Terça-feira, 14.08.18

sa e meneses

Foi divulgado pelo publicista Candeias Silva, na última Zahara, estas armas dos Sás, como usadas por D.Rodrigo de Sá e Meneses, 1º Marquês de Abrantes

No texto figura uma data (1718) que parecem corresponder à mercê de D.João V que cria o marquesado.

Ora o Livro do Armeiro-Mor...data de 1509.....Ou seja de 200 anos antes.

 

marques de abrantes tesouro da nobreza

 As armas do marquesado abrantino foram retratadas por   frei Manuel de Santo António e Silva, no ''Tesouro  da nobreza de Portugal'' em 1783, da forma reproduzida.

.

escudo de d.rodrigo

 

 

In A heráldica da casa de Abrantes : Sás e Lencastres alcaides-móres do Porto desde o séc. XIV : selos de armas da Casa de Abrantes, devida vénia à CM Porto.

 

 

E D.Rodrigo, todo contente, por ser Marquês de Abrantes, no selo de armas lá tinha a coroa de Marquês.

 

mn

 



publicado por porabrantes às 13:19 | link do post | comentar

Terça-feira, 24.07.18

baptista pereira

Segundo o plumitivo Alves Jana, director adjunto da Zahara, que pretende ser uma revista de história, Fernando Baptista Pereira, professor universitário de História de Arte (que por acaso dirigiu a tese da filha do plumitivo e a quem a edilidade, onde a  mulher do dito,  era Vereadora da Cultura, outorgou  um contrato (1), tido como uma das grandes cabeças da Cultura Lusa neste domínio, actualmente ou até à pouco assessor do Ministro da Cultura) terá dito isto: 

entrevista 2

Zahara, ,n9 de Julho 2007 , página 38

Referia-se a entrevista a João Estrada, à famosa colecção do MIAA

jana - copia

Se o Alves Jana ouviu bem, a afirmação  feita pelo Baptista Pereira é de um calibre  tal, que é tempo de perguntar, já foi reescrita a História de Portugal, graças à colecção do MIAA, ou tratava-se duma alarvidade irresponsável, que desqualifica quem a proferiu?????

 

E naturalmente toda a tropa que andou metida nisto, que inclui, a girl do MIAA....

 

isilda rotary

Ao lado da Isilda, o nosso querido amigo D.Francisco de Mascarenhas, contempla espantado as afirmações rupestres da girl, dizia que a cidadania se constrói caminhando (Para onde será? Será para o Largo do Cruzeiro, no Pego?), quando parece que o MIAA se construía contratando a família do irresponsável que alegadamente iria reescrever a História de Portugal.

 

Porque a mulher do Baptista, a nossa querida D.Ana Duarte, também escreveu um livro editado pela CMA, sobre o MIAA e agora está organizando o Museu Carneiro do Sr.Conde da Bahía, ex-chefe dos Almeidas.

 

Deve dizer-se que depois da denúncia deste blogue, a Ana Duarte disse que já não receberia os cobres pela obra....   

 

ma

 

  



publicado por porabrantes às 13:48 | link do post | comentar

Quarta-feira, 21.03.18

 

 

  boletim municipal

 

 

Este é o Sr. dr. Gaspar, 3º historiador do ranking do Souto e director da Zahara, revista que mostra nas suas mãos como Santa Isabel fez daquela vez que D.Dinis a chateou por esmoler e ela respondeu :

 

 

São rosas, meu Senhor......

 

 

 raposcacosevelharias.blogspot.com

 

 

O Gaspar se lhe perguntassem:

 

isso são revistas de história?  -  faria novo milagre e diria:

 

isto é a Zahara !!!!!

 

 

Dentro dos milagres encontra-se o artigo publicado no seu nº 13 sobre cinemas de Abrantes, modestamente intitulado 'Subsídios para o Estudo do Cinema em Abrantes'' da Sr. Drª  D.Helena Salvador que descobriu um cinema no Rossio,....

 

 

este:

 

 

 

 

Acontece que o edifício em causa nunca foi cinema e é agora o Banco Santander Totta , e graças à prodigiosa memória do Prof. Arquitecto Duarte de Ataíde Castel-Branco encontrámos uma imagem do cinema

 

 

 N.Aliança 

 

 

Comentários: é a Zahara.

 

A autora dirigida pelo Gaspar chama-se de nome completo: Helena Maria da Conceição Salvador e tem tanta pontaria para cinemas como a que teria o Buiça se ao apontar a D.Carlos tivesse acertado no tipo que comprou as espingardas: o Visconde da Ribeira Brava.

 

 

Felicitamos o Dr. Gaspar por esta nova prova de rigor histórico.

 

 

Marcello de Noronha, da Tubucci

 

 

Nota: falar da história do Cinema em Abrantes sem citar

 

 

 o Senhor E.O.Brito (entroncamento-online)

 

 

é como falar da História de Abrantes sem citar Eduardo Campos,  Hermínia Vilar ou Diogo Oleiro, falar da crise de 1385 sem citar Fernão Lopes e assim por diante



publicado por porabrantes às 13:49 | link do post | comentar

Segunda-feira, 04.12.17

O lançamento da revista Zahara, de que é director o pio colaborador do boletim eclesiástico-clerical Martinho Gaspar (ex-seminarista), e as XV jornadas de história local foram protagonizadas pelo Prof. Luís Mota Figueira, do IPT, um adversário acérrimo da visita do argentino Bergoglio ao Parque Temático das Aparições.

papa méxico.jpg

Luís M. Figueira foi um dos animadores da petição contra a credibilização de Santa Lúcia, juntamente com o Rev.Padre Mário de Oliveira, Pedro Barroso, etc

 

(...)

''Contra a ida do Papa a Fátima para credibilizar o “milagre”

O Papa Francisco anunciou a sua vinda a Portugal em Maio de 2017, para visitar Fátima, o chamado “Altar do mundo”, terra de peregrinação, em honra de Nossa Senhora de Fátima, tendo em vista assinalar e credibilizar o tão propagado “milagre” de Fátima.
Não é possível deixarmos de estranhar tal decisão. Com efeito, o chamado “milagre dos três pastorinhos” não passa de um autêntico embuste, algo que mereceu até hoje a atenção de estudiosos sobre o que realmente aconteceu em Maio de 1917 e sobre o processo contínuo e imparável de exploração religiosa montado sobre tão ingénua encenação.
Quem se informar sobre este caso, fica a conhecer facilmente a forma como os acontecimentos na época foram urdidos, planeados e tramados - entre a dúvida inicial e a posterior complacência da Igreja Católica - numa era de grande obscurantismo cultural e com evidente aproveitamento dessa rústica ignorância.
Não é preciso grande esforço para chegar a esta conclusão, nem grande erudição teológica para analisar o caso. A evidência do logro fica bem clara, bastando, no essencial, ler alguns documentos oficiais e livros de pessoas - algumas assumidamente católicas - com autoridade na matéria sobre o chamado “milagre” de Fátima, para concluir pela sua total inconsistência. ''(...)- dizia a petição.

 

Face a isto aguarda-se que o Cónego, furibundo mariano, puxe as orelhas ao Martinho Gaspar. 

 

mn

imagem da excursão turística do argentino para ''credibilizar'' a Virgem de Guadalupe



publicado por porabrantes às 12:51 | link do post | comentar

Sábado, 04.11.17

Um dos objectivos do blogue tem sido o de recordar abrantinos injustamente desconhecidos e nalguns casos difamados na praça pública ou em publicações (algumas camarárias) e fazer com que se corrigisse injustiças históricas.

Recordámos Diogo Oleiro, o seu papel essencial na defesa do Património Histórico e na História abrantina e conseguimos forçar os caciques a homenageá-lo na praça pública.

Fizemos o mesmo com o General José Garcia Marques Godinho, morto pelo fascismo e que só tinha sido alvo duma homenagem pública cá na terra, salvo erro em 1974, por iniciativa de Francisco Correia Semedo.

Na Zahara, nº 16, Candeias Silva evocou o General como republicano, esquecendo-se o seu papel como anti-fascista e a morte sob prisão no Hospital da Estrela, a prisão da viúva e de alguns filhos.

Ilustrou a coisa com uma foto retirada deste blogue.

Crismou Fernando Godinho como engenheiro técnico agrário, quando era regente agrícola e sempre dizia, cáustico, que daria duas bofetadas a quem o promovesse a ''engenheiro''.

 

Na Zahara, nº 25, o dr. António Alpalhão evoca o percurso de Marques Godinho de forma interessante e conta a história, já aqui referida, da sua morte polémica bem como a adesão do oficial à Maçonaria, publicada pelo Prof. António Ventura.

 

O autor cita muita bibliografia aqui divulgada e tem a bondade de  nos referir e a outros blogues, designadamente para os locais ao ''Coisas de Abrantes'', do sr. José Vieira e ao ''Coluna Vertical'' do Dr.Santana-Maia.

 

As imagens publicadas já as conhecia excepto esta

Presidente_Carmona_Açores.jpg

que na net anda publicada neste blog.

 

Marques Godinho é o 2º a contar da direita..

 

À morte do oficial-general andam associadas as cartas trocadas entre ele e Santos Costa, que a família e Adriano Moreira consideravam ser prova das simpatias nazis do Ministro. 

 

Diz o dr. Alpalhão que nas cartas conhecidas ''(...)não há nada de muito significativo  que comprometa Santos Costa''.  (...) .  Contudo, o autor de ''Salazar, uma Biografia Política'', Filipe Ribeiro de Menezes, citando um documento da Torre do Tombo, mostra que o Ministro deu ordens explícitas a Godinho para se opor ''manu militari'' a um desembarque americano.

menezes godinho.png

Era isto que o Governo queria impedir que se soubesse. A resistência a tiros aos ianques teria atirado Portugal para o campo do ''Eixo'', contrariando a política de neutralidade de Salazar.

Agiu nesta carta S.Costa por iniciativa própria, sem conhecimento, do Ditador?

 

E por isso, Salazar    fechou as cartas à chave?

Provavelmente.

carta godinho 1.jpg

O despacho à margem nega que elas sejam apensas ao processo.

 

Gostámos do artigo.

 

Só falta que outro autor venha agora na ''Zahara'', desmentir as ligações à Ditadura do Prof. Duarte Castel-Branco, que o director da publicação lhe atribuiu, quando o arquitecto foi um homem activíssimo no MUD.

ma

 

ps- Muito interessante o artigo, no mesmo número, do Armindo Silveira sobre o ''Mercado Municipal''

 

Documentos:

extracto de ''Salazar. Uma Biografia Política'' de Ribeiro de Menezes.

extracto de documento da Torre do Tombo

imagem do blogue C.Blogue-Ilha Terceira

   



publicado por porabrantes às 19:16 | link do post | comentar

Quarta-feira, 25.01.17

A Palha de Abrantes que edita a Zahara apanha um processo no Tribunal da comarca.

O título executivo é no valor de 540,12€

Resta a dúvida, se não pagam, o credor mandará penhorar a colecção de Zaharas?

zahara.jpg

 

 

 

3591639 Entrada:
24/01/2017
Distribuição:
24/01/2017
Autor: Pris - Audiovisuais S.A.
Réu: Palhadeabrantes-Ass. Desen. Cultural
Juízo Local Cível de Abrantes 114314/16.8YIPRT

Valor:
540,12 €
Ação Esp.Cump.Obrig.DL269/98 (limite = Alçada 1ªInstª)
transferência Electrónica de Injunção Para Distribuição

 

 

ma



publicado por porabrantes às 23:45 | link do post | comentar

Sexta-feira, 30.09.16

 

Graça oficial.png

No último número da Zahara, a Senhora Dona Teresa Pombo, com um largo percurso na Acção Católica abrantina e na Assistência Social  aos carenciados nesta cidade (começou na Casa da Criança, passou pela Santa Casa e terminou mesária desta Instituição, que tem quinhentos anos de serviço aos pobres de Abrantes), faz uma dura crítica à Nova Aliança e em especial ao patrão do referido quinzenário católico, de que actualmente é directora a nobre aristocrata Ana Soares Mendes, e que já teve directores como o Humberto Lopes.

teresa pombo.jpg

O patrão da Nova Aliança é para a Senhora D.Teresa Pombo, o Rev.Cónego Graça, muito famoso pelas medalhas que ostenta e pelos processos judiciais que por exemplo meteu contra o excelente cidadão, que é o Pedro Moreira.

Que diz a ex-mesária da Santa Casa de Abrantes????

teresa pombo 3.png

Que depois do marido ter adquirido uma doença do foro oncológico e ser operado, apesar de ter trabalhado à borla muito tempo na Nova Aliança, incluindo ''levando os cachopos pequenos para ajudar a dobrar os jornais até altas horas da noite''........deixaram de lhe oferecer o Jornal.

Piedade do Graça a funcionar, porque por alguns defeitos que tivessem os antigos patrões da Nova Aliança.....nunca fariam uma coisa dessas....porque ....mais que católicos eram cristãos.

A D.Teresa Pombo censura ainda a forma como está a Quinta do Vale de Roubão.

A entrevista é do Jana.

Aguardamos a reacção da nobre directora e da direcção da Associação Nova Aliança ou lá como se chama...

ma 

 

 

 

   



publicado por porabrantes às 12:10 | link do post | comentar

Segunda-feira, 22.02.16

pre história zahara.png

Este artigo, publicado na Zahara, publicação dirigida na época por   Martinho Gaspar e que tinha,na época, como directores adjuntos o  José Alves Jana e a Teresa Aparício , está a despertar uma grande polémica nos meios universitários.

 

 

 

oeesterbeck 2.png

 publicada em Al-Madán

 

Outro texto dos mesmos autores também suscita uma denúncia da  Senhora Doutora Ana  Paula Cruz, professora reputada no IPT e grande arqueóloga.

 

Numa denúncia pública enviada para o fórum de profissionais da História e da Museologia archport, dirigido pelo Prof. José da Encarnação (1), Ana Rosa Cruz diz:

 

''

De: Ana Rosa Cruz
Enviado: 20 de fevereiro de 2016 11:59
Para: archport
Assunto: O Staline apagou a imagem de Trotsky da fotografia?

 

Caros colegas

 

Fiquei estática quando li o artigo que anexo e que encontrei no ResearchGate. 

 

A "Ana Rosa" foi apagada da "fotografia".

As respectivas referências das fotos por ela tiradas nos sítios também por ela escavados não existem.

Tão pouco existe qualquer referência da "Ana Rosa" na Bibliografia.

 

O Centro de Pré-História do Instituto Politécnico de Tomar é um Serviço Especializado cientificamente honesto e, contra a minha postura de nunca alimentar polémicas na archport, hoje venho separar o trigo do joio.

É com grande alívio que (finalmente) hoje escrevo que a partir de Dezembro de 2015 estou a "sólo".

 

Cordiais saudações

 

Ana Pinto da Cruz''

 

Por lapso na primeira mensagem não foi possível aceder-se aos artigos denunciados e Ana Paula Cruz voltou a escrever:

''

 

De: Ana Rosa Cruz Enviado: 20 de fevereiro de 2016 15:41 Para: archport-bounces@ci.uc.pt Assunto: Re: A sua mensagem para a lista Archport aguarda aprovação
Estimado Webmaster do Forum archport
Por indicação da mensagem abaixo remeto os seguintes links: ambos encontrados neste Fórum que se quer científico - o Research Gate.
https://www.researchgate.net/publication/292643199_Pre-Historia_do_Alto_Ribatejo_Breve_Panoramica
https://www.researchgate.net/publication/292142018_Arqueologia_Pre-Historica_no_Alto_Ribatejo_-_evidencias_problematicas_estudo_gestao_e_divulgacao_arqueologica
A "escola anglo-saxónica" refere-se veementemente contra o chamado "auto-plágio". Mas quem sou eu afinal? Apenas uma técnica superior de Arqueologia a preparar o seu Pós-Doutoramento, nada mais do que isso. Cordiais saudações
Ana Pinto da Cruz

 

:

oeesterbeck (2).jpg

Imprensa oficiosa 

 Segundo consta do seu CV a Doutora Ana Rosa Da Cruz organizou designadamente várias exposições no universo MIAA

Tem em curso uma investigação no '' 2013-2017: “Castelo de Abrantes: evolução da Ocupação Humana do Espaço”

(CAST_AB) – Investigação em Parceria.''

 

Fez assessoria à empresa privada Ozecarus de que eram sócios Carlos Batata e a arqueóloga municipal Filomena Gaspar.

 

A denúncia é duma enorme gravidade, coloca em causa a credibilidade intelectual de vários universitários e naturalmente das publicações envolvidas e ainda do tão fracturado projecto MIAA.

 

pub zajhara.png

 Se a denúncia é verdadeira, temos Staline no IPT

StalineHumanite.jpg

e Trotsky foi apagado na Zahara 

Soviet_censorship_with_Stalin.jpg

 ma

 

 

(1) co-autor com Candeias Silva de várias obras de epigrafia romana abrantina

 



publicado por porabrantes às 18:40 | link do post | comentar

Quinta-feira, 22.10.15

zeferino falcão 2.png

 

 

 

O Doutor Candeias Silva afirmou, salvo erro, no Jornal de Alferrarede, distinta publicação académica onde colabora,que não era um especialista no período da República. Nota-se.....

José Maria Eça de Queiroz definiu-se a si próprio como ''especialista em ideias gerais''.

No extracto citado o sábio  e  esforçado Candeias fez a biografia  de Zeferino Falcão durante a República. E esqueceu-se que o clínico foi Presidente da Câmara Alta do Parlamento.O mais alto cargo que um abrantino ostentou durante a República.

E, diz-me um descendente de Z.Falcão, que o insigne leprólogo, que o médico abrantino e dono da quinta que Pombal expropriou aos jesuítas, em Punhete, foi o primeiro abrantino, acho eu, a presidir a uma Câmara parlamentar durante a República, se República se pode chamar à ditadura de Sidónio.

Não esqueceu o abrantino a Assembleia da República ,que em boa hora editou esta obra, que acabei de acrescentar à minha biblioteca e que oferecerei ao Dr. José Risques Correia da Silva, ainda dono de metade de Santa Bárbara, descendente de Zeferino Falcão.

zeferino falcão 4.png

É melhor ser homenageado pelas Cortes de Portugal, que ser esquecido por Candeias Silva num artigo da Zahara.

zeferino falcão 5.png

Os papéis de Zeferino Falcão e do seu pai Zeferino da Serpa Pacheco, em parte publicados por Eduardo Campos, grande estudioso de coisas abrantinas, na Nova

Eduardo Campos.png

Aliança, estão na posse da família e não serão naturalmente disponibilizados a amadores.

O diário de Zeferino  Serpa Pacheco é imprescindível para fazer a História de Abrantes no século XIX, em especial sobre as guerras liberais.

Para que a citação fique completa foi o Doutor Miguel Santos, da Universidade de Coimbra, que biografou Z.Falcão para a obra citada.

Santos, Miguel D. 2012. Zeferino Cândido Falcão Pacheco. In Os Presidentes do Parlamento Português - I República (1910-1926), ed. Assembleia da República, 499 - 508. ISBN: 978-972-556-562-9. Lisboa: Assembleia da República - Divisão de Edições.
   

  

  mn

o general António Maria Baptista foi 1º Ministro, comandou S.Domingos, teve larga ligação à cidade mas era do cu-de-judas



publicado por porabrantes às 10:49 | link do post | comentar

Domingo, 27.09.15

A Senhora Drª Leonor Maria Damas Lopes, Directora do Arquivo Distrital de Santarém, teve a bondade de citar este blogue, num texto que escreveu sobre a industrial e política abrantina Clemência Dupin:

clemência dupin 3  leonor lopes.png

 O texto da Dr.Leonor Lopes traz novidades ( em parte recolhidas no magnífico blogue Navios & Navegadores) e passo a saber que a firma Dupin & Cª e a D.Clemência foi armadora.....

lugre Clemência da firma Dupin e Cª

Eis o lugre Clemência, por esta empresa mandado construir, na Póvoa do Varzim, que levava o nome da ''patroa'' e que naufragaria em circunstâncias polémicas.

A imagem foi retirada do blogue citado e originalmente publicada .''in revista “Ilustração Nacional”, Nº 3, Póvoa de Varzim, 1919''. (1)

O artigo da Directora do Arquivo Distrital fornece-nos ainda dados biográficos preciosos sobre a empresária abrantina, de família franco-tramagalense e novas pistas importantes para ajudar a traçar a biografia desta prima do saudoso Professor Doutor João Manuel Bairrão Oleiro.

O Arquivo Distrital publicou ainda como documento em destaque, em 10 de Agosto de 2015, o assento de baptismo da empresária, realizado em 20 de Agosto de 1873, na Igreja de S.João de Abrantes.

Aí diz-se que Clemência Dupin nasceu em 5 de Junho desse ano, nessa paróquia.

clemência assento extracto.png

Candeias Silva engana-se no texto publicado na Zahara nº 16, em Novembro de 2010. Diz que a senhora nasceu em 5-6-1874.

O Padre Sá Pereira, que a baptizou, diz 1873.

clemencia zahara.jpg

 

  

    

mn

 

 

(1) História trágico-marítima (CLV)

 

A história do “Clemencia" (2º)
1ª Parte

 



publicado por porabrantes às 17:22 | link do post | comentar

ASSINE A PETIÇÃO

posts recentes

A coroa do marquês de Abr...

Já foi reescrita a Histór...

Um subsídio para a Senhor...

Cónego pode puxar as orel...

O General Marques Godinho...

Palha processada por dívi...

Ex-Mesária da Santa Casa ...

Staline e Trotsky no IPT ...

Zeferino Falcão, Presiden...

Arquivo Distrital destaca...

arquivos

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

25 de abril

abrantaqua

abrantes

alferrarede

alvega

alves jana

ambiente

angola

antónio castel-branco

antónio colaço

antónio costa

aquapólis

armando fernandes

armindo silveira

arqueologia

assembleia municipal

bemposta

bibliografia abrantina

bloco de esquerda

bombeiros

brasil

candeias silva

carlos marques

carrilhada

carrilho da graça

cavaco

cdu

chefa

chmt

cidadão abt

ciganos

cimt

cma

cónego graça

constância

convento de s.domingos

cria

diocese de portalegre

duarte castel-branco

eurico consciência

fátima

fogos

gnr

grupo lena

hospital de abrantes

hotel turismo de abrantes

humberto lopes

igreja

insegurança

ipt

isilda jana

jorge dias

jorge lacão

josé sócrates

jota pico

júlio bento

justiça

mação

maria do céu albuquerque

mário semedo

mário soares

mdf

miaa

miia

mirante

mouriscas

nelson carvalho

nova aliança

património

paulo falcão tavares

pcp

pego

pegop

pina da costa

portugal

ps

psd

psp

rocio de abrantes

rossio ao sul do tejo

rpp solar

rui serrano

salazar

santa casa

santana-maia leonardo

santarém

sardoal

saúde

segurança

smas

sócrates

solano de abreu

souto

teatro s.pedro

tejo

tomar

touros

tramagal

tribunais

tubucci

todas as tags

favoritos

Passeio a pé pelo Adro de...

links
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10


20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
blogs SAPO
subscrever feeds