Quinta-feira, 19.11.20

A GNR de Abrantes prende, na Estação, em 20 de Outubro de 1948,  o dirigente comunista Guilherme da Costa Carvalho, que terminará no Tarrafal.

guilherme da costa gnr.png

Filho dum milionário, um corretor da bolsa nortenho e da indómita D.Herculana, será uma personagem lendária dentro do PCP e animará duas das mais espectaculares fugas de Peniche e Caxias.  Cumprirá 16 anos de cadeia, depois dos esbirros da GNR fascista, o terem prendido em Abrantes. ( Para os dados biográficos-Helena Pato-Anti-Fascistas da Resistência.)

Tempos depois, já adiantados os anos 50, é assassinado na esquadra da GNR de Abrantes, um preso com motivações políticas. O Advogado Aníbal Martinho denuncia a situação e será vítima de perseguição graças aos cuidados do mais célebre bufo abrantino, Ferro Alves.

ferro alves.png

O Dr.Martinho fora um dos vultos do MUD, cá no burgo.

mn

fonte :ANTT 

 



publicado por porabrantes às 14:30 | link do post | comentar

Sexta-feira, 23.10.20

eleutério.jpg

Em 1949 era enviado para Caxias o serralheiro tramagalense Eleutério Dias Pinheiro.

Já tinha sido condenado a pena leve, nos anos 30, no âmbito do desmantelamento duma célula comunista e dum grupo alegamente armado, em Abrantes, cujo principal vulto era o operário da MDF, de Rio de Moinhos, Zeferino Seabra Esteves, que foi condenado a dez anos de deportação para Angra do Heroísmo, como já se viu.

Conseguiu-se a informação sobre o processo dos anos 30, graças a um recorte hoje publicado no face pelo sr. dr. Octávio de Oliveira, a quem se agradece.

ma



publicado por porabrantes às 15:45 | link do post | comentar

Sábado, 09.05.20

La imagen puede contener: 3 personas, texto que dice "NEM MAIS UM EURO PARA A BANCA BANCA !!! então não não vai haver festinha do avante ok mas só mais estes 850 milhões"


tags:

publicado por porabrantes às 21:24 | link do post | comentar

Domingo, 26.04.20
Domingo, 9 de Novembro de 2014

Outro dia referiu-se aqui, a propósito da desmemória do Manuel Dias, a presença de activistas clandestinos comunistas no Tramagal desde muito cedo. Os nomes quando houver tempo.

Mas já se pode dar (e já se sabia) o nome dum dos importantes controleiros dos anos 50.

josé vitoriano

 O ''corticeiro'' José Vitoriano, algarvio, chegou a Vice-Presidente da Assembleia da República e teve importante papel no Ribatejo e no Tramagal nos anos 50.

E em Paris onde acolheu Zita Seabra.  

 

vitoriano.png

 Ele próprio contou a história aqui.

 O Vitoriano foi nessa altura preso pelo Pide abrantino Rosa Casaco, em Alcanena (1953).

Tudo neste livro, que se recomenda.. O extracto reproduzido é da 2 ª parte da tese da autora citada : ''Estratégias e Evolução da Oposição silvense na Consolidação do Regime Salazarista (1935 1949)  '' 

maria joao

 Havia mais coisas para dizer mas só duas curiosidades,dada a longa tradição silvense de indústria corticeira e também a abrantina, houve algarvios a trabalhar aqui e abrantinos a trabalhar lá. Laços e intercâmbios que se criaram.

Uma das personalidades silvenses biografadas é o Advogado dr.Neves Anacleto, que se bem me lembro é o Avô do Francisco Louçã e que depois do 25 de Abril deu um contra-revolucionário. Um homem  curioso e de forte personalidade.

MA 

créditos: Avante e edições Colibri e tese da autora citada

 



publicado por porabrantes às 13:35 | link do post | comentar

Domingo, 31.03.19

alpiarça 2

O livro de João Alves Falcato (Ed Avante, Lisboa,2018) relata a campanha eleitoral do Advogado Arlindo Vicente, em 1958. Já se falou aqui nisso. Para o que nos importa refere a intervenção do representante abrantino, Dr. Virgílio Godinho nos órgãos nacionais da candidatura. Noticia  a constituição da comissão concelhia abrantina a 17 de Maio de 1958. (...)  por 18 democratas, incluindo advogados, médicos, comerciantes, proprietários, operários e outras profissões''. (...).

 Dá destaque à intervenção de oradores abrantinos na histórica sessão de Alpiarça (a terra com mais pergaminhos anti-fascistas do Distrito, onde Delgado teve mais de 80% dos votos)  em 18 de Maio.

Além de Arlindo Vicente, falaram o director da ''Seara Nova'', Câmara Reis, Manuel Sertório,  e Maria Fernanda Corte-Real Silva que sublinhou ''o idealismo que impregna  aqueles que enfileiram na Oposição a afirmou a inabalável vontade de concorrer na luta eleitoral até à boca das urnas. ''

maria fernanda corte real graça e silva

 

Referiu ainda ''que o facto de haver duas candidaturas não nos pode separar....''

Falou também um oposicionista local, Carlos Pinhão e o escritor e advogado de Abrantes, Virgílio Godinho. Encerrou o comício, Arlindo Vicente.

vergilio godinho

ver aqui

alpiarça 1

Composição da comissão de Abrantes, que depois da desistência de Vicente, passou a apoiar o General Delgado.

13902885_WQbgP

Resta recomendar a leitura do livro.

ma

 



publicado por porabrantes às 20:24 | link do post | comentar

Sexta-feira, 18.01.19

11

gamado aos fascistas


tags:

publicado por porabrantes às 20:57 | link do post | comentar

Sexta-feira, 28.12.18
Constância sem estratégia de intervenção
 

Em Novembro, os eleitos da CDU nos órgãos autárquicos do concelho de Constância fizeram um balanço do trabalho realizado na Câmara e Assembleia Municipal, assim como nas freguesias de Constância, Montalvo e Santa Margarida da Coutada, onde o PS está em maioria.

No encontro concelhio concluiu-se que «não existiu qualquer mudança para melhor» desde Outubro de 2017, como se observou na organização das festas do concelho e Pamonas Camoneanas, nas actividades culturais e desportivas promovidas pelo município e freguesias e na relação destas com o movimento associativo.

«Não melhorou a limpeza dos aglomerados urbanos nas freguesias de Montalvo e Santa Margarida da Coutada onde, durante o Verão, predominou uma invasão de ervas pelas ruas e em que espaços emblemáticos, como o Açude, foram abandonados e desprezados», acusa a Coligação PCP-PEV.

As críticas estendem-se ao «encerramento e reabertura do Centro Escolar de Santa Margarida, sem os pareceres autorizados dos serviços de saúde», assim como ao «encerramento completo do parque infantil em Montalvo».

Num presta contas distribuído à população e divulgado à comunicação social, a CDU lembra ainda que o executivo PS ainda não conseguiu «convencer» o Governo e o município de Abrantes para a «urgência» de uma nova ponte, entre outras matérias.

 

no Avante a 20-12-2018

 

com a devida vénia



publicado por porabrantes às 17:07 | link do post | comentar

Quinta-feira, 04.10.18

 

''

O investimento em infraestruturas é fundamental para o desenvolvimento nacional e para cada uma das regiões do país. No distrito de Santarém, a travessia do Tejo reclama decisões urgentes, nas ligações de Constância e Barquinha à margem sul e da Golegã para a Chamusca (completando o troço do IC3), no sentido da resolução já aprovada na Assembleia da República. Estas travessias são fundamentais para o tecido empresarial da região do Médio Tejo (gerador de intenso trânsito de pesados) bem como para os acessos às infraestruturas militares e ao parque ecológico do Relvão.

A linha ferroviária do Norte, que atravessa o distrito de Santarém, carece de uma requalificação há muitos anos adiada, que elimine os estrangulamentos que hoje contribuem para a demora injustificada da circulação nesta linha. Em concreto no troço Vale de Santarém/Entroncamento, mas também Ovar/Gaia e Braço de Prata/Alverca, as intervenções necessárias e previstas há mais de vinte anos continuam por concretizar – sendo que nos planos do governo não está contemplada uma verdadeira modernização mas sim a chamada renovação integral de via.

Do mesmo modo se afigura urgente a requalificação da Estrada Nacional n.º 118, entre Samora Correia e Abrantes, no sentido da diminuição da respectiva sinistralidade e a construção de variantes que afastem o tráfego automóvel do centro das numerosas localidades que esta via atravessa.

Em matéria de acessibilidades, o PCP não esqueceu nestas Jornadas o problema das portagens da A 23 e os prejuízos que a sua existência causa às populações e empresas da região do Médio Tejo, semelhantes aos problemas causados pela introdução de portagens nas chamadas SCUT em diversas regiões do país. Nesse sentido, o PCP reapresentou na passada sexta-feira as iniciativas visando a abolição das portagens na A23, na Via do Infante, na A24, na A25, na A28, na A29, na A41 e na A42.'' (....)

 

 

(...)

Por tudo isto, o PCP reafirma que o processo de transferência de competências em curso não é sério nem rigoroso e nesse sentido suscitará na Assembleia da República a Apreciação Parlamentar de cada um dos diplomas sectoriais que, sob a forma de decreto-lei, procedam às transferências de competências do Governo para as autarquias locais.

Acresce que neste debate estão ausentes duas questões absolutamente centrais: a criação das regiões administrativas e a reposição das freguesias extintas contra a vontade das populações. Não é possível descentralizar sem a concretização do nível de poder regional previsto na Constituição, de forma a dar coerência e maior eficiência à organização administrativa do Estado. Só a regionalização permitiria um desenvolvimento mais equilibrado e harmonioso do território com vista à eliminação das assimetrias regionais. Por outro lado, só a reposição das freguesias extintas contra a vontade das populações, como o PCP propõe através de iniciativa já apresentada na Assembleia da República, permitiria repor o nível de proximidade do Estado às populações que, entretanto, se perdeu.''

 

 

Declarações do deputado João Oliveira no final das jornadas do PCP em Santarém

Conclusões das Jornadas do PCP em Santarém – 2 de Outubro

 

 


tags: ,

publicado por porabrantes às 11:02 | link do post | comentar

Domingo, 12.08.18

Diz o Médio Tejo que o Museu MDF bateu records de visitas.

 

Não vou contar como foi abordado um industrial para ceder umas coisas pró espólio.

 

Vou só dar uma peça pró espólio

 

afonso campante

 

Só uma, e se damos duas????

 

Ficamos a pensar

 

extracto do O Ribatejo  Vermelho de 1976

1976

Espólio doado ao Ephemera   (com a devida vénia)

 

O rapaz do PCP-ML cá na terra é colunista na Barca.

 

mn 

 

  



publicado por porabrantes às 18:00 | link do post | comentar

Segunda-feira, 06.08.18

 

Supomos que temos um dia destes de voltar à porca da política actual, hoje ou amanhã.

Já se escreveu aqui umas notas sobre a entrevista do Manuel Lopes, ex- autarca da APU.

Como a Históra é uma coisa que vai fazendo, fomos procurar informações ao sítio certo, ou seja à direcção nacional dum partido que até 1974 e inclusive uns anos depois mantinha casas e instalações clandestinas.

Pacheco Pereira, no 2 º tomo da sua biografia de Álvaro Cunhal, explica bem o funcionamento das casas clandestinas do PCP e também faz uma referência a Maria Fernanda Corte Real Silva, que viveu nesta casa

17512946_aJKTw

Já agora baseia parte do livro num trabalho de Jorge Santos Carvalho, sobre as relações luso jugoslavas.

Diz o Lopes que havia um andar devoluto, em 1974, nesta casa.

Era por baixo da residência do Dr.Orlando Pereira, que faleceu em 2016 e que o PCP de Abrantes ainda não  homenageou.

orlando pereira seara

 

O andar tinha sido alugado pelo Advogado e servia de casa de apoio as actividades clandestinas do PCP, durante os últimos anos do fascismo, sendo usado por um membro do Comité Central.

Antes de ficar devoluto era residência da família Feijó.

Com a legalização do Partido....ficou esquecido...por isso estava devoluto.

De forma que a Comissão de Moradores.....foi ocupar um andar da estrutura clandestina da resistência à ditadura.....

ma

 

anúncio de Orlando Pereira numa Seara Nova de 1960....onde também anunciava

semedo seara

 



publicado por porabrantes às 17:15 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

GNR prende Guilherme da C...

Presos políticos abrantin...

Nem mais um euro

O CONTROLEIRO É PRESO PEL...

Bibliografia Abrantina: A...

Pergunta do dia

Constância sem estratégia...

Propostas do PCP

Preso Vereador da Câmara ...

A casa do partido

arquivos

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Novembro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds