Quinta-feira, 17.01.19

Qual foi o número de abrantinos ou pessoas relacionadas com Abrantes, que se bateram na Guerra Civil de Espanha?

Logo para começar o Marquês do Faial,  D.António de Hosltein Beck, que lutou nos Viriatos.

Parte da lista destes está feita.

Mas pelos republicanos não há nada.

O camarada António dos Santos Piedade, nasceu em Abrantes em 1905 ou 1906. Foi parar a Espanha, era jornaleiro em Gador, Almeria e filiado no PSOE e membro da executiva da UGT, o sindicato socialista. Desde 1932.

Fez parte do corpo armado de Segurança e Assalto desde 1937. A derrota levou-o à cadeia onde morreu.

Julgado em Conselho de Guerrra, em 1939, em Almeria, foi condenado a 30 anos de cadeia. Morreu nas masmorras do franquismo em 1941 em Valladolide.  

Talvez haja pachorra para publicar a ficha dele, algum dia.

fonte (porque o trabalho não é nosso) : E. RODRÍGUEZ PADILLA. Gádor durante la República, Guerra Civil y el Primer Franquismo (1931-1945).- Mojácar (Almería): Arráez Editores, 2012, pp. 317 y 318 

Cortesia da Fundação Pablo Iglesias, o arquivo do socialismo democrático espanhol.

 

alguns posts relacionados com a guerra civil, aqui

Franco Nogueira no Correio de Abrantes 

e ainda ver D.Clemência Dupin e o apoio do seu grupo económico aos franquistas.

mn

 

 



publicado por porabrantes às 18:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 27.06.18

O MP lançou uma operação policial em Valência, onde foi preso o Presidente da ''Deputación''.

Em causa desvio de  fundos públicos para fins eleitorais a favor do partido do PM Sanchez-Castejón e do ''Compromiss'', partido associado a  Podemos nesta região.

Depois de ter caído o governo do PP por corrupção, do PSOE estar atolado em corrupção na Andaluzia, a coisa chega a Podemos.

Ou seja a corrupção ibérica assume-se sistémica.

Mas há consolação a Coreia do Sul arruma com os boches por 2-0.

Viva a Bola!  

 

mn



publicado por porabrantes às 20:06 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quarta-feira, 25.11.15

 

RetratCaseroUllFerit.jpg

'' 8 de febrer de 1976 va resultar ferit i va perdre la visió de l'ull esquerre a Barcelona en les grans manifestacions per l'amnistia. L'artista Enric Marquès Ribalta li va fer un retrat amb l'ull tapat amb la finalitat de recaptar fons per a sufragar el cost de l'operació de l'ull afectat per la pilota de goma. El quadre es pot veure actualment a l'espai dedicat a la transició democràtica del Museu d'Història de Girona.''

 

 

Uma bala da polícia fascista levou-lhe um olho mas não o demitiu de lutar contra o franquismo, por uma Espanha livre que reconhecesse os direitos culturais e seculares duma velha Nação chamada Catalunha, que chegou a ter um Rei com abrantinos ao seu serviço.

Também escreveu e fez política municipal e chegou a ser Alcalde. Foi poeta e prosador e nasceu no Rossio de Abrantes, em 1946, ano de se que tratou hoje, apesar de já ter escrito sobre ele e de já o ter lido na língua de Pla, o melhor escritor catalão e mais franquista que Cambó ou Salvador Dali.

Just_Manuel_Casero_com_a_candidat_socialista.jpg

Era um homem do PSOE ou seja daqueles que combateriam um separatismo estúpido e reaccionário, promovido por bandidos que têm a sua pátria na Suíça ou em Andorra.

A pátria e os depósitos.

A biblioteca de Gerona (o Just chateava-se e diria catalamente Girona) tem o seu nome.

Chamava-se Just Manuel Casero i Madrid e foi anti-fascista, seminarista e socialista.

Não conheço mais nenhum seminarista abrantino que tenha sido anti-fascista, mas como diria Mário Semedo conhecemos todos uma carrada deles que foram fascistas ou que falsificaram o seu passado.

Vai uma foto da biblioteca de Girona e não Gerona, não se zangue o Just, lá do céu, para onde uma morte injustamente precoce o levou. Como os azares da vida tinham levado uma família da rural Extremadura a emigrar para o Rocio e depois para Girona.

Por coisas da cortiça. A mesma razão que levou a emigrar de Girona para Lisboa, o sogro do dr. Balsemão, o señor Presas.

biblioteca gerona.png

 Finalmente resta acrescentar que na terra onde nasceu o Just, no Rocio, a drª Albuquerque fechou a Biblioteca.

Os caciques que temos são assim. Por seu turno o Just passou a vida a abrir fronteiras à cultura.

 

mn

 

créditos wikipedia

quadro de Retrat de Just M. Casero pintat per Enric Marquès Ribalta el 1976 i exposat al Museu d'Història de la Ciutat de Girona. Oli sobre fusta 100 x 80cm.

    



publicado por porabrantes às 22:11 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O ''rojo'' António dos Sa...

Corrupção sistémica chega...

O patrono abrantino da Bi...

arquivos

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

celeste simão

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

duarte castel-branco

espanha

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Maio 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds