Sexta-feira, 29.06.12
Bloco de esquerda propõe referendo local sobre a supressão das freguesias. É uma boa ideia. Mas quando quase 2000 pessoas pediram um referendo local sobre o MIAA o Bloco ficou calado que nem um rato.
Porquê?? 
O assunto vai hoje a discussão na Assembleia Municipal, onde também nos veremos livres de Jorge Lacão!!!!! Finalmente!!!!!
 
   
ver mais aqui


publicado por porabrantes às 12:12 | link do post | comentar

Quinta-feira, 21.04.11

A petição não procura obviamente um enfrentamento com o clero católico, dado que a maioria dos peticionários são católicos.

 

Coisa que não significa que os redactores deste blogue assumam todos essa posição.

 

Mas este blogue assume o conflito entre os interesses da cidade e os interesses agrupados em torno ao clérigo Graça.

 

Há um conflito e isso não é mau, da mesma forma que assumimos que a petição ao opor-se à carrilhada, contraria o grupo de interesses a que o Cónego Graça e que algum outro sacerdote local está ligado e que querem impor a destruição do tecido urbano abrantino contra a vontade de Abrantes.

 

Já dissemos que o Graça participou alegadamente na escolha do Carrilho da Graça porque segundo a CMA o arquitecto foi escolhido pela administração da Fundação e o Graça, enquanto sacerdote, faz parte como membro vitalício do Conselho de Administração dessa instância.

 

E para isso tem de ter o aval da hierarquia de quem depende, ou teve aparentemente o apoio de

 

 

 

Sanches Alves, ao tempo Bispo de Portalegre e Castelo Branco, depois Administrador Apostólico desta diocese em acumulação com o cargo que sempre desejou de Arcebispo de Évora.

 

O Reverendo Alves (desculpem a descortesia mas não o trato por Dom, porque isso implica outorgar-lhe a categoria de Grande de Portugal e não vejo grandeza nenhuma neste Prelado), a quem as gazetas apontam como um dos candidatos prováveis a Cardeal Patriarca, acumula neste momento a sua qualidade episcopal com a mais mundana de  boss da   Fundação Eugénio de Almeida, fundada pelo benemérito Conde de Vilalva, senhora de vastos latifúndios e grandes interesses económicos.

 

O Arcebispo tem delegado os seus poderes terrenais no senhor Cónego Dr. Eduardo Pereira da Silva, acto cuja legalidade é discutível em termos de Direito e que causou conflitos com a Condessa de Vilalva.

 

Cá para mim e para muitos observadores, o Sanches Alves mais que Arcebispo queria ser boss da Fundação.

 

Não é a mesma coisa reger os destinos duma Diocese pobre como Portalegre e com  problemas financeiros (segundo a minha fonte na Cúria) que pastorear a Fundação Eugénio de Almeida.

 

Não sei se D.Antonino tem acompanhado as beneméritas actividades do grupo ligado ao Graça, mas se não o faz com atenção, está a cometer um erro pastoral imperdoável. 

 

 

Dado ser Quinta-Feira Santa não vou (a não ser noutro post, se tiver tempo) criticar mais o clero nem a Hierarquia.

 

Vou-lhes pedir que orem e peçam perdão pelos seus pecados.

 

E que escutem estas palavras sábias de D.Manuel Clemente, Bispo do Porto:

 

 

 

 

No fundo a questão da demolição de São Domingos tem a ver com a do casamento gay. É preciso discutir e estudar. E ouvir o povo. Além de cumprir as leis.

 

Ao pedirmos um referendo local, fazemos o mesmo que boa parte da Igreja Católica fez (para mim com demasiada tibieza) aquando da votação parlamentar desse diploma.

 

Não se pode pregar moral e não a praticar.

 

Não se pode exigir que respeitem a Igreja, quando ela está atada por compromissos económicos e políticos, que a impedem de ser livre.

 

Não se pode exigir que respeitem a Igreja, quando o corporativismo eclesiástico esconde a verdade ao rebanho e tem tendência a proteger os clérigos prevericadores em vez de aplicar justiça.

 

Espero que a acção meritória de Bento XVI neste campo ilumine o nosso Episcopado.

 

E termino citando Pessoa:

 

 

''O mais do que isto
É Jesus Cristo,
Que não sabia nada de finanças
Nem consta que tivesse biblioteca''

 

Marcello de Noronha

 



publicado por porabrantes às 12:35 | link do post | comentar

Terça-feira, 25.01.11

Movimento de Defesa dos Jardins

do Palácio de Cristal avança

com processo de referendo

Movimento reuniu mais de seis mil assinaturas, que vai entregar na segunda-feira ao presidente da Assembleia Municipal do Porto



O Movimento de Defesa dos Jardins do Palácio de Cristal quer entregar na próxima semana ao presidente da Assembleia Municipal (AM) do Porto as assinaturas necessárias para submeter a referendo a construção de um centro de congressos naquele local.

"Temos seis mil assinaturas e mais quatro mil de apoio. Estamos a ultimar o processo", disse ontem à Lusa António Soares da Luz, responsável pelo movimento. Para o referendo local avançar, será necessária a aprovação da AM do Porto, seguindo depois o processo para o Tribunal Constitucional, adiantou Soares da Luz.

O início das obras de requalificação do Palácio de Cristal está previsto para o segundo semestre do ano e o projecto definitivo transfere o centro de congressos para a zona lateral do pavilhão, de acordo com as informações da revista municipal Porto Sempre, de Janeiro. No entanto, o movimento sustenta que o que está em causa na contestação é a construção nos jardins e não a sua localização.

"As alterações feitas ao projecto causam os mesmos estragos nos jardins", refere Soares da Luz, explicando que a pergunta em causa para a realização do referendo é "Concorda com a construção de edifícios nos jardins do Palácio de Cristal para um centro de congressos?".

No texto publicado na Porto Sempre, a autarquia sublinha que a nova localização do equipamento "em zonas já impermeabilizadas não terá qualquer impacto negativo ao nível da vegetação existente nos jardins envolventes".

A requalificação do Pavilhão Rosa Mota resulta de uma parceria público-privada, entre a Câmara do Porto, a Associação Empresarial de Portugal (AEP), a Parque Expo, o Pavilhão Atlântico e o Coliseu do Porto. A intervenção pretende modernizar o edifício, dando-lhe condições para vários tipos de eventos (desde grandes concertos a actividades desportivas, passando por festas, circo ou pistas de gelo). Está prevista a construção de quatro volumes no exterior: um restaurante, uma torre para descarga de gases, um espaço para conferências de menor dimensão e o pavilhão de congressos, para 1200 pessoas.

O projecto de remodelação, cuja conclusão estava prevista para 2012, corresponde a um investimento total de 19 milhões de euros, suportados pela autarquia através de um empréstimo bancário (10 milhões), pelo Quadro de Referência Estratégica Nacional (cerca de seis milhões) e pelo consórcio adjudicatário (três milhões).

A exploração do edifício será concessionada a privados por 25 anos, mediante o pagamento de uma renda mensal de 550 mil euros e de 3 a 4 por cento dos proveitos, estando prevista uma ocupação anual de cerca de 150 dias.

 

 

in Público 25-1-2011

 

posto por suzy de noronha



publicado por porabrantes às 23:05 | link do post | comentar

Sexta-feira, 24.09.10

 

 

O eng. Marçal, grande abrantino pronunciou-se publicamente pelo Direito a decidir dos portugueses numa questão de magna importância como foi o caso do casamento gay.

 

Na melhor tradição do pensamento de Sá Carneiro solicitou com quase cem mil portugueses ao Parlamento que a soberania popular em referendo decidisse sobre o casamento gay.

 

Onde estavam os clérigos abrantinos quando se pediu o referendo???

 

Onde andava o Padre Rosa????

 

Onde andava o porta-voz do Rev.Rosa, João Pico????

 

às ordens de Carrilho da Graça???

 

Onde andava o Cónego Graça????

 

dando obras a Carrilho da Graça????

 

onde andava a católica Maria do Céu Albuquerque???

 

onde andava a democrata Maria do Céu Albuquerque???

 

as ordens do PS podem sobrepor-se à consciência religiosa e ao respeito à soberania popular?

 

Maria do Céu Albuquerque estava assim, enquanto do debate sobre o casamento gay

desenho de Vasco.

A postura da petição é neutra na questão do casamento gay, embore considere como ensina o Prof.Jorge Miranda que ele é inconstitucional.!!!!!

 

A postura da petição é a favor da soberania popular!!!!

 

Devem ser os abrantinos a decidir pelo seu voto livre o futuro do seu património!!!!

 

Queremos um referendo sobre o MIAA!!!!

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 12:20 | link do post | comentar

Sexta-feira, 30.04.10

No interessantíssimo artigo do Duque de Bragança que publicámos vem uma defesa  pública daquilo  que a petição pede um referendo para que os abrantinos digam o que pensam do projecto de Carrilho da Graça.

 

Recordamos as palavras de D.Duarte:

 

Em geral,  as populações e os visitantes ficam chocados com estas experiências. O caso dos dois edifícios em forma de paralelepípedos  que construíram dentro das muralhas de Sagres causou grande polémica internacional.

Outras agressões do mesmo género passam despercebidas.

Pergunto: será legítimo, em Democracia, alterar os nossos monumentos à revelia dos seus utilizadores e verdadeiros proprietários? Em países verdadeiramente democráticos os casos mais polémicos são geralmente resolvidos com recurso a referendos regionais; esta seria uma boa solução para o nosso caso, desde que ambas as partes pudessem expor as suas razões com o mesmo “tempo de antena “...

 

 

 

O apelo duma personalidade do relevo do Duque de Bragança, educado na defesa do património natural e artístico português sob o exemplo de homens ilustres e mestres da portugalidade como Pequito Rebelo ou Gonçalo Ribeiro Telles, é uma chamada de atenção de enorme importância

para a defesa da vontade popular.

 

Deixem o povo falar!!!!

 

Deixem os abrantinos dizerem nas urnas o que pensam!!!!

 

Marcello de Ataíde



publicado por porabrantes às 20:38 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Um referendo prás fregues...

O clero

Referendo para defender o...

Um abrantino e muitos abr...

D. Duarte apoia referendo...

arquivos

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9




31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds