Sexta-feira, 11.05.18

dianteira

O Tomar a Dianteira3, nosso colega tomarense, faz uma amável referência  a este blogue, que cumpre agradecer.

 

O Sr. Rebelo diz que o seu blogue vai acabar, esperemos que reconsidere a decisão, porque é um espaço de excelente intervenção cívica.

 

mn 



publicado por porabrantes às 16:00 | link do post | comentar

Quarta-feira, 06.01.16

rui serrano 2.png

Mudou de morada o excelente blogue do Sr. Rebelo, Tomar a Dianteira. Vai o link ser actualizado.  Nele o Autor explica-nos como o líder PS de Tomar, Luís Ferreira, tramou o arq. Rui Serrano, tadinho. Passamos a transcrever:

 

'' (...) 

É para já o culminar do modus operandi de Luís Ferreira.  Nas autárquicas de 2013, para robustecer uma lista fraca, foi convencer Serrano, antes vice-presidente de Abrantes, a integrar a candidatura PS em Tomar. Apesar de tomarense, Serrano hesitou. Ferreira ofereceu-lhe então perspectivas aliciantes: vice-presidente e, mais tarde, já com Anabela como deputada, a presidência e futuro cabeça de lista. Serrano aceitou, o PS ganhou, instalaram-se no poder.
Pouco confortável com a escolha de Ferreira para chefe de gabinete, Serrano confessou em roda de amigos que o demitiria logo que pudesse. Confissão imprudente, que logo chegou aos ouvidos do pouco estimado Ferreira. Que, politicamente muito ágil, foi lesto na decisão: Anabela seria substituída como candidata a deputada. e Serrano não passaria a presidente substituto nem conseguiria a cabeça da lista.  A conclusão provisória aí está. Um empate técnico. Ferreira vai continuar a ser o presidente efectivo, mas deixa de receber à roda de 3 mil euros mensais + despesas de representação. Serrano continua vereador, mas perde os pelouros e também cerca de 3 mil euros mensais + despesas de representação. E agora?
Como por aí se diz, a previsão é uma ciência difícil, sobretudo quando se trata de prever o futuro. Apesar disso, julgo não ser complicado prever novos solavancos no executivo tomarense e, sobretudo, um final de mandato caótico. Numa curta frase: O PS já perdeu a próxima eleição, desde que entretanto o PSD ou os IpT consigam arranjar um candidato em condições. Porque com cavalos cansados e outros cabeçalmente pouco escorreitos, não vamos longe. (...)
 
com a devida vénia
 
Se bem nos lembramos, fomos nós dos primeiros a dar a notícia de que o medíocre político costista, natural de Cabinda, retornava a Tomar, donde nunca devia ter saído..
 
Para ele retornar é natural, é retornado.Isso foi em Junho de 2013, em Fevereiro de 2014, o PS de Tomar e o seu congénere abrantino assinaram este miserável acordo.  
 
Iam cooperar
 
Agora, segundo a abalizada voz do Sr. Rebelo, sabemos que o Serrano abalou de Abrantes com a simples e desmedida ambição de ser Presidente de Tomar
 
Já se tramou.
 
Não sabemos ainda se vai regressar à vida profissional montando uma sociedade com o Albano Santos

albano.jpg

(foto A Barca)

 

Sugerimos um nome prá sociedade ''Vice-Presidência Frustrada Arquitectónica, SA''.

 

ma 



publicado por porabrantes às 16:37 | link do post | comentar

Quinta-feira, 17.12.15

Um dos mais interessantes blogues de Tomar voltou ao activo, depois de 2 anos de paragem.

Bem-vindo seja o Sr. António Rebelo. Para abrir o apetite:

'' 

Em qualquer caso, um desses esforçados próceres dessa peregrina ideia é o director do mais recente trambolho do jornalismo local. Uma coisa mal enjorcada que dá pelo nome deA tal. Nada me anima contra o cavalheiro e ilustre conterrâneo. Contudo, por imperativo de consciência, devo aqui dizer que a citada publicação, na minha opinião, apenas serve para conspurcar ainda mais o já bem decrépito panorama da informação local.
Basta atentar na capa do seu último número:

tal.jpg

Aí vemos o ex-presidente da câmara e actual vereador Pedro Marques com todo o aspecto de alcoólico em fase terminal. O que coloca desde logo dois tipos de problema. Por um lado, se a dita foto retratasse a realidade, não devia nunca ser publicada, em nome da decência e da dignidade do retratado. Por outro lado, uma vez que Pedro Marques não é um bêbedo já bem corroído pelo álcool, era imperativo arranjar outra foto mais de acordo com a realidade.
Apesar de tudo isso, ninguém parece ter-se incomodado. Nem o ilustre director da publicação, todavia amigo do retratado, nem o fotógrafo, nem o paginador, nem os impressores. NEM O PRÓPRIO PEDRO MARQUES!
Verdade seja que o conteúdo da entrevista em questão, uma pequena série de lugares comuns e outras banalidades, também não abona muito em prol do conhecido político local. Que pouca gente entende com que objectivos realistas continua a arrastar-se pela política local. Simples miopia? Ou as coisas não parecem aquilo que são na realidade? ''
 
O blogue tem um mote:
 
''Só crítica verrinosa''.
 
É um bom lema!
 
ma


publicado por porabrantes às 13:35 | link do post | comentar

Segunda-feira, 08.10.12

 

 

 

O blogue Tomar a Dianteira refere este caso, a imagem é lá, e pergunta porque é que a imprensa de Tomar não o noticia.

 

O recorte é do Mirante.

 

 

Não o noticia por causa da versão tomarense da omertá.

 

Ao não darem notícias os jornais de Tomar caminham para a falência.

 

E o Mirante para a merecida opulência.

 

Já se passou cá em Abrantes, não noticiaram com os devidos pormenores o caso Bento ao lado da qual a história do fiscal, é uma história da Carochinha.

 

 

Os resultados nas contas dos nossos medias é parecido ao de Tomar.

 

E em termos de higiene pública e de moralização dela é catastrófico.

 

 

Noticiámos nós e já ultrapassámos a fasquia dos......

 

 

300.000 visitantes.......

 

haverá tempo!!!!

 

 

Obrigado leitores....

 

 

Entretanto hoje houve nova bronca na CMA por causa dos pagamentos aos Bombeiros. Vou deixar a coisa à concorrência amiga.

 

Ela merece e nós estamos cansados.

 

 

Miguel Abrantes 



publicado por porabrantes às 22:54 | link do post | comentar

Terça-feira, 13.09.11

 

aqui  

 

Um grupo de jornalistas de Tomar enviou esta intimação aos responsáveis pelas obras tomarenses para exigir uma visita ao local onde um grupo de vândalos deu cabo da sapata templária do velho castelo de Gualdim Pais. Pedindo  também explicações concretas sobre o crime.

 

O e-mail foi divulgado pelo excelente blogue nabantino Tomar a Dianteira.

 

Devemos realçar que se não fossem os blogues e a imprensa independente de Tomar a edilidade local tinha escondido o crime.

 

Convém também recordar que os crimes patrimoniais não sucedem apenas em caso de premeditação (como é o caso do MIAA) mas também por negligência (como é o caso de Tomar).

 

Em Abrantes, como quase não há imprensa independente, embora a gazeta do Martinho tenha alguma remota parecença, nenhum jornalista, a não ser o valoroso peticionário Mário Semedo, seria capaz duma destas.

 

Por não termos Imprensa Independente chegámos à situação de quase não ter Imprensa.

 

O povo não compra boletins de propaganda, folhas escritas em clericalês ad majorem gloriae do Baptista & Graça, Beatos Reunidos, Lda e nem sequer aceita usar essas folhas para limpar o traseiro.

 

Em contrapartida em Tomar temos 2 semanários:

 

 

e    

 

Um cidade sem Imprensa Livre é uma cidade amordaçada.

 

 

    

 

Pobre Zé Peres, cidadão abrantino contemporâneo do tempo em que o Visconde de Alvalade fundou o Jornal de Abrantes e da época em que livremente Solano de Abreu nas páginas da imprensa progressista fustigava a administração regeneradora de Avelar Machado!!!!!

 

Hoje, Zé Peres sacaria de novo do cajado e fustigaria irado os fariseus, os beatos, os corruptos, os filisteus, os mongolóides do bloco central de interesses, os empregados de Bento 17  e aplicaria assim

 

justiça !!!!!

 


 

 à moda de fafe (leia aqui a origem da lenda citada)

 

Miguel Abrantes

 



publicado por porabrantes às 14:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 21.07.11

Mais uma vítima do "Princípio de Peter"

         
Copiado de O TEMPLÁRIO de 21/07/2011, página 13, com os agradecimentos de TaD
A usual "Análise da imprensa regional" será publicada logo à noite, como habitualmente. A peça acima reproduzida pareceu-me porém de tal forma importante, enquanto instrumento para percebermos como chegámos a este estado e para onde deslizamos cada vez mais rapidamente, que não resisti a conceder-lhe o relevo que merece em termos de história local.
Uma curta nota prévia para frisar, uma vez mais, que emTomar a dianteira não se fazem ataques pessoais; apenas se criticam comportamentos políticos, por acção ou por omissão. Nem todos os autarcas e outros políticos locais vêem assim as coisas, mas o problema é deles. Numa frase: Nada me move contra o cidadão Carlos Carrão de quem não tenho, em termos pessoais, qualquer razão de queixa. Infelizmente, o mesmo não posso dizer, enquanto contribuinte, em relação ao político Carrão, há vários anos autarca profissional, que agora aspira a ser o próximo presidente da autarquia.
Nada encontro de criticável nos seis primeiros parágrafos do supracitado texto, mesmo tratando-se de uma peça de manifesto auto-elogio, enquanto juiz em causa própria. Adiante.
Infelizmente, a coisa azeda logo no parágrafo seguinte, posto que o distintíssimo autarca achou necessário recorrer ao mais do que gasto chavão de "fazer alguma coisa por Tomar": "Porque de outros, ditos tomarenses... ... ... só atrapalham". Trata-se, quanto a mim, de uma posição extremamente perigosa, que evidencia, sem margem para dúvidas, a estranha concepção que Carlos Carrão tem da democracia. Em dois tópicos principais.
Por um lado, ao dividir objectivamente os habitantes da urbe, de for subjectiva e arbitrária, em dois campos antagónicos -os tomarenses bons, que fizeram a festa e concordam com o respeitável vereador; e os outros, os maus, que só sabem criticar e que nem tomarenses são ("ditos tomarenses"). Exactamente a mesma posição dicotómica dos mais importantes apoiantes do regime anterior ao 25 de Abril, para quem só havia "os da situação" e "os do reviralho" = comunistas a soldo de Moscovo. Os bons portugueses, e os maus que nem portugueses chegavam a ser, porque a soldo do estrangeiro. "Ditos portugueses", por conseguinte.
Por outro lado, não deixa de ser curioso, parece-me, que após tantas dezenas de anos com tantos tomarenses bons a fazerem tanto por Tomar (bem entendido sempre de forma desinteressada, como no caso do senhor vereador Carrão...), a cidade e o concelho estejam no triste estado em que estão, piorando à vista desarmada de dia para dia. Por culpa dos tais "ditos tomarenses", que não deixam os membros de escol tribal dos eleitos trabalhar à vontade! De certeza!
Há ainda outro aspecto, desgraçadamente indesmentível. No seu PS final, o vice-presidente da autarquia, (por distracção ou cansaço, quero crer), esqueceu-se de que, enquanto eleito, está estritamente obrigado a respeitar o quadro legislativo actual. Quer lhe agrade quer não. Tanto mais que a sua croniqueta fecha com a menção Vice-presidente da Câmara Municipal de Tomar. E que escreve o nosso estimado autarca? Apenas isto: "Um agradecimento especial para o João Victal... ...em 2015 cá o teremos como Mordomo outra vez. A Festa Precisa e Tomar merece." Para não alongar demasiado, que havia aqui pano para mangas, só quatro perguntas, bem entendido inocentes e sem esperança de resposta, que o silêncio é de ouro: 1 - Afinal, é ou não é o povo que escolhe o mordomo, mediante prévia convocatória do presidente da câmara? 2 - Tem o respeitável autarca desde já a certeza de que em 2015 haverá mais uma edição da festa dos tabuleiros, nos moldes actuais? 3 - Havendo eleições autárquicas previstas para o final de 2013, dá já por adquirido que continuará a integrar o elenco executivo resultante dessa consulta? 4 - Já ouviu falar de "contar com o ovo...", ou ainda de "limpar o dito antes de..."?

Cumprimenta-o cordialmente o "dito tomarense", mau cidadão portanto, cujo voto, apesar disso, na urna conta exactamente o mesmo que o seu,
Antónuo Rebelo
Com a devida vénia publica-se este post extraído do excelente blogue Tomar a Dianteira
pub. por M.Abrantes 


publicado por porabrantes às 20:54 | link do post | comentar

Sábado, 23.04.11

 

 

''Outro destaque no mesmo semanário é a carta de despedida do ministro Jorge Lacão aos ribatejanos. Após mais de 30 anos a liderar de facto os socialistas do distrito, o ainda presidente da Assembleia Municipal de Abrantes acabou por ser vitima do seu próprio veneno, confirmando o velho anexim "Quem com ferros mata, com ferros morre". Após ter driblado inúmeros militantes locais ao longo dos anos, alguns dos quais preferiram abandonar o PS, Lacão acaba de ser escorraçado da lista de deputados por Santarém. E diz na sua carta que sempre foi partidário de uma reforma "no sentido da maior personalização e responsabilização dos mandatos, numa relação de maior proximidade entre eleitos e eleitores." Poderá ser verdade. Porém, tudo aponta em sentido contrário. Quando alguém durante uma negociação aceita livremente que o candidato de Tomar vá em 4º lugar, para depois o colocar em 9º, obviamente que está a tentar transformar os militantes dedicados das secções em simples capachos das instâncias ditas superiores. Num partido com a sigla PS é uma vergonha. Que ninguém pratique o mal, à espera que lhe façam bem! Como agora se vê...''

 

No excelente blogue Tomar a Dianteira dos Snrs. Sebastião Barros e António Rebelo que adicionamos aos nossos links, onde havia um imperdoável esquecimento dos blogues nabantinos.

 

Na cartinha do Sr.Lacão à folha scalabitana destacamos que ele acha que o director daquilo cumpre as normas deontológicas.

 

Também seria capaz de escrever que o Jana do pasquim gratuito as cumpre?

 

Miguel Abrantes, gajo mauzinho

 

PS-Sobre as relações entre o '' Ribatejo'' e o Ministro citado publicaremos um dia destes uma nota exemplar . Chamamos a atenção para os amantes da blogosfera da rubrica habitual deste blogue ''Análise da imprensa semanal''.

 

 



publicado por porabrantes às 16:48 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Deveres de Cortesia: O ca...

Como foi tramado o Rui S...

Regressou o Tomar a diant...

Omertá

Viva a Imprensa livre!

os maus tomarenses

Quem com ferro mata

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds