Quarta-feira, 04.01.12

Do Rexistir  por Abrantes reproduzimos com a devida vénia este post:

 

Luis "O Vicentino", deixou um comentário ao post A CULTURA DA BAJULAÇÃO E DA CUNHAàs 13:09, 2012-01-04.

Comentário:

 

Por não me deixar ir em trafulhices e não lamber as botas ao patrão, neste momento estou desempregado, mas o meu colega sem escrúpulos lá ficou e até foi premiado, e neste momento já nem me preocupo com o trabalho para mim, já sei que em Portugal não haverá,( talvez na Dinamarca, Noruega ou Suíça), só temo que a minha esposa, que também não lambe as botas fique sem o dela.

 

Os concursos públicos são o que já se sabe, quer a nível de adjudicações, quer a nível de admissão de pessoal, até no centro de emprego me parece que já existem cunhas. Então quando leio as noticias de Abrantes, só me dá vontade de nunca cá ter nascido.

 

Tenho uma prima que tirou o mesmo curso e na mesma escola da filha do Dr. Jana. Também fez estágios em Lisboa e teve de voltar à terra, mas como não tem um Jornal de cariz particular, apoiado por um município, distribuído gratuitamente e não tem dinheiro para fazer parte do BNI, está a trabalhar enquanto a quiserem numa loja no Entroncamento.

 

Gostava que me explicassem que nome se dá a isto que começa a imperar na sociedade Portuguesa, este compadrio, este circulo de amizades politico-económicas, será isto uma espécie de Maçonaria, não entendo? Cumprimentos e não desistam da luta.

 

pub por MN

 

Nota: O Luís já tem feito alguns interessantes comentários no nosso blogue.Aproveitamos para lhe desejar um Bom 2012.

 




publicado por porabrantes às 17:23 | link do post | comentar

Sexta-feira, 21.01.11

A MINHA SENTENÇA SOBRE O MIAA por Artur Lalanda

 

Nos anos quarenta, do século passado, costumava visitar, numa pequena aldeia da Beira Baixa, a minha querida tia Rosa. Analfabeta, já nessa altura sexagenária, recebia-me sempre, de braços abertos, com as mesmas palavras: oh camarada, dá cá um abraço e “caga lá sentenças”.

À despedida, trazia no bolso uma moeda de vinte e cinco tostões, que utilizava (mal) na compra de um maço de cigarros “Definitivos”, os mais baratos da época.

Ficou-me o hábito de “cagar sentenças” e cumprimentar as minhas netas, tratando-as por camarada.

O MIAA, aparentemente a obra de eleição do regime, por várias razões, tem sido alvo de críticas públicas, de origem diversa. Tal como está projectado, para mim, não passa de um caixote monstruoso, encavalitado em parte do Convento de São Domingos, que teria de ser demolida para dar lugar ao tal caixote, inestético e sem nenhuma beleza exterior.

Por certo, não há abrantino que se preze, mesmo por adopção, como é o meu caso, que não gostasse de ter um museu ibérico, recheado por uma boa colecção (que pelos vistos existe) mas…

1) Seria ignorada a opinião de uma grande parte da população;

2) Seria destruída parte da memória histórica da cidade;

3) Seria criado um “elefante branco” cuja manutensão se adivinha ruinosa.

Não podemos alhear-nos dos custos da obra, da sinuosa adjudicação do projecto, do grosseiro atropelo às disposições do PDM e Regulamento do Centro Histórico (impostas aos munícipes e desprezadas pelo Município – com que moral ? -) e à situação de crise generalizada, por tempo indeterminado.

Serenamente, contemplados todos os pró e contras, pondo de lado interesses partidários, se vier a optar-se pela construção deste museu, terá que haver uma justificação para a sua localização. Por que tem que ser ali e não noutro sítio? (por exemplo em frente da escola dos Quinchosos).

Já não fumo e não peço a moeda de vinte e cinco tostões, atrevo-me e recomendar, apenas, bom senso.''

 

 

Com a devida vénia reproduzimos do Rexistir por Abrantes este artigo do nosso amigo Sr.Lalanda sobre a carrilhada.

 

Estamos totalmente de acordo com o referido pelo articulista.

 

Agradecemos ao Sr.Lalanda e ao blogue citado a sua atenção para esta questão.

 

Obrigado Amigos!

 

Marcello de Noronha



publicado por porabrantes às 16:06 | link do post | comentar

Terça-feira, 18.01.11

Vá lá a gente perceber os partidos.....

 

O meritório blog Amar-Abrantes administrado por Santana-Maia Leonardo muda de nome para Rexistir  por Abrantes por várias razões, entre elas esta: Acontece que o facto de o blog se chamar "Amar Abrantes" (slogan que se manteve, após a apresentação das restantes candidaturas, ao contrário do que, inicialmente, estava previsto) pode levar a que algumas pessoas o possam confundir com um blog oficial do PSD de Abrantes, razão que nos leva, agora, a alterar o seu nome, para que fique claro que se trata de um blog pessoal, que não responsabiliza, nem compromete qualquer estrutura partidária ou órgão do PSD, a não ser aqueles que nele colaboram e o seu administrador.

 

 

O dr. Santana-Maia já mantinha um blogue pesoal com este nome: Rexistir e com o lema que tem agora o ex-Amar-Abrantes: «Remar contra a maré é difícil mas enrijece» (Goëthe).

 

Desejamos a melhor sorte para o blogue do Vereador e consideramo-lo uma mais-valia essencial ao debate democrático na cidade.

 

Só nos fica uma dúvida: onde é que andam as direcções partidárias do Bloco, CDS, PSD, CDU etc que não damos por elas?

 

Estarão a hibernar até às legislativas????

 

 

Porque parece que nem estas sonolentas presidenciais os despertaram....

 

Com políticos locais destes, a Chefa e o PS podem dedicar-se ao que sabem fazer asneiras e homenagens ao ex-Feitor....

 

Mini homenagens porque nos disse a dona da Cascata que só foram 150 comensais.....

 

Miguel Abrantes

 



publicado por porabrantes às 20:47 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

o império da cunha

A MINHA SENTENÇA SOBRE O ...

Bye, Bye Amar Abrantes

arquivos

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carlos marques

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Fevereiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds