Segunda-feira, 20.04.15

Em resposta a requerimento da deputada do Bloco, Alda Macedo, que inquiriu o Governo, em 2009, logo depois da grande matança, sobre a licença ambiental do açude, sobre a escada mata-peixe a ainda sobre a famosa ''monitorização'' que a P. diz que nunca foi instalada. Mas não terá sido comprada?

 

Eis a resposta do Governo:

 

bloco 2 açude.jpg

bloco3 açude.jpg

Ou seja:

1- O Açude foi inaugurado com pompa e circunstância, pelo 44, com a sociedade civil acéfala a aplaudir, incluindo o Vereador Pedro Marques, sem licença.

É a gloriosa irresponsabilidade lusitana.

2-A monitorização não foi instalada, segundo disse a Céu ao Mirante, e não foi nunca calculado o impacto da engenhoca mata-peixe sobre as espécies migradoras que arribam para desovar acima de Abrantes,no Tejo.

3-Têm-se sucedido os massacres piscícolas, com a CMA a fazer de Pilatos, a inspecção a olhar pró lado, as pessoas conscientes a protestar (Bloco, Quercus, PSD, este blogue) e o MP a estar de braços cruzados e a sociedade civil a caçar subsídios.

4-Deu-se um golpe fatal à biodiversidade do Tejo, começaram-se a matar as últimas comunidades de pescadores do Médio Tejo, enquanto as câmaras ribeirinhas gastam subsídios comunitários a encher de betão as margens do rio e a construir equipamentos náuticos praticamente inutilizáveis devido à irregularidade do caudal do Tejo.

5-As constantes mudanças na estrutura da fiscalização da bacia do Tejo impedem que esta seja eficaz.

6-A CM do Mação que devia ter levado a CMA a tribunal para proteger os pescadores da Ortiga, obrigando através de providência cautelar a manter as comportas abertas até que o açude esteja regularizado, olha para o lado e está silenciosa. Há fundos comunitários a repartir e entre um fundo e os pescadores, aposta-se pelo fundo.

7-Violam-se directivas comunitárias impunemente.

8- A Carina João e o Duarte Marques foram uma grata surpresa. Espero que  isto não seja apenas fogo de vista eleitoral.

 

A saga continuará, até que o crime ambiental seja detido.

 

a redacção    

 

créditos: requerimento-Bloco de Esquerda de Abrantes 



publicado por porabrantes às 09:15 | link do post | comentar

Terça-feira, 11.11.14

O

enguia.png

reconhece as múltiplas deficiências do açude do Aquapólis em relação à ecologia e à fauna piscícola, em especial às enguias

enguia 2.png

enguia 3.png

enguia 4.png

 

enguia 5.png

 O assunto já tinha sido aqui abordado e tem dado origem a múltiplos protestos de pescadores e defensores do ambiente.

Estamos em 2014 e não se verifica que o assunto esteja a ser resolvido pelo dono da obra ou pelas autoridades municipais ou que estas sejam pressionadas pelo tutela do Ambiente.

Também não se percebe que tenham sido usados fundos comunitários para uma obra que contribui para a desertificação da fauna do Tejo.

Os dados citados estão aqui

Seguiremos o assunto com atenção

MN

textos retirados do documento citado

  



publicado por porabrantes às 12:12 | link do post | comentar

Quarta-feira, 30.04.14

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um livro importante,  

 

 

a comprar,  a  ler e a discutir

 

 

 

 

 

 

 

 

João Ferreira do Amaral com novo livro



publicado por porabrantes às 10:05 | link do post | comentar

Terça-feira, 14.01.14

Diz assim a página do 

 

ProDer

 

http://www.proder.pt/conteudo.aspx?menuid=357&eid=2614&bl=1

 

PERFORMANCE DE EXECUÇÃO FINANCEIRA DOS GRUPOS DE AÇÃO LOCAL (GAL)

 

Aos Grupos de Ação Local (GAL) compete decidir o rumo e o conteúdo da Estratégia Local de Desenvolvimento (ELD) que consideraram como a mais adequada para o território onde estão inseridos, tomando a decisão quanto aos diferentes projetos a financiar, de acordo com a dotação inicial disponibilizada para cada uma dessas ELD.

Em janeiro de 2012, o PRODER atribuiu um reforço da dotação inicial da ELD aos GAL que, até 31 de outubro de 2011, apresentaram uma maior eficiência na gestão da sua estratégia.

Mais de dois anos depois dessa avaliação, o PRODER publica a performance de execução dos GAL, reportada a 31 de dezembro de 2013.

 

 

 

 tagus 3.bmp

                 tagus 2.bmp

 

[4] - GAL com reforço de dotação da ELD, por via da distribuição da reserva de eficiência.
[5] - GAL reconhecido apenas em Janeiro de 2010.''

 

 

Agora fazendo os nossos comentários a taxa de execução da Tagus é das piores do país, comparando os diversos Grupos de Acção Local e está naturalmente lá para o final da tabela.

 

As consequências estão à vista nos Municípios (Sardoal,  Barquinha, Constância, Mação e Abrantes) que fazem parte da associação e onde se aplica o Proder.  

 

Naturalmente devíamos estar preocupados, mas .....para mal dos nossos pobres pecados é o que há...

 

As queixas devem ser dirigidas a quem fez o favor de elaborar a   estatística

 

MN

 

 



publicado por porabrantes às 22:20 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A saga do açude, novos do...

O Açude do Aquapólis, arm...

Em defesa de Portugal

Tagus no final da tabela

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds