Quarta-feira, 01.03.17

Um ex-Vereador abrantino  e político no activo noutro concelho foi penhorado por dívidas (9.000 parcos euros) no Tribunal do Entroncamento.

Como consolo temos que a executante é uma rapariga muito decorativa e de boas famílias, com um apelido histórico.

Moral da História: Gente fina é outra coisa.

Tendo em conta que o Fonseca foi convidado para se recandidatar em Ourém, o rapaz está à espera duma chuva de convites partidários. 

mn


tags:

publicado por porabrantes às 20:17 | link do post | comentar

Quinta-feira, 17.10.13

No devido momento fomos os primeiros a dar notícia desta acção movida pelo empresário Sr.Jorge Dias. A imprensa local silenciou o  assunto durante meses, incluindo durante a campanha local. Também referimos aqui a acusação feita em sede de A.Municipal por um prestigiado Advogado e Deputado do ICA    que  censurava a cacique por faltar deliberadamente à verdade num processo do caso Jorge Dias.

 

Hoje o Mirante aborda o assunto em artigo que se reproduz com a devida vénia :

 

 

 

Câmara de Abrantes contesta acção de 6,5 milhões de euros movida por construtor falido 

foto

Jorge Ferreira, 57 anos, considera que autarquia lhe arruinou a vida empresarial. Município entende que o empresário não alega factos suficientes que lhe permitam vir a provar em tribunal os prejuízos que diz ter sofrido.

 

Edição de 2013-10-17
  Imprimir ArtigoComentar ArtigoEnviar para um amigoAdicionar aos favoritos

 

Está a decorrer no Tribunal Fiscal e Administrativo de Leiria uma acção administrativa na qual é ré a Câmara de Abrantes e que poderá vir a implicar o pagamento pela autarquia de 6 milhões 693 mil e 719, 68 euros à empresa de Construções Jorge Ferreira. A acção, que pode ser enquadrada no âmbito de um pedido de indemnização por danos morais, foi liderada por Jorge Ferreira Dias, dono dessa empresa, que prometeu não cortar as suas longas barbas enquanto os negócios não se endireitassem.

Jorge Dias imputa responsabilidades da sua ruína à Câmara de Abrantes devido a várias questões. Uma delas, refere, deve-se ao facto da autarquia lhe ter movido um processo judicial, em Novembro de 2002, por questões relacionadas com uma parcela de terreno na Encosta Norte da cidade. Outra tem a ver com o aborto do projecto “Ofélia Clube”, uma Unidade de Saúde e Bem-Estar/Complexo Médico-Social, prevista para Abrantes, tendo-lhe sido prometido um negócio de 2,5 milhões de euros com a venda dos seus terrenos para a instalação do complexo.

A operação de loteamento foi autorizada pelo município mas a obra, que estava prevista arrancar em Novembro de 2008, não saiu do papel. Jorge Dias acabou por ver o negócio dos terrenos ir por água abaixo em Março de 2010, quando a autarquia declarou a caducidade do alvará de construção do projecto do grupo “Portanice Investimentos Imobiliários Lda”.

O construtor também se queixa do facto de um prédio seu, sito na rua de Sant’Ana, em Abrantes, ter estado sem ligação de água à rede durante sete anos, impedindo que fosse vendido qualquer apartamento. A autarquia justificava que o motivo do impasse se devia a um processo judicial entre câmara e construtor que ainda não tinha desfecho conhecido. O assunto acabaria por ficar resolvido em Outubro de 2009 mas, até ao momento, o construtor não conseguiu vender nenhuma fracção, encontrando-se o prédio a mercê do vandalismo, conta.

De acordo com documentos a que O MIRANTE teve acesso, a acção deu entrada no Tribunal Administrativo a 11 de Junho último, tendo o município abrantino contestado a acção na sexta-feira, 4 de Outubro, dentro dos 30 dias previstos após notificação. “Queremos esclarecer que não estamos perante uma execução, mas sim perante uma acção administrativa comum sob a forma ordinária. Num processo de execução já existe um título que permite obter o pagamento. Na presente acção todos os factos alegados terão ainda de ser provados pelas Construções Jorge Ferreira e Dias, Lda”, explica a autarquia em resposta enviada a O MIRANTE.

A Câmara de Abrantes entende ainda que a autora da acção, a empresa Construções Jorge Ferreira e Dias, Lda., não alega factos bastantes e suficientes que lhe permitam vir a provar em tribunal os prejuízos de 193.719 euros a título de danos emergentes e 6 milhões e 500 mil euros a título de danos cessantes que diz ter sofrido. A autarquia explica que contestou a acção por entender ter fundamentos que permitem contrariar os factos alegados pela autora da acção e “não está disponível a pagar qualquer indemnização ao construtor pelos factos que este imputa ao município”.

 

“Querem dar-me como maluco mas não sou”

O construtor conta que a ruína nos seus negócios começou em 2002, quando a autarquia lhe moveu uma acção judicial. Até aí, diz, granjeava de crédito na banca, o que deixou de acontecer. “Prejudicou-me numa vida inteira porque tinha negócios previstos para esses terrenos que deixei de concretizar quando os interessados souberam deste litígio”, explica o empresário que já escreveu inúmeras vezes no Livro de Reclamações da autarquia e protagonizou cinco protestos com jumentos no centro histórico de Abrantes para fazer ouvir a sua voz.

“Querem-me dar como maluco mas estou ciente do que digo e faço”, atesta, referindo-se a um processo que decorre actualmente e que foi interposto pela actual presidente da autarquia, Maria do Céu Albuquerque, após Jorge Dias ter provocado desacatos numa reunião de câmara.

O construtor foi ainda absolvido de um processo crime que o anterior presidente da câmara, Nelson de Carvalho, lhe colocou por difamação, na sequência de um desses protestos, mas que resultou no arquivamento do mesmo pelo Tribunal Judicial de Abrantes por falta de provimento e evocando o direito à liberdade de expressã

 

http://semanal.omirante.pt/noticia.asp?idEdicao=622&id=95036&idSeccao=10811&Action=noticia

 

 

 

Sobre os argumentos esgrimidos pela CMA só se pode desatar a rir à gargalhada!!!

 

 

 

: ''A autarquia explica que contestou a acção por entender ter fundamentos que permitem contrariar os factos alegados pela autora da acção e “não está disponível a pagar qualquer indemnização ao construtor pelos factos que este imputa ao município”.

 

A fonte anónima da CMA será formada em Direito?

 

 

Se a CMA não contestasse tinha de pagar. Quem não contesta é automaticamente condenado. Foi por isso que contestaram .....

 

A autarquia diz que não ''está disponível para pagar''.

 

Ora bolas (omito o porra que era o que esta consideração merecia) se a autarquia for condenada também poderá continuar a dizer, mais subtil que o Jerico, que não ''está disponível para pagar''.

 

Então o sr. Jorge Dias com o título executivo na mão (a sentença) começará a penhorar os bens da autarquia:

 

A título de exemplo:

 

 

Palácio da Raimundo Soares- 500.000 €

Casa Milho                             250.000 €

Campo de baseball                  15.000 €    

Terreno  Barro Vermelho        100.000 €

Convento S.Domingos         1.000.000 €

Carro Presidenta                        8.000 €

Mobília do Escritório da Céu    3.000 €  (1)

Escola Nova  de Alferrarede   500.000 €

Claras                                    300.000 €

Antigo Tribunal                       200.000 €

Piscinas Velhas                      500.000 €

bolas de baseball                          300 €

1 carro dos bombeiros             45.000 €

4 vassouras dos varredores           50 €

Arquivo Municipal                   150.000 €

medalhas de lata                            25 € 

 

assim sucessivamente até perfazer os mais de 

 

7 milhões de euros 

 

+

 

mais juros

 

 

(1) a mobília do gabinete da D.Céu foi coomprada por 6.000 € mas agora só valerá 3.000 por ser em segunda mão

MA

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 09:21 | link do post | comentar

Quinta-feira, 11.10.12

A imprensa local fez eco do conflito laboral que anda se arrasta naquela que foi a unidade de referência na hotelaria abrantina.

 

 

Mas a coisa (continuamos por excesso de trabalho quase na onda do twiter....) chegou ao orgão central do PCP.

 

Avante!

 

Sob o sugestivo título de ''Luta na Ementa''.

 

 

Que pode ler aqui  

 

 

onde denuncia um ''inferno para os trabalhadores''

 

 

 

'' (...) No passado dia 19, o protesto contra a alteração à legislação laboral e pela negociação do Contrato Colectivo, sem perda de direitos ou salário, fez-se ouvir junto ao Solar dos Presuntos e ao Hotel Tivoli. No dia seguinte, a direcção do STIHRS-Sul denunciou ainda o despedimento da delegada sindical e de outras três trabalhadoras do Hotel Turismo de Abrantes, escândalo que a estrutura já reportou à Autoridade para as Condições de Trabalho e que promete continuar a divulgar, já que, sustenta, ilustra a transformação das relações de trabalho num autêntico inferno para os trabalhadores. '' 



Entretanto parece que a CMA socialista faz negócios com quem cria um ''inferno para os trabalhadores''.



É um socialismo muito curioso. Terá a D.Céu ouvido o sindicato antes de apresentar esta proposta????




Miguel Abrantes, hoje prá esquerda virado



publicado por porabrantes às 12:21 | link do post | comentar

Quinta-feira, 28.06.12

Como de costume este blogue marcou a agenda política da Cidade.  Já se habituaram os leitores a ler aqui o que sai na primeira página da Imprensa local e regional. Já se habituaram os caros leitores a que somos capazes de impor à maioria a discussão das informações que queriam silenciadas. Dispõe a maioria duma imprensa e rádio subsidiada, não para garantir a sobrevivência desses medias numa conjuntura económica difícil, coisa admissível, mas para lhes impor a mordaça.

Há hoje menos liberdade de imprensa em Abrantes que antes do 25 de Abril.

Ou seja tenho de admitir que era mais democrata o dentista dr.Agostinho Baptsta que a esposa do dentista Albuquerque.

O dentista Baptista viu Eurico Consciência espetar na primeira página do ‘’Correio de Abrantes’’ que a Rua de Angola não era um arruamento mas 

 

 

A Azinhaga do Baptista  !!!!!

 

Era isso hoje possível????

 

O dentista Agostinho Baptista também era mais  culto e tinha menos assessores que a esposa do dentista Albuquerque. Por isso sabia que não se deve abrir demasiado a boca (coisa que qualquer dentista sabe) porque pode sair asneira ou entrar  mosca.

 

Regresso ao facto de este blogue marcar a hora política. Agora marcamos o ritmo das actas municipais. Marcamos e marcaremos. E não faltará muito para marcarmos a hora das actas municipais do Sardoal ou a hora nas homilias, rústicas e cúpidas, na Igreja de São Vicente.

 

Diz a Presidenta, ‘’ O conhecimento da informação trazida à Câmara Municipal pelos vereadores do PSD apenas terá sido possível pelo acesso privilegiado que os advogados, solicitadores e técnicos de justiça têm no exercício da sua profissão e estranha-se que se entenda ser pública a ação de que a Câmara ainda não fora citada´´

 '

A Presidenta não deve saber o que é a Sociedade de Informação, que parece que era uma das apostas do falecido Governo do ‘’eng’’. Sócrates. Todos os dias o portal Cítius, dependente do Ministério da Justiça, instância certamente subversiva, publica a lista dos processos distribuídos no Tribunal da Comarca e a agenda das diligências que aí serão efectuadas.

 

Saber isso é um instrumento essencial tanto à informação pública como à governação concelhia.

 

Por exemplo entrou hoje no Tribunal de Trabalho mais uma acção dum trabalhador a contas com a crise:

 

89879

Entrada: 
27-06-2012
Distribuição: 
28-06-2012

Autor: Manuel Rosa Dias 
Réu: Mendes & Gonçalves, SA.

Juízo Único

220/12.5TTABT

Valor:
27.448,35 €

Ação de Processo Comum
Entrega Electrónica - Refª 10570688

 

A legião de juristas internos e avençados, começando pelo Sr. Dr. Bento Pedro, passando pela Drª Paula Milho com a sua dupla avença nos SMAS e na CMA, e terminando no inefável Defensor do Munícipe, bem podiam fornecer à Presidenta a listazinha.

 

Assim saberia que ao adjudicar ajustes directos a determinadas empresas se arrisca a ouvir cantar o

 

 

Fado Ladário !!!!!

 

E saberia também, provavelmente não foi notificada ainda,  que o Município de Abrantes é

 

 

RÉU!!!!

 

no Tribunal Administrativo e Fiscal de Leiria

 

 

41

Entrada: 
26-06-2012
Distribuição: 
27-06-2012

Autor: Maria Manuela Capitolina Dias Marques 
Autor: Mário Jorge Fernandes Marques 
Réu: Municipio de Abrantes

Unidade Orgânica 1

824/12.6BELRA 

Valor: 
20.651,25 €

Acção administrativa comum - forma sumária

 

(mais trabalho para o Sr. Dr.António Montalvo, excelente e  Ilustre Advogado).

 

 

Não gosta a D.Maria do Céu que nós informemos o povo?

 

Pior, para ela......

 

Já agora, trabalho para o Sr. Dr. José Amaral, se ainda for Advogado do Centro Hospitalar do Médio Tejo:

 

 

229155

Entrada: 
26-06-2012
Distribuição: 
26-06-2012

Réu: Centro Hospitalar Médio Tejo, E.P.E. - Unidade de Abrantes 
Autor: Vitalino Abreu Costa Cerol

Unidade Orgânica 1

818/12.1BELRA 

Valor: 
150.000,00 €

Acção administrativa comum - forma ordinária

 

Diz ainda a esposa do dentista ‘’ lamenta que a comunicação emita notícias como esta, onde mais uma vez, os municípios são achincalhados de incumpridores e maus gestores, ‘’

 

A coisa refere-se ao Senhor Director do Mirante, Joaquim Emídio, que é o responsável pela notícia.

 

Comigo haveria procedimento criminal.

 

Mas a Srª Albuquerque está a fazer pura demagogia porque sabe perfeitamente que há municípios que são ‘’incumpridores e maus gestores’’.

 

Como posso classificar o caso do Casal Curtido????

 

Boa Gestão?????

 

Só se for a favor do Alves das off-shores e do episódico empregado dele, Nelson Carvalho.

 

Bispo pcma.jpg

 

Opiniões como a do Mirante são expressas por colegas PS da Presidenta sobre a gestão no Sardoal do Sr.Molerinho.

 

Que eu por agora só classifico como

 

Anaclética....

 

Miguel Abrantes

 

PS -Resta-me ocupar uma linha sobre  Jota Pico, que esperar dum colega do Armando Fernandes, aliás do Armandinho???

 

 

 



publicado por porabrantes às 12:29 | link do post | comentar

Sexta-feira, 01.06.12

 

Há um novo portal de notícias que merece uma visita 

 

 

O Portal Regional  

 

 

Já consta dos nossos links

 

 

Há lá uma reportagem completa sobre a inconcebível história do fado ladário,  a penhora à CMA.

 

 

Muito mais pormenorizada que a do Mirante.

 

Por culpa dum contrato de duvidosa redacção jurídica, por terem dado uma obra a uma empresa em vias de insolvência, meteram-se numa carga de trabalhos e  contribuiram para deixar os subempreiteiros da região submersos em dívidas.

 

 

A Rede Regional averiguou uma alucinante história, que a CMA queria esconder, que só revelou a conta-gotas aos eleitos da Oposição e que o PR e nós descobrimos.

 

A pergunta é, porque é que Maria do Céu Albuquerque quando inquirida por Santana-Maia não esclareceu tudo?

 

 

A pergunta é ainda : porque é que o Portal Regional sabe tanto?

 

Uma contribuição para solucionar esta dúvida.

 

Nelson Carvalho (Consultor) é lá opinador aparentemente residente. 

 

 

 

Pode ler aqui a má prosa do Sr Carvalho (Manuel Alegre dixit)

 

 

MA

 

 

 

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 11:27 | link do post | comentar

Quinta-feira, 31.05.12

Sem tempo para grandes considerandos transcrevo a notícia que o Joaquím Emídio teve tomates para publicar e que o outro Director (o que falei ontem) não teve.

 

É natural que o Joaquim Emídio os tenha no sítio. É ribatejano da Chamusca (começou as aventuras na Imprensa com o Jornal daquela castiça Vila) e os ribatejanos têm tomates. Os galegos são capados.

 

''Câmara de Abrantes promete pagar dívidas para evitar penhora 

  Edição de 2011-05-31
  Imprimir ArtigoComentar ArtigoEnviar para um amigoAdicionar aos favoritos

Deu entrada no Tribunal Judicial de Abrantes uma acção de penhora sobre a Câmara Municipal de Abrantes, liderada por Maria do Céu Albuquerque (PS), num valor superior a 264 mil euros, denunciou o vereador do PSD, Santana Maia Leonardo, na última reunião do executivo.

A acção, instaurada no dia 14 de Maio, foi accionada pelo BNP Paribas Factor _ Instituição de Crédito mas a autarquia confirmou a O MIRANTE que, até 22 de Maio, ainda não tinha sido notificada de qualquer acção executiva relativa ao montante que se aponta.

Segundo apurámos, trata-se de uma dívida a uma empresa que está em processo de insolvência, tendo a câmara recebido uma notificação para que os créditos da empresa insolvente fossem pagos ao administrador da insolvência.

Em resposta ao nosso pedido de esclarecimentos, Maria do Céu Albuquerque diz, no entanto, que “não exclui que exista uma execução desta natureza, até porque se trata de um valor similar ao montante que o município tem para pagar, por trabalhos executados, a um determinado empreiteiro no âmbito da construção dos centros escolares”. Para Santana Maia Leonardo “a notícia não pode deixar de causar estranheza, uma vez que é contraditória com a posição aparentemente confortável da autarquia, a nível financeiro, no ranking nacional das autarquias locais”.

De acordo com a autarquia, a confirmar-se esta situação, quando a câmara for notificada “tratará de pagar o valor devido em qualquer momento, e tem todo o interesse em fazê-lo, inclusivamente porque tem verbas disponíveis para o efeito.

 

 

Só uma anotação: quem deu notícia desta penhora

 

 

 

fomos nós

 

e o nosso amigo e grande Vereador dr.Santana-Maia levou-a ao local próprio.....

 

quanto à Senhora Antunes Albuquerque anda a apanhar bonés

 

seria pior se andasse a apanhar boinas galegas como é o caso doutra política local.....

 

quanto à deputada Margarida Netto anda a apanhar abébias e já se picou.....

 

 

MA


tags:

publicado por porabrantes às 11:18 | link do post | comentar

PORQUE NÃO SABE 

 

 

PORQUE FOI PENHORADA.......

 

 

OH LARILAS!!!!!!!!

 

 

 

 

 

O DIRECTOR DA FOLHA ESTAVA COM OS OLHOS EM BICO E DIZIA-ME ENQUANTO A MALTA JANTAVA

 

ACHAS QUE POSSO DAR UMA NOTÍCIA DESTAS?????

 

 

PORQUE NÃO????

 

PODEM-ME MUDAR O NOME DA FOLHA PARA

 

 

 

JORNAL DO INCRÍVEL!!!!!!!!

 

 

COM O AGENTE 002, RETORNADO DE ÁFRICA PARA TOMAR, SERÁ POSSÍVEL  DESCOBRIR O CREDOR??????

 

 

E O DIRECTOR NÃO SE ATREVEU.....

 

 

CHAMA-SE LADÁRIO, O DIRECTOR E O CREDOR É O BNP, PODIAM LER ESTE BLOGUE E POUPAVAM TRABALHO E MASSAS A CONTRATAR 

 

 

 

mn


tags:

publicado por porabrantes às 01:24 | link do post | comentar

Terça-feira, 15.05.12

    

 

 

by Suzy de Noronha

 

 

 


tags: ,

publicado por porabrantes às 19:22 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Chuva de convites

Caso Dias nos Tribunais

Avante denuncia conflito ...

A CMA no banco dos réus...

O fado ladário

Penhoradamente ignaros

CMA TALVEZ DEVA CONTRATA...

O ataque da usura sionist...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10

21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds