Domingo, 21.07.19

vergílio godinho 1957

Ao lado de destacados vultos da Oposição, desde anarquistas (Campos Lima), maçons da velha linha republicana (Nuno Rodrigues dos Santos, Dias Amado) , comunistas (o escritor Mário Sacramento, Alberto Vilaça, etc), profissionais de várias especialidades, deixem-nos destacar o capitão Augusto Casimiro, que se cobrira de glória em La Lys, comandando tropa abrantina da Infantaria de S.Domingos, aparece o Advogado Vergílio Godinho, com banca em frente da Santa Casa.

Só  duas mulheres, uma delas é a belíssima escritora Natália Correia, que tinha trazido um vendaval de vanguarda à rotineira vida cultural lisboeta, então partilhada entre oficialistas e estalinistas do neo-realismo.

vergilio godinho

É uma chamada às hostes oposicionistas, para preparar as eleições legislativas e as presidenciais de 1958.

mn

retirado do colega Silêncios e Memórias com a devida vénia

 

 

 



publicado por porabrantes às 16:43 | link do post | comentar

Domingo, 14.02.16

O excelente ''Silêncios e Memórias'', do Prof. João Esteves, faz referências a mais uma abrantina envolvida na Oposição activa à Ditadura em que medrou, casta e piedosa, Maria de Lourdes Pintasilgo

 

Trata-se da criação na Figueira da Foz duma delegação do Conselho Nacional das Mulheres Portuguesas, organização unitária anti-fascista, a que esteve ligado o nome de Maria Lamas, a mana do General Vassalo de Silva, o derrotado Governador da Índia na invasão do território por Nehru

 

Entre as signatárias da carta, datada de 1946, dirigida à sede central, solicitando a criação da delegação:

''Maria Cristina Damas Esteves. Filha de João Soares Esteves e de Maria Teresa Damas Esteves, nasceu em Rio de Moinhos, Abrantes, a 26 de Junho de 1912. Para além de subscritora desta carta, aderiu, por proposta de Maria Joana Rosendo Dias, à Delegação de Coimbra da Associação Feminina Portuguesa para a Paz. Residia então na Figueira da Foz, na Rua da República, 94, 1.º.]''

 

e ainda a mulher do pediatra que tratava dos putos abrantinos a banhos na Figueira:

 

'' Cesaltina Bengala Vasco.

[Professora, casada com o médico comunista Gilberto Vasco. Foi da sua autoria a proposta da subcomissão da Figueira da Foz organizar Cursos de Puericultura.]''
 
A Senhora Drª Cesaltina, cunhada do Dr.José Vasco, está também evidentemente ligada a esta cidade.
 
Desenha-se assim pouco a pouco, o rosto do que foi a Oposição abrantina, descontando os opositores de 26 de Abril, como o solicitador da Opus Dei, que por a cidade os conhecer  de ginjeira, se omitem, por agora, coisa que não impedirá de se lhes fazer o rol, caso haja pachorra e arte.
 
ma   
 
Devida vénia ao Silêncios e Memórias, para as partes assinaladas entre aspas
 
O Esteves da Dona Maria Cristina soa-nos ao do Mário Esteves Semedo, mas devemos certificar-nos  


publicado por porabrantes às 17:49 | link do post | comentar

Sábado, 17.10.15

O estimadíssimo blogue Silêncios e Memórias dá conta da pertença do arquitecto Francisco Keil do Amaral, com larga obra no Tramagal e companheiro do Professor Duarte Castel-Branco em alguns estudos urbanísticos e na luta política contra a miséria fascista (em Abrantes animada por tipos como o Padre Narciso, Grande Dirigente e Educador da Mocidade Salazarista) à Loja Maçónica ''Revoltar ao Vale de Almada''.

Entre os membros da loja Manuel João da Palma Carlos, grande Advogado e Embaixador de Portugal em Cuba por curiosas circunstâncias e Babo, que conta isto nas suas memórias.

alexandre babo.jpg

(imagem desviada aos Silêncios)

 

Ainda nos Silêncios fala-se do artista plástico Pedro Monteiro que teve grande colaboração com o poeta abrantino (de Torres Novas) José Alberto Marques.

 

mn

 

ps-Babo refere-se ainda ao grande poeta António Botto



publicado por porabrantes às 16:49 | link do post | comentar

Segunda-feira, 10.08.15

f silva.png

O dr. João Esteves, dedica um 3º post à biografia da dirigente comunista e resistente Maria Fernanda Corte Real Graça e Silva e tem a bondade de se referir simpaticamente a este blogue.

O post tem mais algumas preciosas achegas biográficas sobre a jurista abrantina, em parte com base no livro ''Mulheres Portuguesas contra a Ditadura, de Cecília Honório,   e revela  por exemplo que um bufo abrantino (que espero que não tenha sido aquele que eu penso) enviou para a sede distrital da PIDE/DGS, em 1972, 2 fotos da mulher do Dr.Orlando Pereira, acompanhadas de referências ao filho, o meu amigo, Orlando.

Aqueles que na revista Zahara sustentaram a inactividade política da Drª Fernanda, nas décadas de 60 e 70, têm aqui o desmentido. A Pide seguia com atenção o que fazia... e o que fazia o Orlando...que também seria preso político depois do 25 de Abril. Essa é outra história.

Ainda não li nem o referido livro da Cecília Honório, nem o outro da Vanda Gorjão onde há uma entrevista de Fernanda Silva, onde fala sobretudo do MUD.

Não será demais recomendar que a Biblioteca António Botto compre esses livros, nem que o PCP faça justiça a Orlando Pereira e a Fernanda Silva. 

Por mais que esteja nos antípodas ideológicos daquilo em que acreditaram, é naturalmente claro que enquanto Maria de Lourdes Pintasilgo medrava nos corredores do marcelismo, entre entrevista com diplomata ianque e beija-mão ao Cardeal António Ribeiro, a resistência, uma longa resistência à ditadura apostólica e beata, foi realizada por mulheres da fibra da mãe do Orlando.

Já chega de hagiografia beata e também já chega que a história do PCP tenha de ser feita (e muito bem) por historiadores como Pacheco Pereira.

Que problemas têm com o passado os comunistas de Abrantes?

ma 

 

veja aqui o vídeo sobre o livro de Cecília Honório      onde fala de Fernanda silva 



publicado por porabrantes às 19:00 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Celebrar a vitória de D.P...

Mulheres abrantinas contr...

O maçon do Tramagal

A (única?) mulher na Opos...

arquivos

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carlos marques

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

crime

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Fevereiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds