Quinta-feira, 05.11.15

josé santos bioucas bombeiros.jpg

bombeiros 9.png

foto roubada à Barca

 

também seria bom que explicasse porque é que há mais incêndios nas freguesias urbanas que rurais

 

ma

 

foto do Comandante Bioucas. página dos bombeiros



publicado por porabrantes às 12:29 | link do post | comentar

Quinta-feira, 16.07.15

Numa sentença proferida em Fevereiro (e que a CMA tem vindo implicitamente a esconder com a ajuda caridosa da imprensa amiga) o TC reconhece que os pagamentos feitos aos bombeiros e a nomeação do chefe dos bombeiros foi ilegal, mas absolve Nelson Carvalho e M. do Céu das coimas pedidas pelo MP, entre outras razões porque, coitadinhos, não foram informados das ilegalidades por parte dos serviços jurídicos da CMA

 

bombeiros.png

bombeiros 2.png

bombeiros 4.png

Comentário: se o TC acha que a culpa é dos Serviços Jurídicos, manda a sensatez mudar imediatamente a cúpula dos serviços jurídicos, para que isto (a bandalheira) não continue.

 

No entanto notarei que já em 2009 o Sindicato avisava (e avisámos nós ) que havia irregularidades nos pagamentos aos bombeiros e Nelson Carvalho, cândido,  dizia que estava tudo legal.

 

E Maria do Céu era Vereadora.

 

Se dessem ouvidos à Imprensa e ao Sindicato não tinham feito mais de 400.000 € de pagamentos ilegais.

 

A arrogância de caciques como estes tem-nos custado milhões de euros (MIAA, RPP, etc)

 

A Oposição da época, dirigida por Armando Fernandes, na A.Municipal não viu nada e os Vereadores Moreno & Marques terminaram a propor a criação dum arruamento Nelson Carvalho.

 

Quem sabe se seria na Amoreira, no arruamento da Fonte das Duas Bicas, onde está situada a Casa Santa Helena, sede social dum conhecido Dicionário.

 

ma

 

a notícia da sentença foi dada pelo Mirante de ontem  

 

     



publicado por porabrantes às 12:29 | link do post | comentar

Terça-feira, 02.06.15

Hospital-de-Abrantes-01.jpg

rádio da Lena

 

Segundo o Venerando Tribunal de Contas, a que preside o distinto ex-militante do PSD Guilherme Oliveira Martins,  os terrenos onde se encontram situados os imóveis dos Hospitais do Médio Tejo, incluindo o abrantino, encontram-se em nome de particulares e não do Estado.

cimt ww.png

E ainda,

cimt www.png

Será isto verdade?

O Zé Bioucas confidenciou-me uma vez que a CMA ia comprar um terreno a uma família minha amiga por causa do Hospital.

Mas se o prodigioso Guilherme de Oliveira Martins (ex-PPD, ex-ASDI, actualmente PS) tutela um organismo que o afirma, eu acredito.

Mas também acho que a Administração do CHMT  tinha obrigação de resolver a bronca, quando a situação foi detectada.

 

 Se a situação não foi resolvida haverá um particular a pagar o IMI dos Hospitais de Torres Novas, Abrantes e Tomar.

Como é que isto se resolve?

Espero que não sigam o caminho suicida do Graça das seringas que fez uma escritura de justificação marada que dizia que a Igreja de S.João tinha sido construída por benemérito desconhecido.

Porque o inculto ainda há-de declarar em tribunal se na catequese não lhe ensinaram quem era Santa Isabel de Portugal.

mn  

   



publicado por porabrantes às 20:28 | link do post | comentar

Segunda-feira, 29.09.14

 

''A' renegociação dos contratos de concessão de águas da FCC Aqualia no Fundão e em Campo Maior, que estavam na mira do Tribunal de Contas, deve estar concluída no início de 2015, segundo um responsável da empresa

 

 

Por Paula Brito

 

Em Fevereiro, o Tribunal de Contas (TC) divulgou uma auditoria às concessões de água na qual recomendava um corte de 10% na remuneração acionista de vários operadores e a eliminação de cláusulas que transferiam os riscos exclusivamente para os concedentes públicos (autarquias).   

Apontava, em particular, o caso do Fundão, em que o risco de negócio da concessionária era extremamente reduzido ou quase nulo e mantinha uma cláusula jurídica “que permite a transferência de risco financeiro para o concedente caso haja uma alteração superior a 5% do valor médio anual do indexante Euribor”. 

Em declarações à Lusa, o director de Produção e Desenvolvimento do grupo espanhol em Portugal, Artur Vidal, assinalou que “a renegociação do Fundão está em curso e as outras também”, admitindo que possa estar concluída no primeiro trimestre do próximo ano. 

“Não depende só de nós, depende também da câmara e do parecer do Tribunal de Contas e da ERSAR (Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos), temos de esperar por todo este processo”, acrescentou. 

A FCC Aquália é responsável em Portugal pela gestão da água nos concelhos de Abrantes (Abrantaqua), Elvas (Aquaelvas), Campo Maior (Aquamaior), Fundão (Aquafundalia) e Cartaxo (Cartagua). 

Artur Vidal salientou o que o relatório do TC incidiu muito sobre a legislação que estava em vigor à data e alterações que tinham de ser feitas “e depois fazia referência a alguns contratos, referências essas que estamos a analisar e que vamos corrigir, se houver alguma coisa para corrigir”.

O contrato do Fundão terá de ser revistado e adaptado para “retirar aquilo que a lei pede para ser alterado”. 

Em causa estão algumas cláusulas de reequilíbrio económico-financeiro que implicam passar riscos para a concessionária. 

“Era uma das coisas que era recomendada pelo TC, assumimos isso”, declarou o responsável da FCC Aqualia, acrescentando que essas cláusulas vão ser alteradas, “de forma a que sejam mais corretas e adaptadas àquilo que é pretendido pelo TC e pela ERSAR”, mas também pela empresa. 

“Também temos de manter o nosso reequilíbrio económico-financeiro, senão não vamos conseguir ter os serviços de qualidade” que a empresa pretende, adiantou ainda Artur Vidal.''

 

 

na Rádio Cova da Beira com a devida vénia

 

há uma imprecisão no artigo, a concessão abrantina é do saneamento básico

mas o contrato favorece a Abrantaqua, é um contrato leonino,a favor dessa empresa como salientou na sua renovação Santana-Maia Leonardo  e devia ser urgentemente revisto......

 

 

mn



publicado por porabrantes às 10:05 | link do post | comentar

Sexta-feira, 15.11.13



"Faça-se cumprir a Constituição", apelaram presidentes do Tribunal de Contas e da CMVM

ionline.pt

O presidentes do Tribunal de Contas  Dr. Guilherme de Oliveira Martins é um típico expoente da ''classe política portuguesa'' ou deveria dizer da ''casta política portuguesa''.

Ex-Ministro do PS, originário da Direita social-democrata, é portador dum apelido ilustre, ligado a um familiar dos seus antepassados, Joaquim Pedro de Oliveira Martins, político e escritor (homem de extraordinária prosa) mas também conspirador, que segundo as más línguas se ofereceu a D. Carlos de Bragança para ser o seu Bismark particular, governando em ditadura, com o pensamento de que só ''congelando'' a Carta Constitucional e eliminando temporariamente a acção ''nefasta'' dos partidos políticos, o país real poderia fazer as reformas necessárias. Era um discurso que se sucede ciclicamente na política e  na história lusa, especialmente quando se vive em bancarrota como no tempo do penúltimo Bragança e no actual.

Foi um discurso que a Manuela Ferreira Leite repetiu (ela também descendente dum político do final do rotativismo) e que na prática serviu de justificação teórica ao salazarismo e ao seminarista a quem Cunha Leal beatificou num livro que levava o título de ''A Obra inantíngivel de Salazar''.

A bancarrota faz parte dos nossos costumes caseiros, da mesma forma que a 'casta política''.

Se formos ver a composição do Tribunal de Contas no reinado de D.Carlos, verificamos que os ''juízes'' eram boa parte pares do reino, ou seja políticos identificados com os partidos do sistema, que tinham chegado à fase senatorial. Portanto gente pouco independente para fiscalizar as contas da administração.

Avançámos algo? Deixo ao leitor as minhas dúvidas.

O Sr Dr. Oliveira Martins recebeu uma carta onde se pediam averiguações sobre  a forma como foi ''deferido tacitamente'' o projecto ilegal de Carrilho da Graça para São Domingos.

 atelier do arq. António Castel-Branco





Respondeu amavelmente dizendo que ia mandar averiguar. Há anos que esperamos o resultado das ''averiguações''.



De forma que vimos respeitosamente reclamar ao senhor Presidente do Tribunal de Contas



a) Quanto é que terminam as averiguações?


b) Quando é que os juízes do TC deixam de ''deferir tacitamente''? Ou seja, de passar tacitamente ''vistos'' para se livrarem duma batata quente como era o projecto ilegal de Carrilho da Graça....


 

Perguntar e reclamar não ofende, e se o Senhor Presidente do Tribunal de Contas reclama o ''cumprimento da Constituição'', nós reclamamos o cumprimento das leis e o bom funcionamento do Tribunal de Contas


Miguel Abrantes 


PS- O sr Dr. Alves Jana esqueceu-se de incluir no CV do finado Barata Gil a ocupação da Assembleia. Rogamos à benfeitora Hália Santos (primeira criatura do belo sexo a ingressar no Rotary Club) que no próximo número  a folha rgatuita acrescente este acto, que definiu o carácter do Barata Gil, ao dito CV fúnebre.    


publicado por porabrantes às 19:37 | link do post | comentar

Segunda-feira, 21.11.11

Suponho que o sr. dr. Gomes Mor ontem  ao pequeno almoço, mais a chefa, enquanto bebia a bica mais uma torradinha estaladiça e lia a Imprensa viu o

 

 

 

passou a capa,  e depois.....

leu isto.....

 

 

Situação financeira de "degradação significativa"

Administração de Centro Hospitalar Médio Tejo de saída

A "degradação significativa" da situação financeira do Centro Hospitalar do Médio Tejo não abalaram o Conselho de Administração cessante que disse estar de "consciência tranquila", em hora da despedida.

 

 

O relatório de uma auditoria é crítico para com a gestão do Conselho de Administração (CA) presidido por António Andrade, em funções desde Outubro de 2007 e em gestão corrente desde Outubro de 2010.

A situação económica e financeira do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), que congrega os hospitais de Torres Novas, Tomar e Abrantes, tem vindo a degradar-se com os resultados líquidos em 2008 a terem um valor negativo de 23,2 milhões de euros e em 2009 de 24,1 milhões, continuando a subir desde então.

O relatório da auditoria financeira realizada pela Inspecção Geral de Finanças ao período de 2007 a 2010, datado de Julho último, considerava que o "péssimo funcionamento" da administração tornava "por demais urgente a nomeação de uma nova equipa".

O documento propunha que os novos gestores tivessem como prioridade "a elaboração de um plano de reorganização e racionalização dos serviços e a implementação de um eficiente e eficaz sistema de informação para a gestão e controle".

Em declarações à agência Lusa, poucas horas depois do Ministério da Saúde ter nomeado o engenheiro electrotécnico Joaquim Esperancinha para presidir ao novo CA do CHMT, António Andrade afirmou partir "de consciência tranquila com o trabalho realizado", tendo ainda considerado que "algumas críticas contidas no relatório são pertinentes, outras são mais injustas".

O administrador cessante, que afirmou "não ter a pretensão de fazer tudo bem nem querer contestar o relatório em si", justificou a "derrapagem" das contas com "problemas de ordem geral e comuns a outros hospitais EPE" e também a "questões que se prendem com a singularidade do CHMT", composto por três unidades hospitalares que distam 30 a 35 quilómetros entre si.''

 

 

 Moral da história (a que voltaremos) a fiscalização do TC chefiada por um socialista Oliveira Martins, que já foi demasiado tolerante com certas coisas, como provarei um dia destes acerca do ajuste directo, ao licenciado alentejano Carrilho da Graça, aqui não andou com falinhas mansas e disse que o Sr.Mor e os colegas ''funcionavam pessimamente como administradores''.

 

Mais ou enos o que eu opino da acção ''péssima'' do Sr. Mor enquantoVereador da CMA durante demasiado tempo.

 

Meu Deus, esqueci-me que sou ateu, porque é que o PS não aplicou a sábia receita de Guterres,

 

 

No jobs .....



for......



Boys.......  

 

Miguel Abrantes

 

PS- and girls like ........Chefa

 

 



publicado por porabrantes às 12:04 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

Balanço da época bombeira...

Tribunal de Contas reconh...

Particular pode estar a p...

O ganda negócio da aquali...

Bem prega Frei Guilherme....

CHMT NO CORREIO...logo de...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

baptista pereira

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10

17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds