Terça-feira, 24.08.21

Em intervenção na reunião de hoje, Armindo Silveira, revelou que numa casa do Cabrito, que a CMA comprou para realojar uma família cigana, onde foi alojado um inquilino com mandato de captura,

 

cigano.png

 

 

e onde por proposta dos técnicos Isabel Cartaxo e José Gomes, foi decidido rescindir o contrato de arrendamento, por incumprimentos ao Regulamento das Habitações Sociais em Abril de 2020 e por protestos dos vizinhos, por distúrbios, que incluíram alegados furtos e inclusive tiros,  que a CMA ainda a não conseguiu despejar.!!!!

A situação arrasta-se desde 2018 e revela a incapacidade da Celeste e da CMA de aplicar a Lei.

O Valamatos respondeu que talvez a família seja realojada noutro sítio e que a matéria é sigilosa.

Tão sigilosa que o documento interno chegou ao Mirante.

O prolongamento desta situação, que gera protestos no Cabrito e um silêncio sepulcral do cacique rossiense, é um claro exemplo do fracasso da política de ''integração'' de minorias da D.Celeste.

zé.png

Depois destas faenas admirem-se que o populismo justiceiro à Ventura cace quase 20% de votos nesta freguesia mártir da integração cigana.

ma   



publicado por porabrantes às 18:35 | link do post | comentar

Quinta-feira, 12.08.21

est.png

Na R. das Estalagens Novas situa-se a a USF do Rossio que teoricamente serve a margem sul.

Pois bem, apesar da Lei prever a gestão de combustíveis até à data limite de 30 de Abril, a Câmara não notificou o proprietário dum edifício, em risco de incêndio, nem se substituiu a ele, e só a 2 de Julho, em plena época de fogos e de calor intenso, é que pariu um edital tentando contactar com ele.

E a situação era próxima a uma infra-estrutura crucial....

De 30 de Abril a 2 de Julho, correram 3 meses de inactividade e desleixo camarário, pondo em risco a população........   

MANUEL JORGE VALAMATOS, PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE ABRANTES:
Na sequência de visita efetuada pelo Serviço Municipal de Proteção Civil e pela PSP, relativamente ao edifício localizado na rua da Estalagem Nova, n.º 43 e 45, em Rossio ao Sul do Tejo, UF de Rossio ao Sul do Tejo e São Miguel do Rio Torto, verificou-se que não houve gestão de combustível, até à data e, em caso de incêndio, poderá
colocar em risco os edifícios existentes.
Deveria ter procedido à gestão de combustível do referido terreno até 30 de abril de 2021, tal como previsto no nº 6, do artigo 21º, do Regulamento Municipal de Uso do Fogo e de Limpeza de Terrenos.
Não tendo sido possível a notificação do(s) proprietário(s) pelos meios legalmente estabelecidos pelo CPA, serve o presente para notificá-lo de que, nos termos do art.º 24º do referido regulamento, deverá proceder à gestão de combustível e de densidades. Na falta de resposta em 5 (cinco) dias a contar da data do presente edital, a Câmara Municipal de Abrantes, poderá proceder, por si ou por entidade contratada, à gestão referida, com a consequente realização dos trabalhos, entrada nos terrenos e recurso às forças de segurança se necessário,
gestão e venda da biomassa sobrante para ressarcimento dos custos incorridos, imputação dos custos remanescentes, sendo o caso, e, se necessário, instauração do competente processo de execução fiscal.
Ficam desta forma notificados, todos os titulares do prédio identificado abrangidos pela operação ou seus representantes.
Em caso de dúvida deverá ser contatado o Serviço Municipal de Proteção Civil, sito na Praça Raimundo Soares,
ou através dos contatos 241 330 100 ou smpc@cm-abrantes.pt.
Por não ser possível contatar o(s) proprietário(s) do prédio em causa, procedeu-se à elaboração e divulgação do presente Edital, sendo o mesmo afixado nos locais públicos habituais e no sítio da internet http://cmabrantes.

Paços do Município de Abrantes, aos 02 de julho de 2021
Manuel Jorge Valamatos
Presidente da Câmara Municipal
EDITAL Nº
32/2021
Gestão de combustível
Substituição de Proprietários Privados
UF Rossio ao Sul do Tejo e S. Miguel do Rio Torto
Rua da Estalagem Nova, n.º 43 e 45

 

imagem da rua: Google, que não se retrata os edifícios em causa 

 



publicado por porabrantes às 07:42 | link do post | comentar

Sexta-feira, 25.06.21

biblioteca tramagal rui velho.jpg

Foto do Sr.Rui Velho no face, com a devida vénia

Passa o dia do Tramagal, o Presidente diz a um media, que lá há tudo.

Incluindo uma biblioteca fechada, num edifício que a família Duarte Ferreira cedeu, e que agora se degrada.

A quem passa pela cabeça encerrar uma biblioteca ?

À cacique e à Celeste, bem como ao resto da maioria PS.

Caso isolado?

Não, também fecharam a do Rossio e de Alferrarede.

Querem ir à biblioteca? Subam ao cabeço.

No Médio Tejo, a esposa do antigo Presidente da AM, Dr.Santos, D.Ana Maria Santos insurge-se contra a política centralizadora que leva tudo pró cabeço.

Muito bem, agora fecha o Santander, no Rossio, cujo primeiro gerente foi um senhor com um nome apropriado para banqueiro, Fitas de Oiro.

Não foi o primeiro banco comercial nacional a abrir no Concelho, salvo erro foi o BNU, a que se seguiu o BES.

Quem é que quer fechar coisas no Rossio e nas freguesias?

Quem começou?

O Estado quando levou a 2º Repartição de Finanças para o cabeço.  E depois foi por aí adiante, como o caso da Biblioteca.

Passando por uma política de urbanização arrepiante e medíocre que centraliza tudo à volta do centro histórico deserto, cercado por urbanizações manhosas e pindéricas que têm na Encosta da Barata a sua tradução autárquica.

O Mor outro dia elogiava o aborto.......que é do tempo dele.

Continua a autarquia a querer desertificar?

Continua, no PUA está previsto o encerramento da Estação de Abrantes, no Rossio, para potenciar a de Alferrarede, onde se estendem as Urbanizações da Lena e os terrenos dela.

Se a autarquia desertifica, os interesses económicos vão atrás das pessoas que a CMA e os especuladores acumularam em bairros pindéricos.

Mais claro, só a água.

Restam os abrantinos que deram e dão à sola para outras paragens.

Muitos.

Bastantes deles porque se quiserem ser funcionários autárquicos ( a autarquia é o maior empregador do concelho) .... devem ter um cartão da seita.

E não estão para isso, são gente livre, que não ama suseranos manhosos.

mn

 

    



publicado por porabrantes às 08:28 | link do post | comentar

Quarta-feira, 23.06.21

 

Volta-se a sugerir que quem de direito, corte as canas no Rossio ao Sul do Tejo

Foto da srº D.Paula Lopes no face

A situação é generalizada nesta freguesia e as desculpas dos caciques risíveis.....

Puede ser una imagen de árbol e carretera 



publicado por porabrantes às 18:09 | link do post | comentar

Terça-feira, 15.06.21

Porque é que o Rossio está a cair?

Entre outras coisas porque o Luís Alves gastou do Orçamento da União das Freguesias, 9 de cada 10 euros em S.Miguel.

As palavras são dele.

rst 2.png

acta da AM de 26/2/21

A melhor coisa a fazer é restaurar a Freguesia do Rossio, a agregação foi um monumental erro histórico.

Foto da Antena Livre

 

Rossio ao Sul do Tejo: Assaltos e vandalismo deixam população insegura |  Antena Livre



publicado por porabrantes às 15:34 | link do post | comentar

Sábado, 12.06.21

O canavial corta a visibilidade da estrada. Na União de Freguesias S:Miguel/Rossio. Foto do Sr.João Tavares no face, com a devida vénia. E se a Junta, a CMA ou as Infra-estruturas tratassem do assunto?

Puede ser una imagen de naturaleza y carretera



publicado por porabrantes às 08:57 | link do post | comentar

Sexta-feira, 21.05.21

santander.jpg

Segundo nos dizem vai encerrar o Balcão do Banco Santander, no Rossio ao Sul do Tejo. É o último banco aberto na terra e a agência tinha mais de 60 anos com porta aberta na Av. António Silva Martins.

Sinal de decadência imparável da terra, sem que os poderes públicos, designadamente a Junta e a CMA tenham feito quase nada para o impedir, criando o município uma série de obstáculos administrativos, no PDM e PUA, para impedir o estabelecimento de novas unidades económicas e a  construção.

Para compensar, pousam as dignas autoridades em frente dum mural feioso, que custou dinheiro público, que teria sido melhor usado, no financiamento duma acção em Tribunal, para recuperar para o domínio público a Fonte da Amieira.

fresco rossio.jpg

 

   mn



publicado por porabrantes às 15:08 | link do post | comentar

Segunda-feira, 12.04.21

Do blogue Amar-Abrantes, do dr. Santana-Maia, era 14-3-2011: 

 

''O vereador António Belém Coelho, apresentou um outro pedido de esclarecimentos dos vereadores do PSD sobre a Habitação Social em Rossio ao Sul do Tejo, do seguinte teor:

 

“Alguns munícipes residentes no Rossio ao Sul do Tejo mostraram-nos o seu desagrado pelo facto de terem sido informados por uma funcionária da Câmara Municipal, que os contactou por telefone e foi às suas casas, de que já não lhes iria ser atribuída uma habitação social, em virtude de já não irem ser construídas as casas no Rossio ao Sul do Tejo prometidas pela senhora presidente da câmara durante a campanha eleitoral.

 

Os vereadores do PSD sempre defenderam que, relativamente à habitação social, se deveria dar prioridade à recuperação de casas e prédios degradados, em vez de se construir bairros sociais de raiz, permitindo-se, desta forma, não só manter socialmente integradas as pessoas, evitando a criação de guetos, como também, e ao mesmo tempo, proceder à regeneração urbana.

 

Acontece que não foi o PSD que ganhou as eleições. Consequentemente, tratando-se de (mais) uma promessa eleitoral do Partido Socialista que não vai ser cumprida, consideramos que a população do Rossio deveria ser esclarecida directamente pela senhora presidente da câmara, em sessão de esclarecimento pública convocada expressamente para o efeito, e não por funcionários do município.

 

Gostaríamos, ainda, de saber: (I) Onde e quando pensa a senhora presidente realojar as pessoas do Rossio ao Sul do Tejo? (II) Quantas pessoas estão inscritas para habitação social naquela freguesia? (III) Qual a freguesia do concelho com mais inscrições em habitação social? (IV) Quais os indicadores, ao nível das listas de espera para habitação social, que justificaram a não construção de casas no Rossio ao Sul do Tejo, tendo em conta tratar-se da quebra de uma promessa eleitoral feita aos munícipes?”

 

A presidente da câmara disse que estava prevista a construção de 22 fogos de habitação social em Rossio ao Sul do Tejo, bem como o respectivo financiamento. Como se sabe, este projecto era visto com algumas preocupações por parte da população da freguesia. No entanto, verifica-se que, podendo o financiamento ser ajustável, não será necessária a construção de novos fogos, mas sim o aproveitamento e a recuperação de alguns imóveis já existentes no concelho.

 

Neste momento, está a ser feito um levantamento sobre os imóveis disponíveis para recuperação e para colocação ao serviço da comunidade. Este princípio foi já apresentado ao IHRU – Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana e foi bem acolhido.

 

O levantamento das famílias a instalar feito anteriormente está já em desconformidade com a realidade actual. As pessoas inscritas foram todas contactadas, não por telefone mas pessoalmente, uma vez que se verificam alterações nas suas condições, e que se pretende, tanto quanto possível que as pessoas permaneçam nas suas localidades.

 

Concluiu referindo que as expectativas não serão defraudadas e que logo que este trabalho, no qual as Juntas de Freguesia também participam, estiver concluído será trazido à Câmara Municipal.''

pinga.png

 

Passaram 10 anos, 1 Mercedes Novo, casas para os de S.Macário, viagens à volta do Mundo e nenhuma das 22 casas prometidas pela cacique foi construída. Face a isto, calado está o Luís Alves.

ma 



publicado por porabrantes às 18:01 | link do post | comentar

Quinta-feira, 08.04.21

bloco rst.png

Armindo Silveira, Vereador do BE



publicado por porabrantes às 08:53 | link do post | comentar

Sexta-feira, 12.03.21

''It is not for you, an ignorant man, to teach the In November 1965, in Rossio ao Sul do Tejo, three police agents converged on a group of 17 brothers assembled for the Watchtower Study, breaking up the meeting and seizing all Bibles and literature. They searched the brothers and took them to the police station amid outbursts of ridicule and defamatory language from a crowd of curious onlookers that now assumed mob characteristics.''

Anuário das Testemunhas de Jeová

anuário  tj.png

A história da intolerância católica, apostólica e romana levou a isto.

A perseguição estendeu-se às Mouriscas e Alferrarede.

A seguir meteram as Testemunhas no Tribunal.

Era Arcipreste e Inquisidor Mor

c.freitas.jpg

Joaquim de Freitas, cónego e martelo de hereges 

ma 



publicado por porabrantes às 16:33 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

CMA não consegue despejar...

Três meses em risco de in...

Como desertificar terras

O canavial rossiense

Porque é que o Rossio est...

O canavial

Encerra Balcão do Santand...

Quando a cacique prometeu...

As forças progressistas n...

PSP rouba bíblias às Tes...

arquivos

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

celeste simão

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

duarte castel-branco

espanha

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

valamatos

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17
18

19
20
24
25

26
27
28
29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds