Terça-feira, 28.11.17

Carlos Brás Fernandes, pacífico reformado abrantino.....residia numa urbanização de luxo em Palma de Maiorca, ao lado do Palácio Real.

O Fernandes meteu em rídiculo a justiça portuguesa ......

O El País contou a história do reformado

mn



publicado por porabrantes às 09:57 | link do post | comentar

Domingo, 05.02.17

nuno teotónio.png

Nuno Teotónio Pereira numa entrevista ao Expresso (2016) feita por António Pedro Ferreira

 

com a devida vénia

ma



publicado por porabrantes às 17:43 | link do post | comentar

Sexta-feira, 27.01.17

 

Memórias de Raul Brandão, 1925

''Chegaram a dar ordens para a mobilização de forças, e o general Primo de Rivera afirmava que vinha até Abrantes com vinte mil homens sem disparar um tiro.''

(.p.150)

 

 

O perigo do ataque militar a Abrantes por parte de forças espanholas era tomado tão a sério, que o Plano de Defesa do Continente , encomendado em 1943 pelo tontinho do tenente-coronel Santos Costa

santos costa livro.jpg

 designava como principal ameaça ''o perigo espanhol'' e nele estava traçado que as forças do Generalíssimo atacariam Abrantes:

 

ataque a Abrantes.png

 Extracto da excelente tese do Doutor Jorge Silva Rocha 

 

tese alianças.png

Estamos a imaginar conquistavam Abrantes ( em 1945 o exército espanhol nem gasolina tinha para fazer movimentar 2 regimentos de Blindados) e a primeira coisa que faziam era uma sessão destas no ''Latas'', o cinema da Misericórdia

repu7c.jpg

e nomeavam Presidente da Câmara, o abrantino Rosa Casaco (1), grande amigalhaço do Embaixador Nicolas Franco.

rosa casaco.png

 

 

No entanto, havia falangistas como o futuro liberal Conde de Motrico ou o General Muñoz Grandes que pensavam na União Ibérica e tinham mapas destes

abrantes 1940 objectivo militar espanhol - copia.j

 Alegado mapa do Estado-Maior Espanhol, Abrantes aparece como um dos objectivos militares a conquistar.

 

ma 

 

(1) A não ser que mais alto cargo o esperasse, Rosa Casaco foi ''Ministro do Interior'' no Governo Português no Exílio (1975), enquanto o Soares Martinez era ''Ministro dos Negócios Estrangeiros'' . Foram nomeados pelo ELP que obedecia a António de Spínola.  

 



publicado por porabrantes às 16:54 | link do post | comentar

Sábado, 05.11.16

antónuo rosa casaco catálogo.png

A CMA apresenta uma biografia do Dr.António Silva Martins, que o Inspector Rosa Casaco declarou ao Expresso ser o seu pai

biog.png

Rosa Casaco mandou colocar 2 pides à porta da Omnia para vigiar o Arq. Castel-Branco, que nessa época fazia um ''tour'' de mota pela Europa...

O Rosa achava que Duarte Castel-Branco estava a fazer um curso de guerrilha na Checoslováquia e ia montar uma rebelião armada.

ma 



publicado por porabrantes às 10:29 | link do post | comentar

Segunda-feira, 01.08.16

A condenação do Diário de Notícias por divulgar os dados do genro do Inspector Rosa Casaco. (1998)



publicado por porabrantes às 23:25 | link do post | comentar

Terça-feira, 17.05.16

O nosso reputado conterrâneo será uma das estrelas que animará uma próxima série da TV a iniciar a 29 de Maio.

dgs.png

RosaCasaco.JPG

Expresso

Também estará representado na Exposição de Livros de autor abrantino, dado ter escrito dois, um dos quais fundamental para explicar o atentado a Salazar, onde aliás um dos autores foi um comunista abrantino, que, segundo Pacheco Pereira, agia à margem do partido em conluio com a CGT anarquista e talvez com serviços de espionagem estrangeiros (provavelmente da República Espanhola).

mn 



publicado por porabrantes às 22:05 | link do post | comentar

Sábado, 14.11.15

 

(...) Numa ocasião terá avisado de que a polícia estava no seu encalce, o seu amigo Ortega Pardo, um espanhol ao serviço da Opus Dei, ligado a diversos bancos portugueses e à sociedade de estudos financeiros Lusifina, onde fizera um desfalque, possibilitando-lhe, assim, a fuga para a Venezuela[17].

 

Depois do 25 de Abril, no decurso do julgamento do caso Delgado, um ex-agente da PIDE/DGS, Sotero Varandas, afirmou que Rosa Casaco havia manipulado um vale pago pela tesouraria dessa polícia[18]. Por seu turno, o ex-director dos serviços de Informação da PIDE/DGS, Álvaro Pereira de Carvalho admitiu que os cheques enviados por esta polícia ao informador dessa polícia junto de Delgado, em Roma, «Oliveira» (Mário de Carvalho), eram passados pela casa Piano, do banqueiro Jorge Farinha Piano, amigo de Rosa Casaco, ligado ao caso Matesa, organização espanhola multinacional envolvida na exportação ilícita de capitais portugueses e espanhóis. O caso Matesa, julgado em Espanha, envolveu elementos da DGS e o próprio Rosa Casaco, que, castigado por Silva Pais, foi transferido, em 1971, para a delegação do Porto, onde se encontrava quando ocorreu o golpe de Estado do MFA.(..)

Irene Flunser Pereira nos Estudos sobre o Comunismo do Pacheco

 

Quando se quer falar do Rosa, citem coisas decentes e não a Wikipedia. A Irene tem algum erro, mas ao menos consultou os processos e leu os livros do mais ilustre polícia e agente secreto abrantino.

Por certo o Rosa era visita do Sr.Almirante Américo Tomás no Brasil

américo thomaz.jpg

Por certo a Flama falta à verdade. Sidónio Pais e outros Chefes de Estado visitaram Abrantes. Não ficámos órfãos desde D.Maria II.

D.Carlos dormiu no Castelo do conde de Alferrarede.

D.Pedro V também esteve por aqui e o Governador da Praça assegurou que se portou muito bem,decerto melhor que o Tomás. Entre um Rei de Portugal e um Presidente há diferenças, de classe naturalmente.

D.Pedro V.png

 

D.Pedro V era um rei liberal e o Tomás era um fascista.

D.Pedro V era amigo de Herculano e o Tomás era amigo do Moreira das Neves

moreira das neves.jpg

Moreira das Neves também era amigo do Opus Dei como o Casaco.

D.Pedro V era filho do Grão Mestre da Maçonaria el-Rei D.Fernando II.

Há diferenças entre um maçon e um beato.

Há diferenças entre um Bragança e um Tomás, mesmo com th

a redacção 

 

 

 

 

· 



publicado por porabrantes às 13:31 | link do post | comentar

Quinta-feira, 30.04.15

Guerra na Bolanha.jpeg

 

O Embaixador Francisco Henriques da Silva lança as suas memórias, na Sociedade Histórica de Independência de Portugal,  no dia 5 de Maio. As memórias incluem confidências do seu sogro, o abrantino inspector Rosa Casaco, muito conhecido pelas suas actividades de repressão a subversivos na polícia política PIDE-DGS .

Um livro portanto de temática abrantina.

Assina o prólogo o conhecido colaborador do Ribatejo Mário Beja Santos, que decerto fará uma recensão ao livro nas páginas dirigidas pelo Duarte.

Ficamos ansiosos por saber as confidências do Senhor Inspector

untitled.png

ma

 

nota

o Embaixador serviu designadamente na Guiné-Bissau, sendo um especialista do tema. Também serviu às ordens do destacado laranja João de Deus Pinheiro, na União Europeia.



publicado por porabrantes às 19:10 | link do post | comentar

Sábado, 14.03.15

 

O Arnaldo Vasques resolveu dissertar no Ribatejo sobre a vida do abrantino Rosa Casaco e naturalmente atirou sobre o pide todos os insultos habituais na gramática anti-fascista.

Coisa fácil.....

Mas atirou sobre Francisco Franco, Caudilho de Espanha, a responsabilidade de ter recusado a extradição do polícia, que teria sido pedida pelas autoridades lusas.

salazar rosa.png

 

Porém a Procuradoria-Geral da República fez a nota oficiosa abaixo transcrita e revela que o pedido de extradição só foi feito em 1979.

Ora o ''galego fascista'' ou seja o Caudilho morreu em 1975 e portanto não recusou qualquer pedido.

A culpa não pode ser sempre de galegos ''fascistas''. Que andou a fazer o Eanes enquanto Presidente ???? Não podia ter mandado avançar o processo ou achava que o Rosa Casaco sabia de mais?

 

   

 

mn

 

foto do Salazar, não está a ler o Ribatejo, quem lia isso era o Eanes....autor inspector Rosa Casaco

 

''

Nota n.º5/1998

NOTA PARA A COMUNICAÇÃO SOCIAL - Extradição de António Rosa Casaco

Relativamente à extradição de António Rosa Casaco, a Procuradoria-Geral da República esclarece o seguinte:

1. Em Dezembro de 1979, a solicitação do Promotor de Justiça no 2.º Tribunal Militar Territorial de Lisboa, o Procurador-Geral da República remeteu, pela via diplomática, ao Ministro da Justiça de Espanha a documentação respeitante ao pedido de extradição de António Rosa Casaco e autorizou a difusão internacional do respectivo pedido de captura.

2. Em Janeiro de 1980, o Gabinete Nacional da Interpol informou que havia já sido difundido por todos os países membros da Interpol um pedido de procura de António Rosa Casaco, tendo a Interpol Madrid transmitido não ter aquele cidadão sido localizado em território espanhol.

3. Em Maio de 1980, o Director dos Serviços Jurídicos e de Tratados do Ministério dos Negócios Estrangeiros informou que o Conselho de Ministros de Espanha tinha concordado com a continuação do processo de extradição de António Rosa Casaco.

4. Em Abril de 1986, o Director-Geral dos Serviços Jurídicos e de Tratados do Ministério dos Negócios Estrangeiros informou que continuava a ser desconhecido o paradeiro do extraditando, mantendo-se a difusão internacional da sua localização e captura.

5. Em Outubro de 1996, o Ministro da Justiça solicitou à Procuradoria-Geral da República informação sobre o estado do processo de extradição de António Rosa Casaco.

6. Na sequência desse pedido, a Procuradoria-Geral da República, tendo reanalisado o assunto, solicitou ao Promotor de Justiça junto do 2º. Tribunal Militar Territorial de Lisboa, em Janeiro de 1997, informação sobre se ainda considerava pendente o pedido de extradição, dado o tempo, entretanto, decorrido.

7. Em resposta, o 2.º Tribunal Militar Territorial de Lisboa remeteu à Procuradoria-Geral da República, em Março de 1997, certidão de acórdãos daquele Tribunal e do Supremo Tribunal Militar e informou que considerava ainda pendente o pedido de extradição do António Rosa Casaco.

8. Porque num desses acórdãos, de 24.5.90, o Supremo Tribunal Militar, além do mais, decidiu que "o procedimento criminal contra os réus (...) Rosa Casaco está findo, correndo o prazo para prescrição das respectivas penas, prazo que, não havendo alteração, por interrupção ou início de execução, se completará em (...) 27 de Julho de 1996", a Procuradoria-Geral da República, em Março de 1997, solicitou ao Promotor de Justiça no 2º. Tribunal Militar Territorial de Lisboa informação sobre as razões pelas quais aquele Tribunal considera ainda pendente o pedido de extradição de António Rosa Casaco.

9. Por oficio de 18.2.98 e na sequência de várias insistências da Procuradoria-Geral da República, o Juiz Auditor do 2º. Tribunal Militar Territorial de Lisboa, informou que o processo aguarda despacho, o qual, dada a sua complexidade, será proferido brevemente, após o que, de imediato, será dado conhecimento do mesmo.

Lisboa, 20 de Fevereiro de 1998.

O CHEFE DO GABINETE

Ernesto Maciel

   



publicado por porabrantes às 13:08 | link do post | comentar

Sábado, 13.12.14

santos silva.png

art. de Micael Pereira e Rui Gustavo

 Expresso de hoje,

sobre o processo de Sócrates e do amigalhaço financiador, Carlos Santos Silva, sócio da ilustre família Barrocas na XML, ex-administrador da benta Lena

 

Fomos ver alguns dos clientes da Proengel

 

Construtora Abrantina, S.A. (da Lena)

FCC Construcción, S.A. (dona de 60% da Abrantaqua)
Gobierno Bolivariano de Venezuela
Grupo Lena, S.A.
Município do Sardoal
RESITEJO - Associação de Gestão e Tratamento de Lixos do Médio Tejo
VALNOR - Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos do Norte Alentejano
 
 
 
 
 
Qual foi obra do Sardoal?

sardoal carlos santos ferreira.png

 A empresa do milionário ''suiço',' mecenas do Sócrates, além de ter mais contactos com empresas e sectores onde andou mãozinha benta leva a isto

efs.png

 os valores apontados entre a Proangel e a EFS para a mesma obra são completamente díspares, bem como as datas de início e finalização.

francelina.png

 A cavaleira templária e o ex-presidente da Chamusca (Ribatejo)

Que a barragem da Lapa é um elefante branco e que teve marca  PS, ou seja que a origem do projecto vem consulado  de Francelina Chambel ( quando me falam dela, a Cavaleira Templária, apetece-me atirar foguetes, fabricados com pergaminhos do século XV ainda com as armas dos Almeidas) consta nesta acta

sardoal 6.png

 E volta-se a falar na Lena! Benta Casualidade!

O que me parece extraordinário é que o Carlos Santos Silva tenha conseguido acumular 20 milhões na Suiça, aparentemente à conta de obras como esta e a Proengel diga que aquilo é uma obra de referência, quando está há mais de uma década para ser entregue ao cliente......

Benta maravilha !

E se o super-juiz Carlos Alexandre pergunta ao Carlos Santos Silva: conte-me lá a história da barragem da Lapa?

ma 

vou continuar a ler o Expresso e espero não encontrar menção na parte referida à Operação Montebranco a uma sócia da moagem apanhada a transferir 500.000 €  prá estranja e já agora sabiam que um tal Piano, da família dos de Montebranco, tinha sido apanhado em negociatas semelhantes, no tempo da outra senhora, com o Sr.Inspector Rosa Casaco, que por isso foi punido......  ?

 


publicado por porabrantes às 15:18 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O Fernandes, reformado a...

Um grande fotógrafo

O ataque espanhol a Abran...

Câmara lança biografia do...

Caso Rosa Casaco na ERC

Inspector Rosa Casaco ani...

Rosa Casaco era amigo do ...

Memórias diplomáticas

Colunista do Ribatejo diz...

As aventuras da Proengel ...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10


27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds