ao ministério (p. 85) quando sabe muito bem que não foi?

porque é que mancha a imagem do Sr D. João, fazendo dele um bispo incapaz de lidar com algum clero (pp. 107.108.111)?

– porque é que mente descaradamente a propósito da compras dos terrenos do Colégio: (pp. 87.88)? bem sabe que não foi o senhor que escolheu os terrenos que, de resto, em 1962 não se compravam a metro (p.88) nem os registos na conservatória eram como são hoje;

porque é que mente a propósito de mons. Borges (p.109)?

a estória do reconhecimento canónico (p. 203) também não é como o senhor a conta;

– e as estória das pp. 66ss e 144ss, (p. ex.), que terão alguma mistura de verdade, pouco mais são do que gabarolices que, de tão inverosímeis, caem por si mesmas.

Sei, e não escondo, que o senhor teve também muitos méritos, que deixou, no Colégio uma obra, que é motivo de orgulho, que venceu muitas dificuldades, mas o seu ego e o seu talento quase sobrenatural para a manipulação continuam a ser maiores do que o Colégio, a Fundação, Fátima e até a Europa (p. 200). Lamento, contudo, que depois de termos chegado a acordo judicial (pelas razões supra citadas) o senhor continue a teimar em não pôr uma pedra sobre este assunto, arrumando-o no canto do esquecimento. A verdade, no entanto, vai continuar a fazer o seu caminho, eu não vou desistir dela e não a calarei para que o meu silêncio cúmplice não equivalha a incentivar as suas teimosas insinuações.

Sem mais de momento, subscrevo-me

  1. Adelino Guarda

Diretor CSMiguel

com a devida vénia ao P.Guarda e ao Colégio de S.Miguel.

 

Moral da história: O Ventura é um reles mitómano, segundo o Padre Guarda,

padre ventura.png

 

ma

 

fotos da vida caciquista: C.M de Ourém

do livro: Chiado Editora

 



publicado por porabrantes às 17:07 | link do post | comentar

Terça-feira, 11.08.15

jornal da lena.png

Região de Leiria 16-7-2015

 

em declarações ao Jornal da Lena, cujo director também é gestor da Media-On, dona da gazeta e da rádio oficiosa abrantina

o P. da C.M. de Ourém diz que o Governo o informou da inevitabilidade da integração do Hospital de Abrantes no Grupo Hospitalar do Ribatejo e ainda que se os doentes de Leiria deixam de vir a Abrantes, o CHMT vai à falência. Tão simples como isso.

Porque é que a imprensa local, especialmente a do mesmo grupo, não fez eco das palavras de Fonseca?

A informação ainda está condicionada ou foi esquecimento?

mn 



publicado por porabrantes às 16:43 | link do post | comentar

Quarta-feira, 05.08.15

 

 

"O município de Ourém situa-se a 20 quilómetros de Leiria. Nos últimos anos temos sido empurrados para o hospital de Abrantes [distrito de Santarém] e o país não está em condições de poder gastar tanto dinheiro a levar os doentes do concelho de Ourém para o concelho de Abrantes, quando pode levá-los para o hospital de Leiria, com boas respostas e bons acessos", afirmou Paulo Fonseca.

 

''Este transporte diário de milhares de cidadãos do concelho de Ourém para o hospital de Abrantes, uns porque precisam de uma consulta, outros porque precisam de tratamento, outros porque têm familiares hospitalizados e os custos que lhe estão associados é absolutamente inaceitável nos tempos em que vivemos", considerou Paulo Fonseca.''

O Primeiro-Ministro concordou.

"Não tenho uma resposta para a área da saúde", disse Passos Coelho, mas reconhecendo que "a proximidade em termos de mobilidade geográfica se

faz, sobretudo, com Leiria e não com Abrantes".

Leia aqui

 

Quanto aos cromos que andaram,  como estratégia para manter a importância do Hospital abrantino a gastar dinheiro da autarquia e a pressionar os abrantinos para subsidiarem a Liga dos Amigos do H. e ainda  a esconder notícias sobre as condições deploráveis, segundo a Ordem dos Médicos, em que funcionam serviços da Maternidade, podem limpar as mãos à parede.

hospital 2.png

 

O Hospital de Abrantes também caminha para a irrelevância. Quando o imóvel ficar vazio a edilidade pode comprá-lo, para qualquer vago objectivo.

 

ma

crédito: notícias ao minuto

 

 



publicado por porabrantes às 17:37 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Quarta-feira, 23.07.14

Há dois candidatos à distrital do PS de Santarém.

 

 

E há um ex-Presidente da Distrital que acaba de ser declarado insolvente

 

 

É o Fonseca que é Presidente da Câmara de Vila Nova de Ourém.

 

 

desviado ao Jornal de Notícias, foto Henriques da Cunha

 

A lei diz que um insolvente não pode ser candidato a qualquer autarquia, mas isso tem sido quase uma disposição morta na prática.

 

 

O Fonseca foi também Deputado e mais coisas curiosas. 

 

 

 

 

Porém agora está numa posição insustentável. A decência manda  o homem abandonar a política. Certamente muitos dos seus fans desconheciam a sua situação de caloteirismo clandestino

 

 

 

 

Deixando de lado que o homem não faliu por nenhuma desgraça nem azar (felizmente) mas porque andou metido em negócios enquanto era cargo político  e devia abster-se dessas práticas, convém perguntar:

 

 

Qual dos candidatos à Presidência do PS de Santarém vai exigir ao Fonseca que por razões de ética política se ponha no olho da rua?

 

Temo que nenhum, mas vou esperar.

 

MA 

    

 

 

 



publicado por porabrantes às 09:32 | link do post | comentar

Terça-feira, 03.04.12

Este post  já chegou a Braga. 

 

PPM Braga

http://ppmbraga.blogspot.pt/

 

 

de forma que vou continuar na onda.....

 

 

O Duque de Bragança, no concelho de Ourém homenageando os caídos portugueses no Ultramar.

 

 

Lá a seca acabara antes que em Abrantes, e o Presidente da autarquia, o caudilho PS ribatejano Fonseca acorrera pressuroso ao beija-mão real e esquecera-se do guarda-chuva.

 

Como se tem esquecido de usar a vassoura para limpar o PS do Ribatejo de amigos políticos de Júlio Bento, o gajo da fortuna ilícita,

 

 

 

 

JB, o primeiro (e o mais novo-rico) à direita

 

 

como Jorge Lacão, Isilda Jana, Maria do Céu Albuquerque e tutti quanti....cuja responsabilidade política neste caso é

 

 

evidente!!!!!

 

 

Enquanto se esquecer de usar a vassoura, o Fonseca será, não o Presidente do PS Ribatejano, mas o caudilho do

 

 

 

 

P$  .........

 

em Ourém, o Fonseca não tinha chapéu de chuva,nem vassoura e quem anda à chuva molha-se......

 

 

a não ser que um Rei, paternalmente, lhe evite, ficar encharcado.......

 

 

foi o que fez o Senhor Dom Duarte.....

 

 

mas enquanto o Fonseca não apurar as responsabilidades políticas do caso Júlio Bento,

 

ninguém salvará o PS de ser confundido com um P$.....

 

 

 

por mais que gritem......

Aqui d'EL-Rei!!!!

 

M.Noronha                    



publicado por porabrantes às 11:38 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Processo Alho encerra Mês...

Tribunal despacha o insol...

Já não há Alho em Ourém

Haverá cunha do Nazareno?

A Virgem de Fátima proteg...

Carta aberta ao Padre Joa...

Paulo Fonseca borrifa-se ...

Hospital de Abrantes vai ...

a anunciada insolvência d...

O Rei tem de ser um pai p...

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10


22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds