Sexta-feira, 18.03.16

10177305_1142434142435382_4582128362052834481_n.jp

Montini, que como Arcebispo de Milão, mandou uns telegramas de protesto a Franco, protestando contra a execução de Grimau e doutros anti-fascistas.

Salgado Zenha, a quem ouvi antes do 25 de Abril, com o futuro deputado PC José Magalhães ao lado, a pior coisa que fez a República e o que a enterrou foi a política anti-clerical de Afonso Costa.Especialista em defender anti-fascistas à borla no Tribunal Plenário e milionários perseguidos a peso de oiro. O mais célebre foi António Champalimaud perseguido por Caetano.

Dois homens que mereciam respeito. Há quem goste de saudar demagogos argentinos, como se o argentino fosse o Prior da terra da avózinha, perdida no Minho, no dia em que o Abade faz a visita pascal.

abade.jpg

ma  



publicado por porabrantes às 09:00 | link do post | comentar

Segunda-feira, 17.08.15

pintasilgo eanes cid.png

manela.png

manela 2.png

 por muita garrafa que a Madame Eanes enviasse à Pintasilgo, o casal Eanes promoveu a candidatura Zenha para sabotar a da mulher forte do Evangelho

 

Documentos da Fundação Cuidar o Futuro

mn



publicado por porabrantes às 17:07 | link do post | comentar

Domingo, 23.11.14

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aquilo que já vi para destruir o dr. Carlos Alexandre....já o tinha visto em Palermo.

São os mafiosos os que não gostam de juízes independentes...

Também me lembro que  no tecto do quarto de Baltazar Garzón havia uma câmara de vídeo para gravar as cenas conjugais do Meretissimo.

E a casa estava guardada pela secreta...

Precisamos de muitos juízes fortes e independentes e não de carreiristas

Também vi um ministro da Justiça da Ditadura, emérito jurista, o Prof. Antunes Varela ser demitido porque se recusou a abafar um caso de orgias e pedofilia que envolvia o José Gonçalo Sottomayor Correia de Oliveira

Por não abafar o caso foi Mário Soares deportado para São Tomé e ouvi-o porquê, pela boca de Salgado Zenha, antes do 25 de Abril.

Também vi numa sala de audiências um Procurador acusar Maria Teresa Horta, Isabel Barreno e Maria Velho da Costa de pornografia, uma semana antes de Abril (ou seriam duas?) e na sessão a seguir ao 25 de Abril pedir, impávido e sereno, a absolvição..

E vi Sarcozy prometer um lugar a um juiz, em troca de informação privilegiada.

Já vimos muita coisa

Vi juízes independentes e juízes prevaricadores.

Mas nunca vi, em Portugal, um bando de hienas querer linchar um juiz como o querem fazer fazer ao Carlos Alexandre.

São uns pulhas, ou então são facciosos.

 Outros são simplesmente tontos como o Duarte Marques.

A corrupção é tranversal ao sistema político. Contagia todos os partidos. Envenena o sistema.

Depois desta, já não poderão dizer que a justiça é em Portugal só para pilha-galinhas.

E houve um homem que lhes mostrou isso. O Carlos Alexandre. Agora é preciso que não se meta em política, como o Garzón.

Depois desta, começamos a ser um país civilizado.

Quanto a primeiros-ministros socialistas fugidos à justiça, já vi o Craxi, exilado na Tunísia, sob protecção dum cleptocrata.

  Mn 



publicado por porabrantes às 22:23 | link do post | comentar

Domingo, 24.07.11

 

 

Vejam a data deste artigo teológico do ex-seminarista Alves Jana naturalmente publicado no órgão eclesial, Nova Aliança, em que o Rev. Cónego Freitas, protector do ingrato, fazia editoriais a publicitar a evangélica piedade do ditador Francisco Franco.

 

O Freitas também foi um grande pensador abrantino e por isso também merecerá um espaço nesta nova secção.

 

Mas era da data que se falava, e a homilia saía em 19 de Abril de 1975.

 

Daí a 6 dias eram as primeiras eleições democráticas portuguesas.

 

Os gonçalvistas tinham sido obrigados por Costa Gomes a tolerá-las. Mas a Quinta Divisão (o aparelho publicitário do PCP na tropa), o PCP, o MDP-CDE, o MES  e os grupelhos satélites entre os quais os Cristãos pelo Socialismo tinham organizado uma campanha de desprestígio das eleições e dos partidos democráticos (PS, CDS, PPM, PPD) com o argumento fascistóide que o povo era burro e que não sabia escolher.

 

O artigo do pensador vai pelo mesmo caminho do insulto ao Portugal democrático, à democracia parlamentar, aos partidos que nesse momento (em especial o PS) representavam a resistência democrática a um projecto totalitário.

 

Não sei qual era a proposta política do actual primeiro-esposo,

 

 

 mas suponho que seriam os SS- ou seja os  Sovietes Seminarísticos!!!

 

                    

 

45 e tal anos depois é um gosto reler o ilustre teólogo e pensador. Verificar que o homem é perito na manipulação da informação através dum pasquim na prática pago pelo CMA, no sectarismo caciqueiro e partidocrático mais soez,  e que a senhora sua esposa, grande chefa política do concelho e cicerone nas horas mortas (3ª feira à noite vai guiar os senhores rotários para lhes explicar o método científico desenvolvido por Nelson Carvalho e Luís Oeesterbeck para decifrar em Abrantes a língua tartéssica) manipula de forma descarada a página web do PS para que os militantes não saibam que o António José Seguro era candidato!!!!

 

É a mesma filosofia (certamente lida num manual liceal soviético) que pensa que o militante socialista médio é burro, que não lê os jornais nem vê TV, que todos estão agarrados a tachos de nomeação política, e que não devem decidir pela sua cabeça.

 

A bofetada ao ilustre casal foi ontem dada pelos militantes do PS, que herdeiros da gloriosa tradição de resistência democrática que Soares e Zenha cultivaram no partido, fizeram o que deviam isto é escolher democráticamente!!!!

 

E bem

 

Miguel Abrantes 

 

 

 

 

 



publicado por porabrantes às 17:23 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Como saudar o ayatola de ...

A mulher forte do Evangel...

O poder judicial

grandes pensadores abrant...

arquivos

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds