Quarta-feira, 28.07.21

O António Colaço vem há muito no jornalismo e na intervenção cívica marcando a Cidade de Abrantes. Recordaremos a sua militante e apaixonada defesa do património histórico abrantino, insurgindo-se contra a construção duma torre bárbara na cerca do convento de S.Domingos, da autoria dum tal Carrilho da Graça.

Recordo a sua entrevista ao ex-Presidente Eng. Bioucas, que protestou contra o crime da cacique.

Agora organizou um debate entre os candidatos a Presidente, a que se comprometeram todos a ir.

Todos foram, excepto o recandidato Valamatos, que à ultima hora  faltou com desculpas vãs.

serrano.png

 

A democracia é o debate. O diálogo. O confronto de ideias.

Quem foge ao debate, tem medo.

Se é o Poder a fugir, é a recusa a prestar contas, é o desrespeito pelos eleitores.

E foi isso, que aconteceu.

Um poder  autista que teme o confronto de ideias.

Que teme a democracia.

ma

 

 



publicado por porabrantes às 12:34 | link do post | comentar

Quarta-feira, 14.07.21

Transcreve-se com a devida vénia, o artigo do dr.Vasco Damas, candidato à autarquia pela Alternativa Com. E sublinha-se que tem toda a razão, as palavras ditas, e a forma como as disse, sobre o dr José Rafael Nascimento, são inqualificáveis....    

 

 

OPINIÃO

por Vasco Damas | 14 de julho de 2021



EM DEFESA DA VERDADE, DA TRANSPARÊNCIA E DA HIGIENE DEMOCRÁTICA



Confesso a minha ingenuidade quando me lancei nesta cruzada em novembro de 2019. Acreditava que estava a contribuir para construir a Alternativa que Abrantes precisava. De facto, Abrantes precisava. De facto, Abrantes precisa, e, apesar de tudo, passado este tempo, tenho a certeza de que Abrantes merece.



Apesar da ingenuidade, estava consciente das dificuldades. Mas volto a confessar que não estava preparado para os obstáculos artificiais, construídos com base na má formação e na baixeza de carácter de algumas personagens da democracia local. As ameaças, as pressões e os condicionamentos, provam a falta de qualidade da têmpera dessas personagens, mas, a verdade mostra-me que cedo me preparei para esta realidade quando afirmei que o grande desafio estava em manter a coerência da minha essência, não me deixando contagiar pelo pior dos outros.



Apesar da minha educação e da forma como tenho mantido a elevação na discussão dos assuntos, há limites que, depois de ultrapassados, não posso continuar a tolerar nem a manter sob silêncio.



O episódio de ontem na reunião da Câmara Municipal de Abrantes, que acabou por ser a repetição requentada de vários episódios anteriores, ultrapassou todos os limites do aceitável quando colocou em causa o bom nome de um elemento da minha equipa. Se há alguém que merece respeito e um agradecimento pelos bons exemplos de cidadania ativa e participativa, é o José Rafael Nascimento. Eu sei que as suas interpelações são incómodas, mas elas são algo perfeitamente normal e aceitável em democracias maduras. Tudo aquilo que Abrantes já provou ainda não ser.



Mas Abrantes não tem culpa. A culpa é daqueles que se dizem democratas, mas que não aceitam a democracia se as coisas não forem feitas à sua maneira. Parece-me que fica tudo dito quando um vereador da oposição(?!), com o alto patrocínio do presidente (com letra minúscula) do município, elege como alvo preferencial um movimento que, apesar de não ter ainda elementos eleitos nos vários órgãos da democracia local, tem feito mais por Abrantes do que aquilo que esse alguém alguma vez fará em cem vidas que tenha para viver. Não porque não queira, mas porque não tem, nem nunca terá, um décimo da qualidade daquilo que o movimento ALTERNATIVAcom já mostrou e já produziu em vinte meses de trabalho.



Vasco Damas

Movimento ALTERNATIVAcom



- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -



O episódio referido pode ser escutado aqui: https://drive.google.com/.../1hsrFVKCviqCT2XSTSzw.../view...



publicado por porabrantes às 14:42 | link do post | comentar

Quarta-feira, 07.07.21

Foi com enorme estupefação que os abrantinos tomaram ontem conhecimento das declarações prestadas à LUSA pelo presidente da Câmara Municipal de Abrantes, sobre o futuro da Central Termoelétrica do Pego. São declarações muito preocupantes, reveladoras de grande nervosismo e desorientação, repetindo-se o habitual padrão vitimizante e desculpabilizante (que alterna, quando convém, com excessiva valorização e gratificação pessoais).

Puede ser una imagen de naturaleza

Afirma o autarca socialista que “estão em causa postos de trabalho, com despedimentos coletivos já em curso” e que “a esta altura já deveria ter sido feita a apresentação de um grande projeto para o Pego, mas, não só não foi apresentada qualquer iniciativa, como foram feitas declarações contraditórias, paradoxais e antagónicas” pelo Governo do Partido Socialista.

Incapaz de ir além de vãs palavras de fé – como “acreditar” ou “ter esperança” – e de se responsabilizar com compromissos firmes, o autarca reconhece que “o encerramento da Central terá um enorme impacto em numerosas famílias e na economia não só de Abrantes, mas de toda a região”, arrastando o enredo o mais que pode, na esperança de que passe depressa o escrutínio eleitoral autárquico.

É mais uma “Espada de Dâmocles” que pende sobre a sociedade abrantina, a qual ainda não esqueceu a aldrabice que foram os projetos Tectania, RPP Solar e Ofélia Club, com os quais seriam criados mais de 2.500 postos de trabalho, absorvendo todo o desemprego de Abrantes e, até, fixando novos habitantes. Contudo, porque sempre dissemos que chegámos para ser parte da solução, os alertas do movimento ALTERNATIVAcom repetiram-se ao longo do último ano, optando o autarca por ignorá-los completamente.

Em 22 de setembro de 2020, afirmámos que “se tem assistido a uma enorme e preocupante confusão e indefinição, avançando-se com ideias avulso e mal fundamentadas – todas elas contraditórias e polémicas – seja para prolongar a atividade da Central a carvão ou simplesmente desmantelá-la, seja para a substituir pelo processamento de biomassa ou pela produção de hidrogénio verde” e exortámos a Câmara e a Assembleia Municipal de Abrantes a:

“1. Em concertação com a CIMT, mas sem prejuízo da autonomia e da defesa dos interesses próprios de Abrantes, tomarem uma posição firme junto das entidades governamentais e empresariais, no sentido de que estas esclareçam rapidamente e com total transparência qual o futuro que projetam para a Central Termoelétrica do Pego, seus trabalhadores e fornecedores;

2. Adotarem uma atitude exigente face às intenções e planos do Governo, das empresas e de quaisquer outras entidades envolvidas, tudo fazendo para transformar esta ameaça numa oportunidade que sirva os interesses atuais e prospetivos de Abrantes;

3. Absterem-se de defender ou apoiar, e se for necessário denunciar, quaisquer soluções ou projetos técnica e economicamente mal fundamentados, insuficientes ou prejudiciais para Abrantes, ou com contornos políticos pouco claros, venham eles de onde e de quem vierem;

4. Assumirem o papel e a responsabilidade que lhes cabe no âmbito do Fundo para a Transição Justa, designadamente da prevista reconversão económica, ambiental, habitacional e dos transportes, incluindo o apoio técnico e financeiro à criação e investimento em pequenas e médias empresas, formação de recursos humanos, transferência de trabalhadores e introdução de tecnologias energéticas sustentáveis”.

Posteriormente, em diversas ocasiões, o movimento ALTERNATIVAcom voltou a acender luzes vermelhas de alerta. Já este ano, a 18 de janeiro, considerámos “lastimável a articulação e defesa dos interesses de Abrantes junto de entidades externas” e que “descontada a habitual bagatela política, sobra a inércia ou incapacidade para acautelar as consequências socioeconómicas do previsto encerramento da Central Termoelétrica do Pego”.

Em 26 de janeiro, recordámos que “como já alertámos, estamos também apreensivos quanto ao futuro da Central Termoelétrica do Pego” e que “esta é uma realidade que o município não pode ignorar ou apenas simular empenho, devendo pôr os interesses de Abrantes antes e acima dos interesses partidários ou outros”. E, em 8 de março, insistimos que “os cidadãos questionam-se: o que acontecerá se grandes empregadores como a FRASAM (com cerca de 80 trabalhadores) ou a Central Termoelétrica do Pego (com cerca de 300 permanentes e 500 ocasionais) encerrarem?”.

Finalmente, defendemos recentemente, em 5 de junho p.p., que deveria ser “debatido exaustivamente o futuro da Central Termoelétrica do Pego, sob o prisma dos bens maiores (saúde, ambiente e economia) para a população do concelho de Abrantes, mas sobretudo para a freguesia do Pego, versus os danos ambientais e paisagísticos”. O que mais poderíamos fazer, senão o que fizemos atempadamente e com as prerrogativas que temos?

Contrariamente, sempre empurrando com a barriga e perdendo tempo com questões técnicas que não lhe diziam respeito, em vez de se centrar nas suas responsabilidades – impactos locais na economia, emprego, saúde e ambiente – o autarca socialista ignorou os nossos conselhos e aparece agora, desesperado, a correr atrás do prejuízo. O movimento ALTERNATIVAcom está de consciência tranquila, mas inquieto quanto ao desenrolar da situação e, sobretudo, quanto ao seu desfecho. Mais do que palavras ocas e bizarria, Abrantes precisa sobretudo de ação resoluta e de triunfos.

Contem connosco, nós contaremos sempre convosco.

Movimento ALTERNATIVAcom | 07 de julho de 2021

 
 


publicado por porabrantes às 08:41 | link do post | comentar

Segunda-feira, 05.07.21

Puede ser una imagen de una persona e texto que dice "POLITICA 29 DESCE MANUEL JORGE VALAMATOS PRES. CÂMARA ABRANTES PSD, BE, CDU e movimento Alter- nativa protesta- ram ontem contra a transformação do mercado muni- cipal num pavi- lhão multiusos."



publicado por porabrantes às 20:51 | link do post | comentar

Quarta-feira, 12.05.21

Cada dia a campanha publicitária do Valamatos realiza uma inauguração (ou volta a inaugurar um equipamento abandonado durante largo tempo), cada dia a autarquia ou as empresas adjacentes (muitas vezes capitaneadas por filhos de eleitos PS) anunciam investimentos de milhões ( mesmo que localizados em áreas proibidas pelo PDM), o secretário retirado da cacique publica fotos turísticas mostrando as belezas desta terra (enquanto o património arqueológico apodrece, as velhas casas vão caindo e os promotores liquidam a memória deste concelho), o futuro é risonho e a manutenção do caciquismo necessária.

Custa isto pelo menos 200 mil euros anuais....

Mas como a festa deve continuar, vimos sugerir ao Valamatos que faça a reinauguração deste parque infantil da Chainça, pode levar o Bruno Tomás atrelado.

chainça.jpg

foto da srª D.Ana Sofia Alves, no face com a devida vénia

 



publicado por porabrantes às 10:42 | link do post | comentar

Segunda-feira, 10.05.21

A cacique esteve 8 meses para marcar uma reunião com uma empresária, vítimas das descargas ilegais duma pocilga....

O Valamatos bate o recorde, terá recebido uma carta registada duma munícipe e está há um ano para responder:

desemprego.png

 

Maria Sebastiao

Sr Presidente devia vir ver o acesso que eu e minha irma moradores na estrada velha perofarinha,temos para no dirigirmos as nossas casas,e restantes proprietarios,um caminho quando chove nao podemos sair ,porque molhamos os pes todos ,nao temos luz porque faz falta para iluminar as hortas,nao temos nome de rua porque vivemos no 3 mundo ,ja nos desapareceu correio,porque os carteiros alguns nao sabem onde fica este fim de mundo sem nome,o alcatrao faz falta para outros lados ,so temos as promessas quando precisao de votos,e pagar os nossos impostos.Ja escrevi uma carta registada faz 1 ano este mes ,para o Senhor tenho ,o comprovativo de a terem recebido ,mas ate hoje somos completamente ignoradas,e triste ,ver outras,moradoras viverem na mesma situaçao ,e no entanto ,foi alcatroada o caminho ate a porta ,iluminada ,e nome de rua,,para uns faz -se tudo ,otros nao merecem nada,e da mesma freguesia,ainda hoje o serviço das aguas ,necessitou de vir aqui ,e fartarao-se de andar as voltas ,e perguntar onde ficava este fim de mundo,Entao eu pergunto,sera que a cor do dinheiro nao e igual?ou sera que vao pelo peso,da carteira?

 


tags:

publicado por porabrantes às 18:57 | link do post | comentar

Segunda-feira, 12.04.21

ataques pessoais.png

Reunião Dia 23 de Março

O nervosismo eleitoral começa a atacar. E a fazer perder as estribeiras...

ma



publicado por porabrantes às 16:49 | link do post | comentar

bloco central.jpg

Em política, o que parece, é- dizia, douto e sagaz, o Prof. Salazar a António Ferro, mestre da propaganda fascista. Assim sendo, nesta foto, profusamente distribuída pela propaganda municipal, que como se sabe foi ''externalizada'', para uma agência privada, com o ''magro'' orçamento duns 200 mil euros anuais, para gastar ''só'' no concelho, não se tratando pois de promover a imagem do concelho, mas de ''vender'' um candidato, lê-se o apoio do neo-liberal ao candidato socialista.

Que aliás se traduziu em sede própria em contínuos e esforçados ( e muitas vezes desastrados) louvores ao herdeiro da cacique, a das oliveiras milionárias.

O que parece, é, dizia o Duce, certeiro. Entretanto o PSD busca candidato e se fôr para fazer isto, ou seja louvar o poder que há quarenta anos atrofia esta terra, é melhor ficarem confinados na Rua de S.Pedro. 

ma   



publicado por porabrantes às 08:28 | link do post | comentar

Quarta-feira, 31.03.21

Polémicas Desportivas

 

O Vereador Valamatos (V.V) não para de nos surpreender. Não contente com a sua frenética campanha para manter a água da piscina limpa de impurezas ou impor o baseball como desporto-rei em Abrantes ( que  dirá a isto o blogue do A.F.C. ??)  continua a sua polémica particular com o Vereador Salvador (PSD) acerca  do Ténis. Infelizmente o Cem Papas pouco pode adiantar .É uma polémica para iniciados.

Provávelmente só para Vereadores. Ou para Professores de Ginástica.....

O texto contestando as posições de V.V entregues pelo Vereador  Salvador foi convenientemente maquilhado nas Actas Municipais de tal forma que o público e os Jornais de pouco se conseguiram inteirar. De forma que a única novidade nesta apaixonante polémica é, segundo a página Web do PSD abrantino, a entrega na sede dos laranjas dum texto de VV ‘’escrito num tom confrangedor, traduz em primeira instância, o estado de desorientação e nervosismo latente em quem se sente, porventura, já de saída de cena, pelos fundos do palco’’. ( diz o PSD)

O Cem Papas  sugere aos intervenientes deste singular duelo desportivo que se enfrentem em público.

As polémicas políticas abrantinas devem sair da clandestinidade.

 

6-2-05

in Jornal Primeira Linha


tags:

publicado por porabrantes às 14:36 | link do post | comentar

Quinta-feira, 25.03.21

04- No dia 19 de fevereiro de 2019, depois do Sr Presidente tomar posse, eu Armindo Silveira, vereador do BE disse à Comunicação Social esperar que a estrutura camarária não fosse usada para projetar uma pessoa às próximas autarquicas”.

desemprego.png

 

Já questionei diversas vezes o Sr Presidente da Câmara sobre a contratação da empresa YoungNetwork em novembro de 2019 e a renovação de contrato e o BE continua com demasiadas dúvidas sobre a real necessidade da prestação destes serviços.

Por outro lado, no último boletim “Passos do Concelho nº 115” o senhor presidente da Câmara aparece em 22 fotografias para um total de cerca de 52. A oposição nem em uma fotografia aparece seja na Câmara ou Assembleia Muncipal. É, sem dúvida, um registo fenomenal que faria corar de vergonha a Sra ex-Presidente.

Para terminar, na página do facebook do cidadão, Manuel Jorge Valamatos, politico, foi publicado um vídeo no dia 19 de março de 2021, no qual o Sr Manuel Jorge Valamatos anuncia o evento Portugal Lés a Lés.

Até aqui tudo bem mas importa então esclarecer quem nos ouve e vê que este vídeo foi produzido pelo Municipio de Abrantes e não foi partilhado em nenhum sitio oficial do Municipio.

Ora, quanto ao BE configura, em toda a linha, salvo melhor opinião, um uso e abuso de fundos do municipio para promoção pessoal.

E ainda na ultima reunião o Sr Presidente referia que uma coisa é a rede social do Municipio e outra era a rede social da pessoa Manuel Jorge Valamatos.

É caso para relembrar a quem se aplica a famosa frase dita nas autárquicas de 2017, em plena campanha eleitoral do PS pela sra ex-Presidente da Câmara Municipal de Abrantes “de que os candidatos do PS estavam para servir a população e os outros para se servir

da população”. É óbvio que estas declarações continuam a incomodar 4 anos depois.

Espero que o senhor presidente possa explicar como é que um vídeo que foi produzido pelo Municipio de Abrantes foi parar à página pessoal do cidadão Manuel Jorge Valamatos. Espero eu e todos os municipes.

Armindo Silveira, Vereador do Bloco, reunião da CMA de dia 23



publicado por porabrantes às 07:51 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A democracia é o debate.

EM DEFESA DA VERDADE, DA ...

Comunicado da Alternativa...

Sobe e desce (no Correio ...

Parque Infantil da Chainç...

Valamatos bate record da ...

Ataques pessoais

O que parece, é! dizia Sa...

O Vereador Valamatos no P...

A promocão eleitoral do c...

arquivos

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

cacique

candeias silva

carrilho da graça

cavaco

cdu

celeste simão

chefa

chmt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

coronavirús

cria

crime

duarte castel-branco

espanha

eucaliptos

eurico consciência

fátima

fogos

frança

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds