Domingo, 27.03.16

herdade do nelson.png

Ver a coisa e os ''elementos arquitectónicos e da cultura portuguesa'', isto deve ser uma ideia apadrinhada ainda dos tempos do baratismo político ou seja à maneira da política caciquista da Irene Barata.

 

Depois de lerem a maravilha onde se chega de helicóptero, regressem ao texto da drª Luisa Schmidt, cujas conclusões faço minhas.

E recordo que se bem me lembro que foi no consulado do Humberto Lopes que se construiu o Vale Manso, que merece os mesmos reparos.

 

Finalmente o governo neo-liberal PSD/CDS suspendeu vergonhamente o POACB para viabiliazar a coisa. Que o Costa por favor impeça isto, é o que se pede.  

 

 

ma    

 

PS-O Nelson Soares é abrantino



publicado por porabrantes às 19:17 | link do post | comentar

Sexta-feira, 18.03.16

Cidalina Pedreiro, deixou um comentário ao post Cacique leva batatada às 23:25, 2016-03-13.

Comentário:
Força Carlos Antonio Batata, porque é importante o que o dignifica e não o que o denigride. Continue o seu BOM TRABALHO! Votos de uma boa contribuição para o POVO de Vila de Rei, representando-os na Camara pelo CDS . Mudando de assunto o meu pau de caminheira ficou no seu carro, por favor guarde-o porque gosto muito dele e que por acaso veio de Vila de REI.

 

A Exma Srª D.Cidalina Pedreiro deseja ao político Carlos Batata felicidades na luta anti-caciquista. E pede-lhe que lhe guarde o pau perdido. Atenção Dr.Batata guarde o pau.

ma  .



publicado por porabrantes às 11:41 | link do post | comentar

Sábado, 30.08.14

Enquanto prossegue a campanha de anavalhamento socialista entre os partidários do Costa e do Tó Zé Seguro, há quem consiga estar com os dois ao mesmo tempo.

 

É o caso do Catarino que se candidata à Federação Distrital do PS de Castelo Branco.

 

 

O Jornal de Vila de Rei sublinha pela pena arguta de  Paulino Fernandes, que o Catarino está em simultâneo com o Costa e com o Seguro. É obra :   

''

(...) É um documento importante, abrangente, muito bem estruturado, de análise e consequentes ideias e propostas para o desenvolvimento, projeção dinamização do distrito e onde se consegue ler frases chave comuns quer ao vocabulário e argumentos, de qualquer um dos dois candidatos, António José Seguro e António Costa, às primárias do PS marcadas para 28 de setembro.

Relembre-se que João Paulo Catarino, apesar de ser amigo e apoiante de António Costa reúne também o apoio dos apoiantes de António José Seguro no distrito. O Jornal de Oleiros apurou, entretanto, junto de fontes próximas do Secretário-geral do PS, que Seguro verá com bom grado uma vitória de Catarino, nas eleições de 6 de setembro para a distrital de Castelo Branco do PS.''

 

 

Não sabemos se este programa unanimista e pacifista terá como símbolo um ramo de oliveira centenário.

 

O Papa que é um forreta, quando planta oliveiras pacifistas, não usa oliveiras centenárias de 2.000 €, usa oliveiras novinhas, quem sabe se oferecidas pelo Presidente Abbas e vindas da Terra Santa.

 

 

foto obsservatore romano

 

 

Como na Terra Santa aquilo continua a ferro e fogo, está visto que as oliveiras novinhas não funcionam, não se deve ser forreta como o Francisco Bergoglio, o Vaticano que desate a importar as oliveiras do Acácio Catarino, já. 

 

MA

   



publicado por porabrantes às 19:03 | link do post | comentar

Terça-feira, 03.09.13

A minha fotografia

 

 

'Já se falou aqui várias vezes dum dos exemplares mais in do caciquismo do Pinhal, onde Maria Irene Barata ficou pior que uma barata quando o arqueólogo Carlos Barata resolveu pôr à venda um livro, 

o melhor é deixar o dr. Batata contar a história:

 

 

 

 

''Não gostei nada de ouvir dizer por aí que a Câmara Municipal me ajudou tanto e que eu agora ia concorrer contra ela.


E não gostei nada porque não é verdade. E é importante que os vilarregenses saibam disso e conheçam os factos em primeira mão.

 

 

 

O livro Levantamento Arqueológico do Concelho de Vila de Reicompletado em 1994, só viria a ser publicado com o patrocínio de uma Fundação de Abrantes, no ano 2000, porque a Câmara Municipal não o quis publicar, rotulando-o de sem interesse. Já depois de editado, enviei uma carta à Câmara perguntando-lhes se queriam adquirir 100 exemplares a preço de custo, sendo a resposta negativa.

 

 

 

Com o apoio de alguns vilarregenses colocámos o livro à venda em diversos estabelecimentos de Vila de Rei, pelo preço de custo de 4 €, para que mais interessados o pudessem comprar. Como a obra estava a ser vendida por pessoas ligadas ao CDS-PP, fui chamado à Câmara, para lhes vender todos os livros que tinha em minha posse, o que veio a acontecer. Essa obra é vendida hoje a 10€.

 

 

 

Em 2002, a Câmara Municipal solicitou-me a elaboração de um roteiro para as conheiras, o qual implicou uma semana de trabalho e de pesquisa, e várias deslocações aos Paços do Concelho para acertar pormenores com os técnicos da autarquia, de modo a efectuarem uma candidatura a dinheiros europeus. O preço que eu cobrei era de 3 500€, os quais nunca me foram pagos!

 

 

 


No mês de Junho passado foi dada à estampa a Carta Arqueológica do Concelho de Vila de Rei, que não irá ser publicamente apresentada, dado que o autor é candidato à presidência da Câmara Municipal.

 

 

 

Até aí tudo bem. Posso viver com isso. O que não é aceitável é que, tendo enviado a factura em Junho findo, ainda não tenha recebido o valor orçamentado para a execução dos 1 000 exemplares. Quero acreditar que o atraso se deve a dificuldades de tesouraria e não a razões políticas. Mas não tenho a certeza.

 

 

 

Estes são apenas três exemplos do quanto a Câmara Municipal de Vila de Rei me tem ajudado. Mas existem mais, mas não vou maçar-vos mais com eles.

 

 

 

Não quis deixar de fazer este pequeno apontamento, em nome da verdade dos factos. Sei que a minha candidatura à presidência da Câmara é incómoda para algumas pessoas. Mas isso não lhes dá o direito de denegrirem a minha imagem e porem em causa a minha honestidade.''

  

 

in http://futuroviladerei.blogspot.com.es/

 

 

Está retratada a cacique pelo candidato do CDS-PP????

 

Chega a tal ponto o caciquismo sertanejo que não se pode pôr à venda um livro sobre arqueologia sem autorização da Chefa local????

 

 

Há umas notas curiosas o livro:  Levantamento Arqueológico do Concelho de Vila de Rei, da autoria do dr.Batata e da esposa drª Filomena Gaspar, foi editado por uma Fundação abrantina cujo Presidente era o Sr.João Sigalho Estrada.


E hoje a drª  Filomena Gaspar parece trabalhar sobre a Colecção Estrada, já falaremos nisso, outro dia.


Finalmente o dr.Batata é morador em Casais de Revelhos e como é do CDS-PP calculo que votará no candidato abrantino do seu partido.



Que chatice a D.Maria do Céu já não terá 100 % dos votos lá na terra....


Desejamos uma grande vitória eleitoral ao dr. Batata   ...e já agora como se chamava o tipo que escreveu uma obra-prima sobre o consulado da Barata???



MA



publicado por porabrantes às 21:21 | link do post | comentar

Quinta-feira, 18.04.13

Irene Barata foi absolvida. Está aqui a notícia da TVI.

 

 

O tribunal, segundo a notícia,  não atribuiu às provas documentais e testemunhais apresentadas pelo Ministério Público a mesma intenção de praticar prevaricação ou falsificação.''



Que intenção teriam a Senhora Barata e os outros arguidos?


'' Augusta Palma, juíza presidente do coletivo,  afirmou«O tribunal não conseguiu chegar lá, só se especulássemos ou fizéssemos uma caça as bruxas»,


Não é coisa que os tribunais não tenham feito, há pelo menos uma condenação por bruxaria nos anos 60.



Certamente o MP que pedia pena suspensa  conseguiu chegar lá e descortinar a intenção.

 

 


 

Mas falava a Juiz naturalmente em sentido figurado.


Sobre o crime de peculato: ''o tribunal entendeu que Irene Barata agiu de forma legítima, «em prol da ação social» no âmbito da qual os municípios têm «liberdade de escolher as formas» de apoio a instituições.''


Se isto é o teor da sentença, que não conheco de outra forma, os municipíos em prol da acção social têm liberdade para  por exemplo saltar os instrumentos de ordenamento territorial e  espetar numa zona protegida qualquer equipamento social.


A sentença é naturalmente passível de recurso e o MP pode recorrer.Vamos esperar.


E recordo a sentença da Relação de Évora que anulou a absolvição em 1ª instância dum Provedor duma Santa Casa 


Agora raciocinado em abstracto sobre a utilização do poder para fins  altruístas saltando normas legais considerou e bem a Relação de Coimbra :'' 4. - No crime de abuso de poder o bem jurídico protegido com a incriminação é a autoridade e credibilidade da administração do Estado, ao ser afectada a imparcialidade e eficácia dos seus serviços.

5. - Para o seu preenchimento exige-se: 
a) um acto ( ou acção típica) de abuso de poderes ou de violação de deveres, que não tendo de referir-se a um acto administrativo concreto corresponda a um acto idóneo a produzir efeitos jurídicos enquanto manifestação da vontade do Estado, ou por outras palavras, acto que se manifeste exteriormente através da lesão do bom andamento e imparcialidade da administração;
b) que o acto seja praticado com a intenção de obter uma vantagem ilícita ou prejudicar alguém, sendo que “O funcionário que abusou das suas funções, ou que violou deveres, pode no limite, até ter actuado com fins caritativos ou altruístas”''


Deixo aqui esta reflexação sobre o assunto


Marcello de Noronha




publicado por porabrantes às 19:45 | link do post | comentar

Terça-feira, 12.02.13

 

 

 

A Exma Senhora Dona Irene Barata começa na quinta  a responder no Tribunal da Comarca da Sertã acusada de vários crimes

 

 

Este é o Curriculum oficial da benemérita:

 

 

Maria Irene da Conceição Barata Joaquim

Eleita para o seu 6º mandato, pelo PPD/PSD

Data de nascimento: 14 de Outubro de 1943

Estado Civil: Casada, 2 filhos

Contacto:

presidente@cm-viladerei.pt

Formação Académica:

  • Completou a instrução primária na Fundada, e mais tarde frequentou o curso complementar de contabilidade e administração, na Escola Secundária Anselmo de Andrade, não tendo concluído o mesmo.

Experiência Profissional:

  • De 1963 a 1972 exerceu funções na carreira de conferente especial de valores selados na Casa da Moeda, em Lisboa.
  • Entre 1972 e 1989 desempenhou funções na carreira administrativa, no quadro do Instituto do Emprego e Formação Profissional.
  • Desde 1990 até hoje exerce as funções de Presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei.

Outras Actividades/Cargos:

  • É Presidente da Comissão Política do PSD de Vila de Rei, (1989-2006).
  • Vice-Presidente da Mesa da Assembleia Distrital do PSD, (1995-2001).
  • É membro fundador do Lyons Club de Vila de Rei, desde 1990.
  • Provedora da Santa Casa da Misericórdia de Vila de Rei, desde 1998
  • Presidente da Associação de Desenvolvimento Local Pinhal Maior em 2007, tendo já desempenhado as mesmas funções em 1995.
  • Desempenhou cargos directivos no Centro de Dia “Família dias Cardoso” da Fundada (1989 – 2004).
  • Faz parte dos quadros directivos da Associação de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Castelo Branco, tendo sido a principal impulsionadora da criação de um pólo desta associação em Vila de Rei.
  • É membro do Conselho Fiscal da União das Misericórdias Portuguesas.

Pelouros:

  • Obras Públicas
  • Urbanismo
  • Planeamento
  • Finanças
  • Acção Social
  • Património
  • Ambiente e Espaços Verdes

Delegação de competências


(CM. de Vila de Rei, que devia mudar de nome para C.M. da Barata ou Baratopólis....)  


não há delegação de competências porque uma chefa não delega.....



Sobre a forma de controlar tudo da Chefa do Pinhal  leia aqui o Diário de Notícias


Sobre as acusações à cacique e aos técnicos e a um Vereador da CMVR leia aqui no Público



Diz a Barata que '' "Ninguém lucrou, seja o que for, com aquilo de que somos acusados". Ora a Barata alegadamente usou meios da CMVR  a favor da Santa Casa local bem como fez outras coisas proibidas por lei,  segundo o MP, que lucraram a Santa Casa de qual a Provedora é



 ...Irene Barata......



Ora bolas, a mim parece-me que alguém lucrou.....


mas uma arguida em processo-crime tem direito a mentir e isso não pode ser usado contra a Barata ....




Finalmente se quiser saber mais sobre os milagres da Barata leia......





Quem é o autor, deste calhamaço  dedicado à obra da Barata????


Quem será?????


Tenho impressão que é um velho conhecido deste blogue .....




FERNANDES, Armando 
Contrastes e Transformações em Vila de Rei : 1974 - 2004 / Armando Fernandes... [et. al]. - Vila de Rei : Câmara MunicipalD.L. 2005. - 92 p. : il. ; 31 cm 
ISBN 972-99796-0-X



Que por acaso coordenou  outra obra exactamente com este título, muito parecido ao outro:

 

CONTRASTES E TRANSFORMAÇÕES NA CIDADE DE BRAGANÇA 
Contrastes e transformações na cidade de Bragança : 1974-2004 / texto de José Rodrigues Monteiro...[et al] ; coord. Armando Fernandes. - Bragança :Câmara Municipal2004. - 196 p., [2] f. : il ; 31 cm 
Oferta Câmara Municipal de Bragança 
PT 217826/04 
ISBN 972-98569-6-6 
Monografias Locais / História Local--Bragança / Bragança (Portugal)

 

que é citado neste divertido estudo universitário, do Prof. José Machado Pais, sobre o movimento purificador e chauvinista contra as putas brasileiras desencadeado pelas beatas transmontanas, pelo Bispo, pelo Presidente da Câmara , movimento esse que constituiu um momento glorioso de risota geral a nível mundial acerca da fauna beata  transmontana.   

 

 

Miguel Abrantes



publicado por porabrantes às 17:01 | link do post | comentar

Domingo, 07.10.12

 

 

 

Vimo-la outro dia, toda ufana, na Barca dizer que o importante é ajudar os pobrezinhos.

 

 

Vimo-la ontem no Correio da Manhã a contas com a Judite e o MP.

 

Ela e o resto da autarquia, porque o processo envolve uma pipa de gente.

 

Um processo que é exemplar, porque o que alegadamente fez a Barata ameaça tornar-se prática corrente pelas autarquias desta banda.

 

Vimos ainda  o Correio dizer que ela favoreceu o pobrezinho do irmão.

 

Vimos ainda que a acusam de fabricar documentos para ''legalizar'' acções ilegais.

 

Lembro-me do processo de Nelson Carvalho, outro velho conhecido da Judite, onde apanhado pelas escutas o Carvalho diz a um terceiro, que o Bento Pedro tratará de uns papéis à maneira.

 

O Bento Pedro diria, sob juramento, que o Carvalho estava enganado.

 

O Bento Pedro é muito respeitador, ou então ignorava o significado do verbo mentir.

 

Podia não desconhecer e então será que o Carvalho não mentia????

 

 

Leia aqui a notícia do matutino.

 

 

 

Miguel Abrantes

 



publicado por porabrantes às 13:29 | link do post | comentar

Segunda-feira, 04.07.11

 

 

VILA DE REI – Autarquia burlada em 26 mil euros PDF Imprimir e-mail
04-Jul-2011
<input ... >O caso remonta a 2006 quando Pedro Krauss, ex-assessor do então secretário de estado Jorge Lacão usou funções ligadas ao primeiro-ministro para vender um plano de desenvolvimento ao concelho vilarregense.
De acordo com o jornal Correio da Manhã, o ex-funcionário apresentou-se como assessor do primeiro-ministro e sócio de uma empresa de consultadoria e “prometeu um plano para criar postos de trabalho e fixar população. Mas depois de receber 26 620 euros, correspondentes a metade do valor contratado, o projecto apresentado revelou-se parco face às expectativas criadas”. Foi assim acusado de não ter concretizado nenhum dos trabalhos contratados e o Ministério Público acusou o arguido de burla qualificada por “querer induzir em erro a presidente de câmara”.
Do role de promessas constava captação de investimentos de índole privada, do sector turístico, recuperação de recursos florestais e de carácter social.
O contrato de prestação de serviços foi celebrado entre o “burlão” e a autarquia e como forma de “controlar o processo de adjudicação terá indicado à presidente Irene barata potenciais interessados em concorrer”, acrescenta o Correio da Manhã. Na sequência chegaram três respostas todas de empresas relacionadas com Pedro Krauss, sendo que a prestação de serviços foi adjudicada à empresa do arguido.
A Policia Judiciária concluiu que não havia indícios da prática de qualquer crime por parte da autarca vilarregense. Perante o incumprimento exposto, já não foi pago o restante valor.

in Rádio Condestável

 

Nota-Não é por nada mas a ingenuidade dos nossos autarcas é gloriosa. Como se chamava um burlão que agiu em Évora, que se dizia Príncipe da Transilvânia!!!!

 

posto por suzy de noronha



publicado por porabrantes às 22:41 | link do post | comentar

Glorioso exclusivo do Correio da Manhã

 

 

Esta simpática autarca que deve ser bastante ingénua, como é próprio da sua condição feminina, terá sido alegadamente burlada nuns escassos 26. 000 €.

 

O alegado burlão é o simpático rapaz, cheio de charme rural, segundo salienta Suzy, depois de me chamar machista e misógino, pelo que escrevi acima acerca da condição feminina, chamado Pedro Krauss mas o texto da notícia acaba por dizer que não foi a Senhora D.Irene Joaquim, mas a autarquia a lesada.

 

Em que ficamos?

 

Só me faltava que a notícia fosse escrita por uma mulher ou por um virago, como a tipa  que escrevia galegadas no Ribatejo, há uns anos e que agora parece que mudou de sexo.

 

Como diria o Jacinto da Cidade e das Serras ''a técnica faz prodígios''.

 

Por curiosidade deixo aqui a notícia que o texto do CM foi lido 6.950 vezes.

 

O Lacão tá muito popular.

 

Entretanto já está acessível o texto completo. Ler mais aqui.

 

Miguel Abrantes 

 



publicado por porabrantes às 20:14 | link do post | comentar | ver comentários (2)

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

O baratismo no Castelo de...

Guarde o pau de caminheir...

As oliveiras centenárias ...

Cacique leva batatada

Caça às bruxas

A cacique no tribunal

Judite caça cacique de Vi...

a burla revelada pelo cor...

Um dito assessor de Lacã...

arquivos

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pico

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

república

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

são domingos

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10

21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds