Segunda-feira, 12.09.11

 

O comité científico popular e de massas aplicou a técnica usada pelo Sr.Dr.Durão Barroso, actual Presidente da Comissão de Administração de Falências da União Europeia, para determinar cientificamente que o Sr.Dr. Arnaldo de Matos era o maior teórico marxista português ou seja o Grande Educador da Classe Operária.

 

É uma técnica científica com origem em Pequim que foi ensinada à Redacção pelo ex-Advogado dr. Romeu Francês, actualmente irradiado ad eaternum da Ordem dos Advogados por coisas estercorárias.

 

É portanto uma técnica muito abalizada. Há quem garanta que o  Sr.Dr.Durão Barroso a aplicou para levar à falência a União Europeia.

 

Aplicados os seus parâmetros, foi feita a classificação dos maiores admiradores do Pina de Sernancelhe numa escala de 10 lugares.

 

Nº1 –Novo-rico Júlio Bento, membro do CA da Abrantaqua,  e empresário muito conhecido pelo DIAP e pelo povo do Cartaxo. Espera-se que os Rotários de Abrantes o escolham para Profissional do Ano. Conhecido na gíria da Pataria por Bento 17.

 

Nº2 – Sr.  Artur Lalanda, grande abrantino e destacado lutador por uns SMAS dignos desse nome.

 

Nº 3- Sr.Dr. Marcello de Noronha e Ataíde, membro do Opus, tradicionalista católico que acha que gajas divorciadas mesmo que membras (expressão usada para que o Comité de Igualdade de Género da CMA fique contente e feliz) de qualquer Obra não devem dirigir jornais católicos por estarem excomungadas latu sensu, redactor deste blogue, admirador do Pina por este promover a moral proibindo os decotes.

 

Nº4-Sr.Dr.Eurico Consciência, Advogado, a quem o medíocre Pina teve a lata de incomodar com uma série de artigos pornopolíticos no falecido Primeira Linha. Como é boa pessoa o Dr.Eurico ensinou português ao Pina, em memoráveis respostas. A prosa do Pina que era tão má como a da Edite, foi escolhida pela Comissão Política do PS como a melhor do Partido. Como nós o Dr.Eurico acha que o Pina deve escrever, porque senão em vez dele escrevia a D.Isilda, e em vez de sernancelhês clerical, apareciam redacções da quarta classe escritas a ritmo de fandango pegacho.

Nª4 –Arquitecto Albano Santos a quem o Pina gamou o lugar de Vice-Presidente. O Sr.Arquitecto espera que a sua oposição construtiva, exercida sob o heterónimo do tabelião Arês, seja recompensada com a nomeação para Presidente do SMAS para que o Pina se possa dedicar à literatura, montando uma sociedade literária com Armando Fernandes e assinando os livros com o pseudónimo  feminino Edite da Costa. O modelo serão os livros morais e sem decotes de Odete de Saint-Maurice.

 

 

 

 

Nº5- Marquesa Koplovitz, judia como Suzy de Noronha, dona da FCC, Fomento de Construcciones e Contratas, verdadeira rainha das águas residuais, que fez o melhor negócio da sua vida com o Pina dos Decotes a dirigir os SMAS.

 

Nº6-Sr.Joaquim Emídio, dono do Mirante, bairrista da Chamusca, grande apreciador da poesia da tia Mary Lucy, a qual comparou a algum clássico grego, sem especificar qual, que está muito grato ao Pina por ter dado uma entrevista ao Mirante sobre a submersão do Aquapólis e depois ter tido a lata de dizer que tudo o que estava na entrevista era mentira.

 

 

Nº7- Sr.Dr.José Amaral, nº1 do ranking dos admiradores do Sr.Arquitecto Albano Santos,  a quem demoliram a casa duma cliente pegacha graças ao cuidado extremoso da vereação onde o Pina brilhava como dinamitador político.

 

 

 

Nº8 – Sr.Eng Bioucas a quem o Pina chamou animal ao dizer que quem criticava o MIAA, miava. Conhecendo o Engenheiro estamos certos que mandará à merda o Pina quando o encontrar. Este blogue associa-se ao Engenheiro Bioucas na utilização do latim para crismar o Pina: mente captus.

 

 

Nº9 –Rural João Pico, recordista de bojardas blogosféricas, porta-voz da arquitectura estercorária alentejana, maior admirador vivo do Bispo do Porto D.António Ferreira Gomes, participante ao vivo com o Pina na polémica mais estúpida que o concelho viu nas páginas da Nova Aliança, etc.

Nº 10- Nelson Carvalho, frustrado director de Grandes e Pequenos Projectos da banhada da RPP Solar, maior benfeitor abrantino da família Burguete, colega do novo-rico Júlio Bento nas aventuras do DIAP, que considera que o Pina foi o maior seminarista da Beira.  

 

O comité científico, popular e de massas de rankings do  Por Abrantes

 

 

A Presidente

Edite Fernandes, de Vinhais mas não da Póvoa dos Armandos



publicado por porabrantes às 18:37 | link do post | comentar

Domingo, 11.09.11

O conhecido moralista Pina dos Decotes ficou super excitado depois de ver esta foto do Mirante. Ficou em estado de rosa-choque. Encontrámo-lo no Chave de Ouro onde estava a escrever uma nova homilia contra a visão das glândulas mamárias em sessões camarárias. Um Ps anti-isildista que leu o texto diz que qualquer o Pina pede para ser ordenado Ministro da Comunhão para poder recusar a distribuição de hóstias a quem vá de mini-saia, peito ao léu, ombros nus e coisas no género.

Suzy de Noronha

 

 

 

 

foto



publicado por porabrantes às 12:14 | link do post | comentar

Sexta-feira, 22.07.11

a frase do dia

 

''O presidente dos SMA voltou a mentir,''

 

Artur Lalanda aqui

 

 

     foto do reexistir por abrantes

 

 

 

        

 

 

a foto de cima isto  a foto que representa um crime ambiental onde segundo o Sr.Lalanda ''Até parece que o facto de a Ribeira de Abrançalha integrar a REN preocupa as autoridades responsáveis, o que ninguém questiona é o facto de haver três etar,s (Paúl, Abrançalha de Cima e Abrançalha de Baixo) a descarregar, permanentemente, os respectivos efluentes para o curso de água, com reflexos negativos comprovados, nas águas subterrâneas de todo aquele vale''

 

 

é da responsabilidade de quem?

 

de que político de aviário? (Sr.Lalanda dixit)

 

do Pina dos Decotes?

 

dos SMAS?

 

da Maria do Céu que a mando da Chefa e da burocracia clientelar do PS mandou dar um emprego ao Pina?

 

minha?

 

da empresa Abrantaqua que teoricamente gere as águas residuais?

 

 

(coisa que lhe foi atribuida através do contrato 17/2007 celebrado a 1 de Agosto de 2007, tendo como primeiro outorgante um tal Roberto Perez Muñoz, com o NIF/NIPC: 260624357, residente em  Calle Ulisses, nº 18, Madrid, Espanha, cuja foto é esta

 

 

 

Perez Muñoz, presidente da Aqualia com o ex-presidente da Estremadura espanhola, discutindo negócios de água

(foto oficial)

 

 

e .....tinha de ser ....segundo outorgante  o actualmente novo-rico Júlio Bento, ex-Vereador da CMA donde saíra por ''alegados motivos familiares'' , NIF/NIPC: 101824009, residente na  Sede: Rua S. Bento Menni, nº 2, 8º andar A , Lisboa

 

num negócio cujo montante foi de...... 37 milhões, setecentos e cinquenta mil e quinhentos e oitenta e sete euros mais IVA, ou seja

 

37.750. 587   euros !!!!!! )

cuja foto é esta: 

 


noutro negócios de águas, na terra do carrascão, o novo-rico Júlio Bento é o primeiro à direita.

 

 

Reparem nas datas, assinatura do contrato : 1 de Agosto de 2007 e a 29-11-2007 Nelson Carvalho era constituído arguido no mesmo processo em que a recém-fortuna isenta de impostos de Júlio Bento emergiu da água....

 

 

 

onde estava submersa tipo tesouro escondido

 

 

 

O eng. Bento era um milionário tipo rural, ainda não tinha descoberto como o caro Barão do Casal Curtido ( outro grande amigo de Nelson Carvalho) que os paraísos fiscais são muito úteis.....para certas coisas.... 

 

A ruralidade é um valor a preservar, o esterco de vaca aduba biologicamente as terras, mas estes valores ecológicos impõem também que não haja esgotos a envenenarem o nosso meio ambiente!!!

 

Por isso, exige-se ao Bento, aos Smas, aos espanhóis, à doce Maria do Céu que acabem com estas porcarias sob pena de  terminarem

 

condenadas no tribunal da opinião pública e não só.....

 

Marcello de Noronha

 

PS-Agradece-se ao sr.Lalanda em nome da Comunidade a intervenção feita na Assembleia Municipal em Defesa de Abrantes!!!!!

 

 



publicado por porabrantes às 13:33 | link do post | comentar

Sábado, 02.07.11

A fonte cuja qualidade de água garantiu a Presidente da Câmara a 30 de Maio é a fonte de São João cujos dados generosamente prodigalizamos aos nossos leitores, dados estes obtidos, quando ainda não havia suspeitas sobre a qualidade da água.

 

 

Aquilo que publicamos a seguir é retirado do opúsculo ''Rota dos Cântaros e Cantos, tesouros discretos dos povos'', com textos de Luís Filipe Dias, editado pelo Gat-Gabinete de Apoio Técnico de Abrantes, em 2005.

 

As fontes relacionadas no útil livrinho situam-se nos concelhos de Abrantes, Constância, Gavião, Mação e Sardoal.

 

As fontes abrantinas têm sido vítimas da falta de cuidado e doutras desastrosas atenções do Pina dos Decotes ao longo dos últimos anos.

 

Quem gosta de Património sabe que a atenção do Pina numa peça patrimonial significa uma catástrofe.

 

Sobre os resultados obtido pelo Deco, acerca da água desta fonte, falaremos mais tarde, apesar do assunto já ter sido abordado pela nossa popular secção policial.  

 

M. de Noronha

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 20:45 | link do post | comentar

 

 

A doutrina oficial do PS abrantino sobre o look feminino politicamente correcto foi expressa pelo celebérrimo Pina de Sernancelhe, num artigo da Barca.

Ainda estou para saber como é que a querida Margarida, que é uma mulher progressista, deixou publicar um texto onde a misoginia mais beata, bebida num seminário da província, assoma clerical, reaccionária e inquisitorial.

Defendia o Pina (doravante Pina dos Decotes) a censura para que não se pudessem publicar as imagens das senhoras deputadas que exibiam, generosas, os seus encantos.

O Pina dos Decotes não chegou a presbítero por motivos que desconheço, mas se tivesse chegado, estou a imaginá-lo tonsurado, de sotaina negra e cabeção, exorcizando do alto do púlpito duma paróquia provinciana, que as decotadas iriam para o inferno por fomentarem a concupiscência nos limites das sua paróquia.

A actual paróquia do Pina dos Decotes é o PS de Abrantes onde o presbítero do socialismo puritanesco gostaria de ''implementar'' (a palavra preferida do Pina) os ´´bons costumes.’’

Felizmente a deriva misógina do reverendo boy dos SMAS não encontra eco entre todas as militantes e autarcas socialistas   e  aqui exibo a imagem viva  da revolta da Dona Celeste Simão, digna Vereadora na sua foto oficial.

 Celeste Simão in página CMA

 

Está magnífica a Dona Celeste. E como uma imagem vale mais que mil palavras (de uma pessoa normal), esta imagem vale cem mil palavras saídas da boca ou da caneta do Pina, o autor do Manifesto Anti-Decotes !!!

 

Agradeço, na minha qualidade de gaja boa, socialite de classe alta, sem demasiada paciência para provincianos rurais (como o Pina ou o Pico) este gesto da Dona Celeste em defesa da liberdade e da dignidade da mulher, que, como eu, deve para ser digna, ser fútil, noctívaga, socialmente bem relacionada (isto é não se dar com misóginos como o Pina e o Pico), livre e decotada !!!!!

 

Abaixo o Pina!

Pim-pam-Pum!

Viva o Dantas, que deixava nas suas peças de teatro irem decotadas as actrizes.....

 

Fotografia de Mariana Rey Monteiro in http://www.a23online.com

 

Mariana Rey Monteiro, grande dama do Teatro Português, naturalmente decotada, estreou-se em 1946, no Teatro D.Maria, na peça    

 

“Tragédia de Sófocles”. com arranjo do Dantas 

 

Viva a Dona Celeste!!!!

 

Suzy Levi de Noronha, acabada de chegar duma noitada onde o seu decote provocou 4 enfartos.....     



publicado por porabrantes às 11:37 | link do post | comentar

Sexta-feira, 01.07.11

Tantas vezes vai o pote à fonte, que uma vez lá fica.

 

(provérbio popular)

 

Como é sabido tem havido uma acesa polémica sobre a Fonte de São João e a qualidade da sua água, uma das faces da polémica foi esta declaração da Presidente a 30-5-2011:

 

“A fonte de S. João (ou dos Pastores) na Av. de Aljubarrota, em Abrantes, não integra a rede pública de abastecimento de água como tal não está sujeita ao programa de controlo da qualidade da água (PCQA). Nos termos do n° 6 do artigo 16° doDecreto-Lei no 306/2007, de 27 de Agosto, as entidades gestoras devem colocar placas informativas de água não controlada ou de água imprópria para consumo humano, conforme o caso, nos fontanários que não tenham sido integrados no PCQA. Esta determinação legal foi executada em todo o concelho de Abrantes, embora as placas de alguns fontanários sejam objeto de vandalização sistemática.

A exceção foi para a Fonte de S. João tendo em conta a sua grande utilização. Neste fontanário, é feito o controlo analítico com realização de análises do tipo de CRi, CR2 e CI, ou seja, as previstas no PCQA, exceto a medição do desinfetante residual (cloro). Este parâmetroé condição para assegurar a ‘água de qualidade garantida’. No entanto, a incorporação de desinfetante retiraria a caraterística de ‘água natural’ à água deste fontanário, precisamente o elemento que a torna atrativa.

Este ponto de água é ainda objeto de alguma manutenção. A quando de situações de identificação de coliformes ou outras contaminações de natureza microbiológica são efectuadas intervenções que passam pela limpeza e desinfeção das caixas a montante da fonte, para além de ações de limpeza sazonal.

Assim, uma placa informativa indicando ‘água não controlada’ não seria exata, porquanto é controlada.

 A placa ‘água imprópria para consumo humano’ também não seria correta visto as

análises indicarem o contrário e, quando tal não acontece, tem havido intervenções para

reporem a qualidade necessária para consumo humano.

Todas estas situações são do conhecimento e articuladas com a Autoridade de Saúde, incluindo a informação que consta da placa atualmente afixada.

 Se forem detetados elementos que contrariem os valores legalmente admissíveis, em articulação com a Autoridade de Saúde ou por determinação desta, será afixada placa com a informação prevista no citado diploma legal.”

Face ao exposto pelos SMA, a Presidente da Câmara referiu que a proposta do PSD não poderá ser aceite, uma vez que a “água de qualidade garantida” implicaria a utilização de cloro.

Tendo em conta os esclarecimentos prestados pela senhora presidente, designadamente a realização de análises periódicas à qualidade da água e que a tabuleta “Água de Qualidade Não Garantida” é a adequada quando a água está em condições de ser utilizada, os vereadores eleitos pelo PSD decidiram retirar a presente proposta de deliberação.

A Presidente da Câmara sugeriu que os Vereadores do PSD solicitassem informação sobre as suas pretensões e só conduzissem a proposta de deliberação o que realmente se justifique, ao invés de andarem a trabalhar para a acta.

(Acta da data referida)

 

Como se nota a

 

 

 

autarca terminou elegantemente a sua intervenção, onde se detecta leitura atenta da prosa ordinária do Pina da Costa.

 

 

No final o PSD santanista e o resto dos vereadores chegaram a um acordo!!!! Os curiosos podem ler o milagroso acordo na página municipal.

 

Era altura de perguntar, depois de salientar o tom à Pina dos decotes da Presidente, indo de novo à sabedoria popular: tanto é agraz, que já despraz, tanto barulho para nada???

 

Ou tantas vezes vai a bilha à fonte, que numa delas sai quebrada?????? (ditado popular)

 

Coisa que iremos ver.......hoje ou amanhã

 

  geocaching

(está errada a datação, é do século XX)

 

 

M.Abrantes



publicado por porabrantes às 19:26 | link do post | comentar

Terça-feira, 14.06.11

O moralista Pina da Costa, insigne exemplo de boy (apesar da idade que tem) socialista dissertou na Barca sobre a conspiração da Imprensa (privada) contra o Estado Social e o PS, numa caterva de disparates que mereciam ser incluídos nas antologias do ramo.

 

O Pina da Costa devia ser contratado pelo Padre Rosa para editorialista principal do blogue Pico do Zêzere, onde ao lado de Jota Pico, e sob a batuta clerical, competiria para ver quem diz mais enormidades por post no Distrito de Santarém.

O ingénuo  Pina da Costa diz que os medias condicionam os eleitores e que são eles (enquanto agentes dos obscuros interesses financeiros) que decidem as eleições.

 

O P.Rosa, que deve ter saído do mesmo seminário que o Pina, costumava berrar nos sermões a mesma coisa. A ''má imprensa'' era condicionada por forças obscuras (a maçonaria, os judeus, os jeovás) e por isso o povo só devia ler o boletim paroquial e as Novidades.

 

Pina da Costa confia tanto neste raciocínio sobre a burrice endémica dos eleitores, que deve ser dos que defendeu a adopção do mesmo sistema caciqueiro em Abrantes com a ajuda das empresas amigas.

 

Como toda a gente sabe é o esposo da Chefa que trata destes assuntos sórdidos.

 

Tudo isto seria apenas uma anedota, dada a personagem, se ele não tivesse participado na privatização de sistemas de serviços que deviam estar em mãos públicas e hoje estão em mãos privadas (e estrangeiras) neste concelho!!!!

 

Suponho que isso, seria o menos se os tais sistemas funcionassem bem e não pessimamente como toda a gente sabe.

 

Para darmos ideia de como é que a CMA trabalhava no tempo do Pina transcrevemos este parecer da CADA-Comissão de Acesso aos Documentos Administrativos:

 

Parecer nº 295/2007

Data: 2007.11.14

Processo nº 404/2007

Requerente: Câmara Municipal de Abrantes

I - Pedido

A Câmara Municipal de Abrantes (CMA) solicitou o parecer da CADA relativamente ao acesso, por parte de Artur Lalanda, a diversos documentos.

II - Factos

1. Em 13.7.2007, Artur Lalanda solicitou à CMA certidão das “Informações nº 218, de 2007/06/06 da Divisão de Ordenamento e Projectos - Serviço de Empreitadas e nº 125/2007, da DOP-Serviço de Empreitadas, referidas na proposta de deliberação (...) aprovada por unanimidade, na Reunião de Câmara de 19 de Junho de 2007, aque se refere a Acta nº22, apropósito da “Concepção e Execução de Pontão na EM 547, sobre a Ribeira de Abrançalha (...)”

 

2. Através de ofício, datado de 7.8.2007, a CMA informou o requerente do indeferimento do pedido tendo em conta o seguinte:

- não era concorrente ou contra-interessado na empreitada em causa;

- não comprovou, nos termos do artigo 64º, nº 2 do Código do Procedimento Administrativo, interesse legítimo na obtenção das certidões em causa.

 

3. Não satisfeito com a resposta obtida, Artur Lalanda, em 27.8.2007, invocando o artigo 65ºdoC PAe  aLei nº 65/93, de 26 de Agosto, solicitou à CMA a reapreciação da decisão referida no número anterior. E para além  das antes pedidas, solicitou também certidão “da Informação da D.A.G., data de 17 de Abril de 2007, sobre o desvio da conduta do SMA, integrada no mesmo processo”.

 

4. Na sequência de informação interna (de que juntou  cópia), a CMA, em 26.9.2007, solicitou à CADA a emissão de parecer sobre a decisão a proferir. Conforme consta da informação interna referida “o procedimento do concurso já decorreu”, sendo que a “obra foi concluída e recebida provisoriamente”, devendo o processo da empreitada, nos termos do “Decreto-Lei 55/99”ser “arquivado após o

decurso do prazo de garantia e recepção definitiva” (artigo 226º e 227º)”.

 

III - Direito

1. O diploma ao abrigo do qual foram efectuados os pedidos de acesso, aLei nº 65/93, de 26 de Agosto , foi revogado pelaLei nº 46/2007, de 24 de Agosto (cfr. artigo 40º), em vigor desde dia 1.9.2007 (cfr. artigo 41º), que passou a regular o acesso aos documentos administrativos e a sua reutilização, e que de ora em diante designaremos como Lei do Acesso aos Documentos Administrativos (LADA). Assim, o presente parecer, solicitado já na vigência da LADA, será emitido ao abrigo desta lei.

 

2 . ACMA encontra-se sujeita à LADA [cfr. artigo 4º, nº 1, alínea e)].

 

3. De acordo com a alínea a) do nº 1 do artigo 3º da  LADA, considera-se documento administrativo qualquer suporte de informação sob forma escrita, visual, sonora, electrónica ou outra forma material, na posse dos órgãos e entidades referidos no artigo 4º, ou detidos em seu nome. 

4. Os documentos requeridos (informações constantes de um processo concursal respeitante a uma empreitada) são documentos administrativos, sujeitos ao regime de acesso referido no número anterior. No que respeita à situação em apreço importa determinar se o acesso aos

documentos requeridos se encontra sujeito a à restrição prevista no artigo 6º, nº 3 da LADA, que refere o seguinte: “O acesso aos documentos administrativos preparatórios de uma decisão ou constantes de processos não concluídos pode ser diferido até à tomada de decisão, ao arquivamento do processo ou ao decurso de um ano após a sua elaboração”.

 

5. Ora, conforme é referido pela entidade consulente, o procedimento concursal do qual fazem parte os documentos em causa já se encontra concluído, pese embora não ter ocorrido a recepção definitiva da obra.

 

6. Assim, face ao acima referido, considera-se que no caso em apreço não há lugar à aplicação da moratória prevista no artigo 6º, nº 3 da LADA, devendo os documentos solicitados ser facultados ao requerente.

 

IV - Conclusão

Em razão do antes referido é parecer da CADA que devem ser facultados ao requerente os documentos por este solicitados. 

Comunique-se.

Lisboa, 14 de Novembro de 2007

 

Moral da História:

 

O nosso amigo Sr.Lalanda queria cópia de uns documentos que a Lei lhe autorizava consultar......

 

A CMA não lhos queria facultar por algum obscuro motivo.

Na CMA trabalha pelo menos um jurista  e há pelo menos 2 advogados avençados.  Não acredito que algum advogado fosse capaz de parir uma resposta tão rafeira como esta: 

 

''Através de ofício, datado de 7.8.2007, a CMA informou o requerente do

indeferimento do pedido tendo em conta o seguinte:

- não era concorrente ou contra-interessado na empreitada em causa;

- não comprovou, nos termos do artigo 64º, nº 2 do Código do Procedimento

Administrativo, interesse legítimo na obtenção das certidões em causa.''

 

Se eu fosse Presidente da Câmara despedia o gajo que redigiu isto num abrir e fechar de olhos, a menos que fosse eu que tivesse dado ordens para vedar o acesso a uma informação ''reservada''. 

 

Moral da história: O Pina e a malta que com ele compartilha o poder político deve aprender que o princípio da Democracia é a obediência à Lei e não ao cacique.

 

O que fizeram ao Sr.Lalanda só tem um nome: abuso de poder e é punido criminalmente.

 

A figura que fizeram na CADA só tem um nome: o ridículo mais absoluto. Ou seja a marca da casa do Pina dos Decotes.....

 

Miguel Abrantes

 

(Esquecia-me de mandar cumprimentos para o Sr.Lalanda!!!!)

  



publicado por porabrantes às 17:12 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 02.05.11

Boa parte dos autarcas da Ditadura não ganhavam um tostão. 

 

 

 

Imagemfoto http://www.forum-numismatica.com/

 

 

 

Tenho naturalmente algumas discordâncias em relação à questão ética de que qualquer colaboração com um regime ditatorial  significava a sua legitimação.

 

Eu acho que um homem de bem não devia caucionar uma Ditadura que assassinou portugueses de lei como Humberto Delgado, Marques Godinho ou Dias Coelho.

 

Mas as coisas são como são e tenho amigos que pensavam que a intervenção nos órgãos municipais em Ditadura era apenas um serviço à sua terra e que isso não os comprometia com o regime.

 

Pecavam por ingenuidade, e ingénuos foram pessoas que estimo ou estimei como Fernando Simão (Vereador da Ditadura), Eurico Consciência (Presidente da Câmara de Meda) ou António Bandos que foi membro da Comissão de Toponímia Municipal (1) no mandato do nosso falecido amigo Esteves Pereira.

 

É a minha opinião, e neste blogue as opiniões são livres.

Isso (o referido acima) não obsta a reconhecer o trabalho empenhado das pessoas citadas, certamente a título gracioso, na defesa das suas terras e em particular de Abrantes.

E também não obsta a reconhecer que alguns edis da Ditadura como Esteves Pereira foram melhores Presidentes que os da Democracia.

 

Sobre Esteves Pereira não tenho a mínima dúvida.

 

Postal antigo-Raimundo Soares.

 

Não foram só os edis do antigo regime que prescidiram de ordenados e alcavalas em troca da honra e do serviço de governarem os seus municípios.

 

Vejam este recorte:

 


 

 

No Correio de Abrantes de 3 de Agosto de 1974 diz-se que o Dr. Correia Semedo abdicou do vencimentos de 8 contos e tal que era o seu ordenado como Presidente da CMA.

 

A crise em 1974 não era nada comparável à actual.

 

Por isso vem a petição requerer à Exma. Sr.ª Dr.ª D.  Maria do Céu Albuquerque que abdique do seu ordenado como fez  Correia Semedo.

 

Não lhe pedimos só isso.

 

Pedimos-lhe a dispensa dos serviços do Pina da Costa e da Chefa.

 

Os serviços que eles desempenham podem ser com vantagem exercidos por pessoal de carreira dos quadros do município.

 

Os dois têm trabalho assegurado nas Escolas onde são professores.

 

Se o Povo tem de ser esmagado com tributos, alcavalas, taxas, cortes nas reformas, subsídios sociais, direitos adquiridos, tudo graças à governação desastrosa do sr. Sócrates, que parece ser um caso de tribunal, segundo sugere o Doutor Catroga, a Câmara e o PS devem emagrecer.

 

A D.Maria do Céu não precisa de emagrecer. Está magrinha. Como o Sr Bispo também está. Embora a Diocese de Portalegre comece a engordar graças aos subsídios ao clero amigo da Presidente.

 

Marcello de Noronha 

 

(1) Eurico Heitor Consciência, Comissão Municipal de Toponímia, Correio de Abrantes, 3 de Fevereiro de 1973. No mesmo número um tal Alves Jana disserta sobre o ''Animal Racional''. Será um animal racional quem vota em algum destes 2 ? Ou um ''animal masoquista'' ?

 



publicado por porabrantes às 11:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 18.04.11

 

 

 

 

 

 

Junta de Freguesia de Alferrarede 
cria Banco Solidário


“Neste momento há pessoas que estão a passar fome, porque o dinheiro não chega para tudo”, afirma Presidente da Junta de Freguesia de Alferrarede

 

no reverendíssimo quinzenário católico

 

 

Jornal Nova Aliança

 

 

Não chega para tudo????

 

Chegou para dar 800.000 euros ao atelier do  licenciado alentejano.....

 

 

 

Chegou para dar 900.000 euros ao Barão encarnado, como diz o Marcello de Noronha, dado que a herdade custou à volta dum milhão e foi vendida por 100.000 (mais ou menos) à RPP Solar.....

 

 

Chegou para pagar à Chefa, ao Oeesterbeck e ao Fernandinho Baptista Pereira, não esquecendo o Pina dos Decotes....

 

 

Cá para mim, digníssimo Presidente chega para coisas demais (e desnecessárias)

 

Por isso espero que tenha chegado para que a redacção da Nova Aliança tenha podido saborear......

 

 

na 5º Feira Nacional do Fumeiro, 
Queijo e Pão no Sardoal                   in Nova Aliança

 

É melhor a malta dar cabo das morcelas, farinheiras, chouriços, couratos, lacões e queijinhos ( para mim os melhores são os de Nisa, terra dum dos subdirectores no reverendíssimo quinzenário católico)

 

antes que a escória do FMI coma tudo

 

 

FMI - Tribute to José Mário Branco from Video Jack on Vimeo.

 

 

 

 Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 20:41 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Ranking do Pina

Pina em estado de choque

O Pina e a frase do dia

A fonte inquinada

Dona Celeste, a insubmiss...

A polémica da fonte

Artur Lalanda versus CMA

Deve Maria do Céu Albuque...

o dinheiro não chega para...

arquivos

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds