Segunda-feira, 17.09.18

precht

ver a vingança de Pinochet

 

pinochet

 entretanto a vingança de Francisco Franco é esta

 

mn



publicado por porabrantes às 15:25 | link do post | comentar

Quarta-feira, 16.08.17

mosaico.png

Este livro, editado pelo Estado, Direcção-Geral de Educação, insere um texto sobre a D.Arminda, a mais popular pegacha, sem indicar o Autor.

arminda.png

Acontece que a Autora é a Margarida Trincão e o texto foi publicado no ''Mirante'' em

27-5-2004.

E se fossem plagiar para outro lado?

E se os professores controlassem o ''copy & paste'' dos meninos e meninas ?

E se o Estado não editasse obras plagiadas?

Pode a Autora processar o Estado!

Solidários com a Margarida

a redacção

 

 



publicado por porabrantes às 10:16 | link do post | comentar

Quinta-feira, 18.05.17

Em 29 de Janeiro deu-se conta aqui da reunião da cacique com um tal Carlos Bernardes, Presidente da autarquia de Torres Vedras.

20216302_cgYSf.jpg

Hertz

O homem era acusado de plágio numa tese de doutoramento

 

Ontem o Bernardes viu sair o resultado da investigação, da responsabilidade das autoridades académicas,. A Universidade de Lisboa confirma que há indícios mais que suficientes para abrir um processo  ao ''académico''. O homem licenciou-se em 2011 e como um foguete fez o mestrado em 2013 e o doutoramento em 2015.

Desconhecemos a data em que fez o 12º ano.....

De 1998 a  2011 desempenhou funções autárquicas sem ter qualquer título universitário.....

Foi desmascarado  por um  ex-Vereador independente (PS), o dr. Jorge Ralha,justamente indignado pela reles tese. .

O homem teve o descaramento de lançar a tese aldrabónica em livro!!!! Nas Edições Colibri....

IMG_1300.jpg

Foto Colibri

 

O  Bernardes é um conhecido costista, tendo sido um dos líderes regionais socialistas, que a meias com o Bruno Tomás, apoiou o Costa numa acção para tramar o António José Seguro.    

Como disse o dr.Jorge Ralha, quando descobriu o plágio, estamos perante um caso dum ''doutor da mula ruça''

 

bernardes plágio.png

ler aqui o artigo do artigo do dr.Jorge Ralha donde se retirou este extracto

ma.

 

notas:

A plagiadora da Manuel Fernandes já foi punida?

Como se chama o Vereador da Cultura que plagiou este blogue?

 



publicado por porabrantes às 14:59 | link do post | comentar

Quinta-feira, 06.04.17

Em 1995 a  CCRLVT editou esta publicação '' Navegando no Tejo'' que está on-line aqui  http://www.ccdr-lvt.pt/09/Livros/D1330-10/sumario.html.

A ficha técnica é esta

 

 
AUTOR(ES): 
Portugal. Comissão de Coordenação da Região de Lisboa e Vale do Tejo; Magalhães, Fátima, ed. lit.
PUBLICAÇÃO: 
Lisboa : C.C.R.L.V.T., 1995
DESCR. FÍSICA: 
165, [2] p. a 2 colns : il. ; 30 cm
BIBLIOGRAFIA: 
Bibliografia, p. 159-162
DEP. LEGAL: 
PT -- 91103/95
ASSUNTOS: 
Região do rio Tejo (Portugal)
CDU: 
908.469.41/.42(282)
 

 

A colaboração (é de vários autores e instituições, entre elas a Câmara Municipal de Abrantes).

 

Que é responsável (colectivamente!!!!...sem indicar o autor) por este texto.....

Os portos do Tejo em Abrantes - C.M. de Abrantes que se inicia na página 53 e vai até à 56.

Ora acontece que no texto há fragmentos (parágrafos) que são um plágio grosseiro e descarado sobre uma obra clássica dum dos maiores geógrafos portugueses, o Professor Jorge Gaspar.

gaspar plágio.png

Não vou fazer o elogio de Jorge Gaspar, o seu prestígio é tão grande, que seria desnecessário, vou só recomendar a leitura deste artigo que está on-line, e que foi publicado em 1970 e que saiu na prestigiada revista Finisterra. O artigo fala muito de Abrantes e do Rocio, e de outras povoações ribeirinhas.

cma gaspar.png

isto é o texto da CMA a páginas 53

 

gaspar plágio 3.png

artigo de Jorge Gaspar, página 160

 

o descaramento é tal que os plumitivos plagiadores da CMA ousam dizer que falaram ( em 1995, quando já tinha morrido ) com o sr. Pedro Duarte, armador local e industrial de cortiças, que lhes deu informações:

 

duarte plágio.png

CMA, página 50

 

Ora quem falou em 1970, com o sr. Pedro Duarte, foi o Professor Gaspar e não eles e quem escreveu o parágrafo citado, também foi o  geógrafo ilustre, que realizou o estudo indo de porto ribeirinho a porto ribeirinho, para recolher os últimos testemunhos dos marítimos do Tejo e de outras pessoas ligadas ao rio. 

duarte plágio 2.png

 

gaspar 166.png

 

artigo de Jorge Gaspar, página 165 e 166

 

O Presidente da Câmara em 1998 era Nelson Carvalho e o mínimo que podia fazer era pedir desculpa aos herdeiros do Professor Gaspar!!!!

 

mn

nas páginas seguintes do livro há um texto de dupla responsabilidade ''Câmara Municipal de Constância-António Matias Coelho'', de qualidade e com as necessárias referências bibliográficas, que recomendamos ler.   



publicado por porabrantes às 16:44 | link do post | comentar

Domingo, 29.01.17

A cacique reuniu com o ''Doutor'' Carlos Bernardes, seu homólogo de Torres Vedras, acusado de plágio no doutoramento

torres-640x374.jpg

Rádio Hertz

 

Parece que a reunião com o ''plagiador'' tem a ver com as smarts citys, não sabemos se o homem falou da sua ''smart'' tese.

 

plágio t.png

 

 A desenvolver amanhã, porque hoje é domingo

 

ma

foto rádio hertz



publicado por porabrantes às 10:30 | link do post | comentar

Segunda-feira, 07.11.16

 

O Doutor Davide Delvino, doutor pela UTAD, ser doutor por uma Universidade transmonstana dá um garbo especial, avençado da CMA pró projecto MIAA, que está há um montão de anos para apresentar um catálogo raisonée da Colecção Estrada, obra que certamente terá a colaboração científica do seu amigo Dr. Castro Nunes, é o flamante editor disto:

 

the horse.png

A obra que reúne as comunicações relativas a um Congresso que se realizou na Golegã, de 15 a 19 de Maio de 2013,foi em parte patrocinada pelo projecto MIAA, porque no cartaz então distribuído figurava a sigla MIAA.

cartaz touro.png

a CMA também pagou, porque aparece como patrocinadora

 

Da lista de comunicações publicada não há quase nada referente ao MIAA, nem a Abrantes, mas pagámos para estes intelectuais dissertarem entre outras coisas sobre a festa brava, que a cacique abrantina analfabeticamente recusa que faça parte da cultura portuguesa, embora haja na terriola dela um tentadero onde actuou Concita Citrón  

touros actas.png

Os que falam sobre cavalos no ''latifúndio andaluz'' são espanhóis e não foram capazes de arranjar um luso para dissertar sobre os nobres Alteres, quando o melhor cavalo que passou pelos ''ruedos'' do país vizinho foi o ''Cangancho'', do cavaleiro navarro Pablo Hermozo de Mendonza, que era de raça lusitana.

 

Da comissão científica fazia parte a Doutora Ana Paula Cruz que deu de frosques do IPT, acusando esta gente de censura. Os acusados de censura entre eles Sara Cura e Luiz Oeesterbeck foram incapazes de prestar qualquer esclarecimento à comunidade académica.

 

O livro leva um título em inglês, coisa lamentável para uma actividade científica realizada em Portugal e paga por dinheiro público luso.

 

O livro é impresso em Génova, como se em Portugal não houvesse tipografias.

 

Finalmente quanto é que custou aos abrantinos a actividade do Doutor Delfino?

delfino.png

127.500 euros por ajuste directo

 

E como isto é um blogue, que fala de questões políticas e culturais, pergunta-se porque é a CMA não abriu concurso público para este lugar???? E para os outros deste malfadado processo?

 

Resta-nos a fraca consolação do doutor Delfino ter dado em aficionado e andar a promover livros que falam dos touros....

 

Já agora no livro chamam ao conhecido lavrador e médico Dr.Veiga Maltez, ''Mayor of Golegã''. O lavrador denunciou, com prosa dura, a barbaridade feita por umas bestas, armadas em vândalos, no Convento de S.Domingos.

 

Vai o Doutor Delfino ficar caladinho, como o ficou a cacique abrantina, cujo gosto rupestre é conhecido, face a estas críticas do grande senhor que é Veiga Maltez???

 

ma     



publicado por porabrantes às 08:24 | link do post | comentar

Terça-feira, 17.05.16

hália dedicado.png

Dedicado à nossa leitora Senhora Doutora Hália Costa Santos, digna Professora ne ESTA

ma 


tags: ,

publicado por porabrantes às 11:56 | link do post | comentar

Sábado, 14.05.16

 

 

Salazaristas fazem o favor de nos plagiar!

 

salazar.png

É a rapaziada da página António de Oliveira Salazar

 

marques adriano.png

Já fomos plagiados pelo boçal poder caciquista, pelos avençados deles e  pelos ''historiadores'' a recibo verde etc, mas não tínhamos descoberto que o éramos pelos fans do saudosismo fascista.

Naturalmente dizemos :

Heil Botas!

a redacção  



publicado por porabrantes às 23:44 | link do post | comentar

Sexta-feira, 17.10.14

Os casos de plágios em concursos têm contornos e semelhanças com este,  abrantino, com um desfecho ainda recente, em que o plagiador, foi punido disciplinarmente:

 

''

2) A apresentação como seu, a uma prova final de Internato Complementar, de um currículo profissional parcialmente plagiado do currículo de uma colega, constitui falta grave denunciando deslealdade, dolosamente cometida e uma fraude à presunção da igualdade entre os candidatos.
3) Pelo que lhe corresponde a sanção de inactividade, prevista no artigo 25º nº 1 do citado Estatuto.
Aditamento:

''Factos''

 

''  O Dr. Pedro Cruz Pires, que se encontrava a frequentar o Internato Complementar no Hospital Distrital de Abrantes (HDA), solicitou em Maio de 1996 à sua colega Drª Fernanda Coutinho que lhe cedesse o respectivo curriculum vitae apresentado, no ano anterior, no exame da especialidade, para estudar a forma de elaborar o seu próprio currículo (fls. 55 e 56). b) Em Dezembro de 1996, o mesmo Dr. Pedro Cruz Pires entregou para apreciação pelo júri do exame final do internato, como se tratasse de obra original, e como tal avaliado em 27/2/97, o seu currículo, que elaborara parcialmente decalcado do da sua citada colega (fls. 63). c) Em 12/3/97, o Conselho de Administração do HDA deliberou comunicar o ocorrido ao Conselho Nacional dos Internatos Médicos (fls. 5). d) Em 2/4/97, o CNIM comunicou ao Director do HDA concordar com a não homologação das actas de avaliação final do internato complementar, e a lista de classificação final (fls. 4). e) Por ofício de 30/4/97, o Director do HDA comunicou o sucedido ao Inspector Geral da Saúde, acrescentando que o recorrente confessara ao Director Clínico ter plagiado alguns extractos do currículo (fls. 1). f) Esse ofício foi acompanhado de uma declaração passada em 29/4/97 pela Comissão de Averiguações constituída por proposta da Comissão Nacional dos Internatos Médicos que, depois de analisar detalhadamente os 2 currículos, comparando-os, concluiu haver um decalque substancial no relato da formação realizada nos serviços comuns - Medicina Interna do HDA e Serviço de Hematologia do Hospital dos Capuchos (fls. 3). g) Por despacho de 16/6/97, o Inspector Geral da Saúde ordenou a instauração de processo disciplinar contra o referido Dr. Pedro Cruz Pires (fls. 9). h) Em 15/7/98, foi deduzida acusação contra o mencionado arguído, incurso na violação do dever geral de zelo, referido no artigo 3º nºs 1 e 4, alínea b), e 6 do Estatuto Disciplinar (ED) aprovado pelo DL nº 24/84, de 16/1, cometendo assim na infracção disciplinar prevista no seu artigo 25º nº 1, à qual corresponde a pena de inactividade (fls. 67 a 74). i) Apresentada a defesa e produzidas as diligências complementares, foi elaborado o Relatório Final, onde se propôs a aplicação da pena de 1 ano de inactividade, uma vez que o arguído não possuía antecedentes disciplinares (fls. 151). j) Por despacho de 17/7712/99 do Inspector Geral da Saúde, foi aplicada ao arguído a pena de inactividade graduada em um ano, por concordância com as conclusões e propostas contidas no Relatório Final citado (fls. 153). k) Em 19/1/2000, o Dr. Pedro Cruz Pires interpôs recurso hierárquico desse despacho para a Ministra da Saúde, requerendo a extinção do procedimento disciplinar por prescrição e por amnistia ou, em alternativa, a suspensão da pena aplicada (fls. 166 a 170). l) Em parecer de 6/7/2001, o Gabinete Jurídico e de Contencioso da Secretaria Geral do M. Saúde propôs o indeferimento do recurso (fls. 202 a 209). m) Sobre ele foi proferido o seguinte despacho pelo Ministro da Saúde: “Concordo. Nego provimento ao recurso e mantenho a pena de inactividade por um ano, com base nos argumentos explanados no presente parecer. 16.07.01. António Correia de Campos” (fls. 2002). ''

O Direito

(..) ''Ora, ao fornecer ao júri para avaliação, como seu, um currículo parcialmente decalcado de trabalho elaborado no ano anterior por uma colega, o recorrente não só estava a cometer um acto de deslealdade para com esta, como também minimizou a sua capacidade de intervenção, substituindo a sua própria trajectória profissional ao longo do processo formativo pela daquela sua colega, nos pontos inquinados pelo plágio confessadamente cometido. Tratou-se, pois, de uma falta disciplinar grave, dolosamente cometida que, não obstante ser produto da leviandade do arguido, não deixa de constituir uma fraude à avaliação pública do processo formativo no internato médico, com violação da ética e da presunção de igualdade entre todos os candidatos.''(...)

 

Acordão do Tribunal Central Administrativo

Processo: 05929/01

PROCESSO DISCIPLINAR
PRESCRIÇÃO
SANÇÃO DISCIPLINAR

 

O sr. dr. Pedro Cruz Pires recorreu e levou sopa, o TCA confirmou a sanção aplicada pelo Ministro....que era do PS e aplicou a Lei ou seja o Estatuto Disciplinar da Função Pública

Para que não nos acusem de plágio, deve dizer-se que as expressões entre aspas saíram do acordão citado de que foi relator, o Meritíssimo Magistrado Gonçalves Pereira.

a redacção

 



publicado por porabrantes às 16:59 | link do post | comentar

Os tipos e tipas por quem tenho maior desprezo intelectual são os plagiadores. Já falei aqui dum caso abrantino de alegado plágio. Vou reproduzir parte da acta onde se fala desse alegado plágio.

 

acta.png

 

 

É assunto de evidente interesse público e tanto que a acta está colocada na internet pelas entidades oficiais.

ng3633763.jpg

 

Hoje a imprensa fala doutro alegado plágio praticado por João Grancho, Secretário de Estado do Básico e Secundário

(...)

bruno.png

 (..)

bruno tomás.jpg

 (...)

lourdes.png

 (..)

As conclusões são tão óbvias que nem me apetece comentar este triste assunto.

Mas faço 5 notas abreviadas:

Os senhores (e senhoras, viva a igualdade de género)  Bruno Tomás e Celeste Simão são políticos profissionais. Os políticos profissionais não deviam fazer parte de órgãos de gestão de escolas públicas, porque se arriscam a misturar a política (de que fazem profissão) com questões académicas.

O agrupamento escolar em causa (Nº 2 de Abrantes) saiu desprestigiado desta história, como o saiu o Governo com as aventuras do Grancho.

Uma leitura completa da acta mostra claramente quem tem razão. 

A Drª.Ana Paula Fernandes, Presidente do C.Transitório, tem toda a razão em tratar alunos que copiam da forma como o descreve.

É a forma adequada.

Vamos agora perguntar à Dona Celeste: se um aluno é apanhado a copiar e a docente o avalia com zero valores e o aluno recorre para qualquer órgão da Escola, para colocar em causa a opinião da docente, a Celeste vai sustentar que é um Tribunal Administrativo (ou comum, caso se tratar de um aluno maior de 16 anos, com responsabilidade criminal e houver queixa) que deve resolver a questão?

A D.Celeste é uma original.

MN   

créditos: foto Grancho: D.de Notícias

              foto do ''Conselheiro'' Tomás: Mobilizar o Costa

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 12:15 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A vingança de Pinochet

E se fossem plagiar para ...

Caçado o ''doutor'' Berna...

Um plágio descarado

Cacique reune com investi...

Olé, Avençado italiano do...

Instagram plagia Encontro...

Heil Botas!

O caso do médico plagiado...

O plágio de hoje

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10


19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds